quarta-feira, 1 de abril de 2015

Não fui ao Mercadito da Carlota...

... mas fui ao Continente.

Pronto, vão dizer-me que não é a mesma coisa. No Mercadito as roupas não estão perto do pão, nem se misturam no carrinho com um robalo. No Continente as mães não são todas umas bombas, há gente em fato de treino e não são sete cães a um osso, mas também se encontram coisas bem giras.

Comprei estes sapatos mimosos para fazer conjunto (ou "kit", ouvir-se-ia no Mercadito) com o vestido da Zara que ofereceram à Isabel no aniversário.





E comprei esta camisa para vestir com os calções da Primark, que a tia Ana ofereceu nos anos.



Se bem que estes calções até com uma t-shirt básica branca ficam bem. São tão, mas tão lindos.

Voltando ao Continente e à Zippy, a sério, estes 50% de desconto em cartão levam-me à falência. Sim, porque comprei mais umas quantas coisinhas que "dão sempre jeito" e "fazem sempre falta". Pois, pois...

27 comentários:

  1. Somos duas...Ao menos ficamos com dinheiro em cartão para comer o resto do mês ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu também não fui ao Mercadito. Seria a desgraça financeira!

    ResponderEliminar
  3. também não fui, e comprei Kits maravilhosos para os meus pequenos a Zara, Zippy e Primark, e com precinhos tão bons!!!
    Podemos fazer kits fantásticos, com marcas bem em conta.

    ResponderEliminar
  4. Eu fui e jurei para nunca mais, quase que se matam umas às outras para chegar primeiro. Não dá para o meu sistema nervoso, já tenho stress que chegue durante a semana. E pagar 1€ por pessoa para entrar e estar por lá apenas 10 minutos? Para a próxima, ganho juízo, e vou ao Continente. Vanessa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu paguei 2 euros !!!

      Eliminar
    2. Então ainda está pior que eu... =P

      Eliminar
    3. o pior é pagar e saber que o dinheiro vai para a blogguer. Há outros mercaditos que cobram mas ao menos doam o dinheiro para instituições. Aqui não há caridade não há nada, é meter dinheiro ao bolso ponto final.

      Eliminar
    4. E não vejo qual é o problema, lá vem a inveja, se é ela que tem o trabalho de organizar. O mercado da Stylista também é a pagar, não me lembro mas acho que paguei 3€, e não é de longe tão bem organzido, nem tão giro..

      Eliminar
    5. Já cá faltava o argumento da inveja. Uma pessoa não gosta de uma coisa: tem inveja. Uma pessoa não concorda com uma ideia: tem inveja. Uma pessoa tem outra maneira de pensar e de estar: tem inveja. Tratem-se, mas é.

      Eliminar
  5. Medo desse mercadito e dos demais. Medo, muito medo.

    ResponderEliminar
  6. Também fui ao Continente, e comprei muitas coisinhas giras com 60% em cartão (50% na roupa de criança + o talão de 10% que enviaram para casa)! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Ainda mais essa! Já nem me lembrava. Também usei, imprimi lá!

      Eliminar
  7. Eu não fui ao mercadito nem ao continente! No final do mes, depois de uma ida aos EUA na não havia €€€ para mais! Mas a zipoy está com coisas tão giras! Já agora, vi ontem uma foto da Olivia Palermo com um vestido igual ao da Isabel, o primeiro #oliviapalermoimitadora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jura?!! Ahaha Quero ver isso!
      #isabelacriartendencias

      Eliminar
  8. Ainda bem que não foi, assim mais ficou para quem gosta de coisas originais, giras e diferentes do Continente. Eu fui e ADOREI!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehehe confesso que me ri com este comentário. Soou-me a algo que uma pessoa de 12 anos diria, do género "mais sobra". Nunca disse que não gostava do Mercadito, tenho ido, mas a este não consegui ir. Eu gosto de coisas originais, giras e diferentes do Continente, mas também gosto de coisas do Continente, nomeadamente iogurtes, croissants e roupa para os miúdos... ;)

      Eliminar
  9. Eu então adoro o mercadito da Carlota e acho tudo aquilo lindo e inspirador. Aliás, acho que o blogue e aquela mãe é totalmente inspiradora, por isso se seguiram tantos blogues parecidos e mercados também!!

    ResponderEliminar
  10. O continente está c 50% de desconto em roupa?! Isso tb está aplicado na MO e na Zippy?! Até quando?!
    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era até domingo apenas no continente

      Eliminar
  11. Já eu, olha, em vez de ir ao Continente devia era ir a um Mercado da Carlota por semana. Era da maneira que não gastava um cêntimo. Acho tudo tão feio, tão desconfortável, tão queque, tão armado ao pingarelho... Mas quando vou ao Continente desgraço-me. Ele é comida, ele é detergentes, ele é um rol de coisas que efectivamente me fazem falta para viver. Uma gastação, só te digo. Se em vez de ir ao Continente, eu fosse aos Mercados das Carlotas desta vida, estava rica, é o que é!!

    ResponderEliminar
  12. Eu vez do mercadito vou à feira a Benfica. Roupa da mayoral, Chicco, Tuc tuc , entre outras marcas menos conhecidas, com as devidas etiquetas e muuuiiiittooo em conta! �� sofia

    ResponderEliminar
  13. Eu tb fui ao continente na sexta e estava super calmo:) Já fui ao mercadito e mal se conseguia andar. As bancas eram muito pequenas e cheias de pessoas à volta. Os pagamentos eram apenas em dinheiro e não havia multibanco perto. O ideal é conhecer a coleção das marcas pelo face e encomendar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bemmmm que MENTIRAS!
      Eu fui sábado ao Mercadito (muita gente, mas circulava-se muito bem) e fui domingo e estava ótimo em termos de pessoas, paguei varias vezes com multibanco e para mim não há nada que chegue ao ver as peças ao vivo, experimentar se possível, ver os tamanhos, etc. Eu acho que a Fernanda teve uma bela ideia que nos poupa MUITO tempo a andar de loja em loja. Ali esta tudo junto, tudo coisas bonitas e portuguesas de qualidade.
      Agora não percebo esta vontade de falar mal (mentir ainda por cima) sem razão.... típico entre as mulheres. E não estou a falar nesta blogger que me parece estava a fazer uma graça apenas. Mas há logo quem aproveite.
      Eu só tenho a dar os parabéns a pessoas empreendedoras que têm ideias, que fazem coisas!

      Eliminar
    2. Eu disse JÁ fui.... No passado. Ainda bem que melhoraram...Não foi dizer mal, foi o que constatei e com crianças pequenas foi complicado. Talvez seja mais velha nestas coisas...Acho que temos que respeitar a opinião de todos e não disse que não gosto do conceito. De qualquer forma, agradeço pois fiquei a saber que já têm multibanco.

      Eliminar
    3. Eu disse JÁ fui.... No passado. Ainda bem que melhoraram...Não foi dizer mal, foi o que constatei e com crianças pequenas foi complicado. Talvez seja mais velha nestas coisas...Acho que temos que respeitar a opinião de todos e não disse que não gosto do conceito. De qualquer forma, agradeço pois fiquei a saber que já têm multibanco.

      Eliminar
  14. Sinceramente, acho que comprar no Mercadito da Carlota, comprar no Continente, ou comprar seja lá onde for não é importante. Em todo o lado há coisas giras e coisas menos giras pois todos temos gostos diferentes. Além disso, o principal é tentar ter bom gosto e comprar coisas que achamos que sejam adequadas para os nossos filhos/as, seja na Knot, seja na Primark. A questão principal em comprar num ou noutro sítio é que por exemplo gastei no Continente 150 euros, ficando com 90 euros em cartão para as próximas compras de supermercado. Na prática, tudo o que comprei acabou por ficar em 60 euros e comprei 12 ou 13 peças. Provavelmente no Mercadito da Carlota com os mesmos 60 euros só traria 2 peças... E como nessas idades tudo deixa de servir rapidamente, opto pela 1ª opção
    Já agora, para quem quer aproveitar coisas boas a bom preço, recomendo também as vendas privadas da Chicco, compensa muito. Costumam acontecer 2 vezes por ano. Fica a dica.

    ResponderEliminar
  15. Acho que que não havia necessidade de cobrar 2 euros ( mesmo que fosse só no primeiro dia) sei de fonte segura que a Fernanda cobra 600 euros a cada expositor, razão pela qual alguns desistiram...ou seja para a bloguer é super rentável, fora as ofertas de artigos... Mas só vai quem quer e pode! Para mim essa sra é demasiado cheia de si, logo sou coerente e não vou!!! As vendas online de certas marcas têm sempre algo de injusto, porque quem tem lojas, paga impostos e muitos e as vendas online têm muito que se lhe diga...até um dia...

    ResponderEliminar