quarta-feira, 8 de abril de 2015

Dúvidas na Gravidez (#04) - Banho à séria ou à gato?

Não é preciso dar banho todos os dias ao bebé ou lavá-lo todos os dias, claro que não. Até pode ser contraproducente por causa da pele, da hidratação. 

Porém, eu dou banho à Irene todos os dias. Nem sempre precisa de ter gel de banho na água, pode ser só em água morna para tirar o suor ou, então para a relaxar. Agora faz parte da rotina do sono dela e nunca me deu (raramente, mesmo) problemas para adormecer à noite por causa disso. 



Banho à séria ou à gato?

Acho que tem tudo que ver com a confiança de quem manuseia o bebé e se têm hipótese de ter a casa (casa de banho e quarto) a uma temperatura adequada para o bebé (eu gosto quando está a 22, mas como o meu marido começa a ficar irritante com essa temperatura, os 20 parecem-me aceitáveis). 

Enquanto não ganhei coragem para a por na banheira, dei-lhe banho à gato (compressas embebidas em água morna com gel de banho), mas depois decidi tentar e lembrei-me que não preciso de encher a banheira até cima. Só um bocadinho de água serve (convém estar a 37º graus).

Não há problema de dar banho antes ou depois de mamar (ou comer) se a temperatura for 37º (os choques de temperatura é que podem parar a digestão).

Não convém que os banhos durem muito tempo para a água não arrefecer. Cinco minutos no máximo.

Não sejam estúpidas e não lavem primeiro o rabo e depois a cara. A Irene apanhou uma conjuntivite por ter uma mãe que deve pouco à inteligência. Lavem de cima para baixo. Odiei-me aí durante uns 10 dias por causa disto.

Eles preferem o banho à séria. Não falei com nenhum recém-nascido, mas se a ideia é reproduzir as condições do útero para se acalmarem (daí os truques do secador e do swaddling ou lá o que é), o que melhor que estarem dentro da banheira durante um bocadinho?

Os redutores de banheira para segurança do bebé, parecem-me ser mais para a cabeça das mães inseguras (como eu que comprei um), que têm medo de afogá-los. Assim que me deixei disso (ainda era ela muito pequenina e graças a um conselho da minha mãe, os banhos tornaram-se ainda melhores, visto que eu, mesmo com o reforço, continuava a segurar nela como se ele não existisse e usava só a mão direita na mesma. 

Resposta aqui da campeã: banho à gato até se sentirem à vontade para experimentar o banho à séria. Depois disso, não vão querer outra coisa.

Nota: Não tenham muito medo das diferenças de temperatura e afins (tenham só qb), visto que o bebé, ainda recém nascido, ainda está embuchado das defesas da mãe, além de estar protegido com as defesas extra do leite materno. 

*imagem do site We Heart It. 

12 comentários:

  1. Quando estava grávida pesquisava muito e lia muito e no meio de tudo isso deparei-me com a banheira Shantala. Vi muitos vídeos, muitos comentários positivos e achei que seria algo giro de experimentar. Se não me desse com aquilo, comprava uma banheira "normal" e pronto. Nunca tinha dado banho a nenhum bebé (só aos bonecos quando era mais nova), nem sequer mudado uma fralda...e mesmo assim parecia-me mais fácil dar banho com a Shantala do que com as banheiras "normais". E consegui! Apanhei o meu jeito, a minha maneira e ele gostava tanto! Ao início tinha receio e punha pouca água, mas rápido me habituei à coisa e comecei a pôr água suficiente para ele ficar só com a cabeça de fora. Ele sempre adorou o banho e adorava lá estar. Parece um "balde" e parece que eles podem ficar desconfortáveis, mas digo-te que o meu adorava lá estar, ora sentado, ora com as permitas para cima e pézinhos de fora...e foi isto até aos 9 meses. E também lhe dava banho todos os dias, ele suava muito e "sofria" com o calor (nasceu no verão) que sempre achei que um banhinho iria saber-lhe bem :) E o próximo que aí vem também há-de tomar muita banhoca na Shantala. Estou grávida e também vai nascer no verão (com jeitinho ainda sai como prenda de aniversário do mano eheh). Ahh e também se poupa água com a Shantala, porque leva quase metade da água quando comparada com a banheira normal que usei posteriormente.
    Também não me preocupava muito com a altura do banho (por causa das mamadas) precisamente por isso que falas da temperatura ;)

    ResponderEliminar
  2. Sempre dei banho a sério, numa shantala, mas não dava todos os dias. Ele não transpirava e não se sujava. Tinha a pele bastante seca, e assim era menos uma "agressão". Quando foi para a creche aos 6 meses comecei a dar todos os dias, pq já vinha mais sujo e Tb começou a transpirar. Nunca tive medo nenhum de lhe dar banho, e recomendo a shantala! Sempre adorou o banho, só reclamava qdo o tirava de lá e sentia a diferença de temperatura. Passei a aquecer muito bem o quarto para isso não acontecer :)

    ResponderEliminar
  3. Eu sempre dei banho a sério. Aliás a parteira que deu os banhos aos meus filhos nos primeiros dias de vida, enquanto estávamos no hospital, também lhes dava banho a sério.
    E sempre dei banho diário. Não um banho demorado, mas o suficiente para que ficassem fresquinhos, livres de vestígios de bolsado e de suor, e relaxados (depois do banho, que dava cerca das 23:00h, era mamar e dormir até de manhã). Acho que esta rotina do banho relaxante, mamar com pouca luz, silêncio e cama foi muito útil para criar bons hábitos de sono nos meus filhos.

    ResponderEliminar
  4. Os meus, (gémeos), como nasceram prematuros, ainda dentro da incubadora, só tinham direito a banho a gato. Confesso que sempre me fazia impressão, certo que dentro da caixa magica, não tinha qualquer sujidade, mas, achava eu, coração de mãe, que banho é que era e que eles, com certeza, saiam a mãe e adorariam "banharem-se" em aguas perfumadas.
    Quando chegou o dia, dum deles, poder usufruir da banheira com agua a seria, a enfermeira perguntou se queria experimentar, mesmo com apenas 1640 kg, não tive medo nem receio, era aquilo que queria.
    Sim, ele era muito pequenino, sim, parece assustador, mas não foi, foi sim, um momento de pura felicidade e tal como eu previa, não deitou uma lágrima, tal como a mãe adorou a banhoca! :)
    Com a minha menina, tempos mais tarde, teve também direito ao seu primeiro banho e como quem sai os seus não degenera, também foi um momento lindo e sem choros!!
    Ainda hoje, quase dois anos depois, eles continuam a relaxar no banho, o que é óptimo caminho para uma noite bem dormida!

    ResponderEliminar
  5. Dei sempre banho sem receios e não fui na conversa das banheiras com aquele formato esquisito para deitar os bebés, comprei uma normalíssima. Sobre a água sou da opinião de que quanto mais submersos melhor, por isso punha "bastante" água na banheira e ele sempre adorou banho! Dei sempre banho completo, excepto nas primeiras 2 semanas por indicação do hospital. Continuo a dar banho diário, excepto uma ou outra excepção, pois se eu gosto de tomar banho todos os dias, ele também há de gostar :)

    ResponderEliminar
  6. Desde a gravidez da primeira e agora a mesma coisa com a segunda que sempre me aconselharam a dar banho diário.

    ResponderEliminar
  7. não sou mãe nem sei nada de bebés, mas uma enfermeira que percebe aos pacotes disto e que até dá aulas de banho para bebés, falou-me nisto e pareceu bem útil, fácil de segurar o bebé sem se afogar para além de ser semelhante aos 9 meses dentro de água num lugar acolhedor http://fotos.sapo.pt/onhSOjptjvNSR3egDuG0/500x500

    ResponderEliminar
  8. Olá, tenho uma piquena com 6 meses e comecei a dar-lhe banhoca logo desde o hospital :) Cá em casa alternamos a banheira com a Shantala e ela adoraaaa das duas maneiras.
    Para mim é muito importante a estrutura alta da banheira, que permite darmos banho à nossa criança, sem termos que estarmos todas curvadas na cama, ou na banheira da casa-de-banho.
    Na banhoca sigo a ordem que nos ensinaram na preparação para o parto.
    Ainda com a bebé fora de água, a primeira coisa coisa a lavar é a cara apenas com água tépida. Utilizamos 3 compressas, uma para a cara e uma compressa diferente para cada olho, que limpamos sempre de fora para dentro, dobrando sempre a compressa para não passar duas vezes no mesmo sítio. Assim evita as conjuntivites.
    Depois colocamos o gel/shampoo/loção e mergulhamos a nossa criança. Quanto mais tapadinha de água, mais confortável ela se sente, de início é bom começar com menos água, até estarmos seguras. Eu lavo bem as dobrinhas todas, o pescoço, braços, pernas, costas, entre os dedos, em penúltimo lavo o rabo e afins e em último lavo a cabeça, por ser a parte do corpo que arrefece mais depressa. Assim que tiro a menina do banho, a primeira coisa a secar, é a cabeça, pela mesma razão. Atenção a secar muito bem todas as dobras e dobrinhas. :)
    Ah, a Sra, enfermeira também aconselhou a utilizarmos apenas as mãos para lavar a bebé (pelo menos quando eles são mesmo pequeninos) porque assim conseguimos sentir qualquer tipo de alteração, alergia, borbulhinhas.

    ResponderEliminar
  9. Eu dou-lhe banho em dias alternados. Não sinto necessidade de dar todos os dias. Nas primeiras semanas dei-lhe no lavatório da casa de banho, agora dou-lhe na Shantala. Ela adora o banho, relaxa e é óptimo para dormir. Nunca me preocupei com as mamadas porque a água está quentinha. Já a avó ficou muito preocupada com os banhos depois de "comer" - eu é que sou a mãe de primeira viagem e tenho mais confiança que a avó! :-P

    ResponderEliminar
  10. Dei sempre banho sem receios e não fui na conversa das banheiras com aquele formato esquisito para deitar os bebés, comprei uma normalíssima. Sobre a água sou da opinião de que quanto mais submersos melhor, por isso punha "bastante" água na banheira e ele sempre adorou banho! Dei sempre banho completo, excepto nas primeiras 2 semanas por indicação do hospital. Continuo a dar banho diário, excepto uma ou outra excepção, pois se eu gosto de tomar banho todos os dias, ele também há de gostar :)

    ResponderEliminar
  11. O banho a mim tambem me assusta sinceramente , vamos la ver como me sairei nesse campo :)

    ResponderEliminar