terça-feira, 7 de abril de 2015

Há dois tipos de mães.

Há dois tipos de mães: 

As que acordam os bebés das sestas e as que não acordam.

As que chegam a horas a todo o lado e têm uma vida super preenchida porque acordam os bebés e as que não conseguem acordar os bebés e combinam tudo em função deles. 

As que são todas despachadas e não há nada que lhes faça frente e as que ficam à espera, no carro, que o bebé acorde.


Que tipo de mãe são? :)

Eu sou, claramente, a segunda.

19 comentários:

  1. sem dúvida a segunda...embora tente fzer uma vida normalizada, mas ha coisas que não se interrompem! :)

    ResponderEliminar
  2. Estou na segunda! Sono das minhas filhas é sagrado!

    ResponderEliminar
  3. Eu sou a primeira!!! Se tenho tempo, posso esperar um pouquinho, mas por norma acordo! Ela nunca acorda rabugenta, dá-me sempre o mais lindo dos sorrisos.

    ResponderEliminar
  4. Sou uma mãe que vive para ele e em função dele, só o acordo das sestas depois do almoço quando vejo que está a dormir de mais e está na hora de lanchar, no fds se o deixar faz sestas de mais de 3 horas é só esse o motivo por norma deixo-o acordar por ele.

    Tanto vivo para ele que hoje ligaram do infantário a dizer que estava com febre não consegui estar no trabalho até às 18. Às 17 fui buscá-lo (o pai não faz questão de faltar uma hora ou duas até eu sair do trabalho, o que me irrita um pouco, o que me vale tenho uns patrões 5* mas um dia pode mudar) chegamos brinquei um pouco com ele como estava com sono aninhei-o porque estava com tanta tosse foi da maneira que descansou um pouco) dormimos os dois até às 19 até o pai ligar a dizer que ia fazer um INEM... concluindo rapidamente estou agora a comer uma taça de cereais está a ser o meu jantar, quando estamos sozinhas e com o filho a precisar de nós tudo fica para trás... até a fome.

    ResponderEliminar
  5. Primeira! As vezes tem que ser!

    ResponderEliminar
  6. Eu sempre tive mta dificuldade em acordar bebés, ou seja quem for porque se há coisa que odeio é que me acordem!!! :) e como o meu filho sempre dormiu muito pouco de dia, já foram muitas as vezes que fiquei no carro ah espera que acordasse, ou em casa, ou mais de 1h no shopping (nesse dia resolveu dormir 2h!! Coisa nunca vista!)..o puto já dorme pouco, se o acordo por tudo e por nada.. Mas há situações que tem mesmo que ser, e aí.. A sorte é que costuma acordar bem disposto :)

    ResponderEliminar
  7. Eu faço os planos em função dos sonos da minha filha. Se tiver algo marcado para as 15h, saio de casa por volta das 13h para que ela adormeça no carro e durma o tempo suficiente. Também já consegui pegar nela da cama e levá-la para o carro sem a acordar.
    Patrícia Oliveira

    ResponderEliminar
  8. Eu sou um pouco de cada, se está na hora da sesta e estamos no carro espero que acorde. Se estou em casa com tempo não acordo, se faltar pouco para sair acordo acordo sim. Mas se der tento pô-lo NP carrinho a dormir e costuma resultar. :)

    ResponderEliminar
  9. Eu sou a segunda. Sempre tudo em função das sestas do filhote. Dou muita importância ao descanso dos bebés e crianças. O resto que espere! Salvo raras excepções em que precisei de acordá-lo antes, ou porque tinha de ir ao pediatra ou porque tinha-lhe prometido irmos ao circo, e é nestas alturas é que parece que se lembra em dormir mais. Mas tento gerir tudo em função do sono dele. Sou daquelas que precisa de descansar bem e quando isso não acontece, é certo que vou andar irritada e com menos paciência, por isso dou valor a um bom descanso :)
    Parabéns Joanas pelo vosso blog! É a primeira vez que comento aqui, mas revejo-me em muitas situações que vocês aqui contam! Beijinhos às duas.

    ResponderEliminar
  10. As minhas ja dormem tao mas tao pouco, que quando dormem eu quero e que durmam sestas de 3 horas :D

    ResponderEliminar
  11. Eu sempre fui a primeira.
    E por isso consegui organizar facilmente a minha vida em função dos horários e das sestas dos meus filhos. Parece contraditório, não é? Deitava-os sempre a horas certas e como não deixava que as sestas se prolongassem por mais de 2 horas (de noite é que queria que dormissem quantas mais horas melhor) sabia exactamente a que horas ficaria disponível para sair.
    Como é que tomei esta decisão?
    Um mês após o nascimento do meu 1º filho tive necessidade de ir à depilação. Ao tentar marcar hora na esteticista percebi que se não fizesse ideia da hora a que ele ia dormir e, como consequência, da hora a que iria acordar se tornava impossível marcar o que quer que fosse. Assim passei a estabelecer horários para as mamadas e para as sestas que segui (quase) religiosamente. Não imaginam como isso me facilitou a vida!!! E como eles facilmente aprenderam a dormir e a distinguir o sono do dia do sono da noite.

    ResponderEliminar
  12. Segunda! Mas como há certas coisas que vou fazer sozinha ao fim de semana (compras no supermercado e arranhar as unhas) o pai fica com ela e não me preocupo com as horas. De resto... Deixo-a dormir o que ela quer e precisa e nunca a acordo.

    ResponderEliminar
  13. Deste lado sou a primeira. Se há coisas marcadas o bebé acorda, se tenho um dia sem planos, como hoje, pode dormir o tempo todo que quiser :) mas ele é fácil de dormir em todo o lado e acorda sempre bem disposto por isso posso fazer estas coisas :)

    ResponderEliminar
  14. Um pouco das duas, normalmente prefiro que ela durma o tempo que lhe apetecer e não a acordo, mas quando a sesta pode interferir com o sono da noite costumo acorda-la. Sim já esperei no carro para que pudesse dormir, ainda aconteceu na segunda-feira. O sono é muito importante para os nossos filhotes crescerem bem e saudáveis.

    ResponderEliminar
  15. Claramente a segunda!!! ;-)

    ResponderEliminar
  16. Eu nao as acordo nunca das sestas :) Ja e milagre quando dormem, por isso deixa-las dormir ^_^

    ResponderEliminar
  17. Definitivamente a segunda, se tenho alguma coisa marcada importante que tenho mesmo de ir, levo a ao colo muito devagar para a cadeira do carro para que continue a dormir. Ou então, se sei que vou sair, planeio a saída com a sesta. Já sai mais cedo para ela adormecer no carro e não em casa, depois fiz tempo até às horas que tinha a marcação e depois passei a para o carrinho da rua onde continuou a sesta e eu a consulta. Dormir sempre a minha filha fica quase um diabinho com sono...

    ResponderEliminar