domingo, 12 de abril de 2015

As crianças betas agora são hippie-grunge-hipsters

Estou a exagerar. Nem todas. A morte das golas de meio metro, dos laços XL em cabeças S e das carneiras de franjas está longe de ser declarada. 

Mas não podemos fechar os olhos à tendência do momento. Pronto, se calhar também já está na moda há anos e eu só despertei para ela agora. Dêem-me um desconto, não sou uma blogger de moda e não percebo patavina disto. Mas tenho notado uma misturada de estilos e padrões nos miúdos. Gosto. Confesso que, de vez em quando, sabe bem variar um bocado e desenjoar do look casamento e batizado, de quem está sempre impecável, até para descer um escorrega e despejar um prato de sopa em cima.

O que está na moda agora é dar uma no cravo, outra na ferradura. Algumas mães conseguem misturar numa criança uma gola beta, com um turbante hippie, com uns sapatos hipster, com um casaco de cabedal grunge, com uma mala tribal, com um cinto étnico. Os miúdos parecem uns palhacitos, mas espalham charme. Dá sempre aquele ar "I don't care", o importante é que eles subam às árvores e despejem um Calippo na roupa, tudo com muito estilo. Até há t-shirts com statements para crianças do género "I woke up like this" e "My hair is a mess" e os miúdos ficam com ar de quem lê Foucault e de quem vê Wes Anderson.

Portanto, para que os vossos filhos fiquem com um ar intelectualmente superior e cool só têm de ter em casa:

- TURBANTE OU FITA COM LAÇO PIN-UP (se forem raparigas, claro, para rapazes troquem por um gorro comprido) 

- ALL STARS

- SAPATOS DE FRANJAS

- BOTAS LENHADOR OU GALOCHAS

- CALÇAS COM BONECADA (caveiras, crocodilos, setas)

- CAMISOLA COM FRASE COOL

- LENÇO OU CACHECOL

- CAMISA DE GANGA 

Se tiverem UNS ÓCULOS DE MASSA, mesmo que eles não sejam pitosgas, compõe sempre o cenário.








Caso queiram que se perceba que os vossos filhos vão para a Comporta de férias, misturem estas coisas com outras do glossário de roupas betas, aqui.

10 comentários:

  1. Eu sou daquelas pessoas que gosta que as crianças andem o mais parolas possível (vá, nem tanto). Mas vesti-las como se fossem adultas e vissem realmente Wes Anderson é um exagero. Ainda hoje vi uma menina com +- 8 anos com uma camisola transparente com um soutien para...nada? credooo

    Isa,
    http://isamirtilo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com um soutien? Really?
      Eu sempre gostei de vestir o meu rapazito mais à homenzito... nunca gostei muito de bonecadas e afins... Mas quer dizer, entre umas calças de ganga e um camisa ainda falta muito para chegarmos a esses limites!!! Nos rapazes nem tanto, mas acho que nas raparigas, cada vez mais (em termos de modas e tendências) se entra no que eu já chamo de "sexualização da criança". Eles são CRIANÇAS!!! É preciso haver limites!!!
      Já há uns anos, se falou da historia da pequena Thylane Lena-Rose Blondeau e da sua produção para a VOGUE, e de toda a controvérsia por de trás da produção, onde se chegou mesmo a dizer que "os pais da jovem deviam de ser responsabilizados por terem autorizado que a criança francesa fizesse este trabalho... “Isto é claramente exploração infantil e os progenitores deviam ser processados judicialmente”. http://noticias.sapo.cv/vida/noticias/artigo/1175469.html

      Eliminar
  2. Os óculos são RIDÍCULOS numa cara tão pequena!!!!

    ResponderEliminar
  3. Váááá.... os óculos e a camisola de renda JAMAIS!!!! Mas as fitas, os laços, os casacos de ganga com tutus, as leggings e as sapatilhaaaas???? Adoro e tem sido sempre a minha onda desde que a C nasceu há 3 anos!!!

    ResponderEliminar
  4. Olá, Joana! Vê a coincidência, mas neste mundo cibernético sem fim, já tinha escolhido duas dessas fotos para o "painel de inspiração" Primavera/Verão 2015! É que realmente golas, laços e folhos em cima de golas, laços e folhos já cansam assim um bocadinho! Acho que resulta maravilhosamente a mistura com outros géneros! ;) Beijinho Patudo *

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana! Eu até gostei bastante das primeiras imagens:) de que marca são ?

    Rosa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rosa, não faço ideia. Roubei do Pinterest. Beijinhos

      Eliminar
  6. A minha filha não larga os All Star! Adora - os. Também não gosto nada de ver as miúdas entupidas de cor de rosa e folhos! Para o infantário nem se fala... leggings, tshirts e ténis. Não há nada melhor! Bjs

    ResponderEliminar
  7. Devo confessar que continuo a gostar mais das roupas betinhas... golas, rendas, fofos, tapa fraldas tudo deste género... sou uma parola que posso eu fazer?! Quem não deve achar muita piada são as educadoras da minha filha pois só anda à 2 semanas na creche e sempre que lá chego está sem metade da roupa mas não me chateia nada! :)
    Adoro fazer dela a minha boneca e não tenho vergonha nem problemas de o dizer pois acima de tudo somos umas vaidosas (provavelmente eu sou mais do que ela)!!
    No entanto gosto também de roupa mais cool e mais desportiva mas essas fitas apesar de as achar engraçadas e muito fashion acho que as crianças especialmente as mais pequeninas parecem que partiram a cabeça quando andam com elas... quero eu dizer com isto que a minha filhota provavelmente também vai ter uma mas vou olhar para ela e pensar nisso mesmo!! lololol :D

    ResponderEliminar
  8. Adorei o post! Gosto de roupas clássicas q.b mas confesso que já me cansa ver as meninas tão iguais de golas e laços gigantes. Sou mãe de um menino ele usou meias golas e fofos em bebé, mas golas de folho nem pensar, passo! Este estilo cool acho muito giro, mas mais uma vez QB! Agora que ele está quase no ano e meio aposto muito em jardineiras e pólos, calças/calções com camisas, por ai.

    ResponderEliminar