segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Rrrrrrr Tinha de nos acontecer isto na viagem!

Não, desta vez não nos esquecemos da mala em casa.
Desta vez não perdemos a carteira.
Desta vez não perdemos o telemóvel no metro.
Não deixámos a máquina fotográfica num banco de jardim.
Desta vez não deixámos os sacos de compras de Camden Town no autocarro.
Não chegámos ao aeroporto e afinal o voo que tínhamos comprado era para dali a um mês.
Desta vez não deixámos o passe dos transportes sabe Deus onde.

Mas...

Tinha de acontecer alguma coisa!

Claro que tinha. Numa viagem dos Brás da Silva tem de haver aventura, nervos, stress. Estávamos a chegar ao fim e a cantar de galo, todos contentes.

Acordámos com as galinhas. Malas e carrinho e Isabel a caminho do metro. Descer escadas com duas malas e carrinho, chegar à plataforma e não conseguir entrar em nenhuma das carruagens. Desistir. Subir as escadas todas. Ir de autocarro. Apanhar o metro. Trocar de linha. Trocar de linha novamente. Isabel que não queria estar no carrinho. Uma hora já tinha passado e ainda faltava bastante para chegarmos a Heathrow. Estávamos finalmente na linha certa.

No meio desta canseira, tive uma luz. "David, tens a certeza que é este o aeroporto, certo?" Tinha sido ele a fazer o check in online na véspera, mas algo me disse naquele momento que não podia confiar nele. "Acho que sim". Como assim, achas?! Não tínhamos rede nos telemóveis para confirmar. Lembrei-me que devia ter um pdf no telemóvel com esse registo. LGW?? London Gatwick? Ia tendo uma coisinha má, mas desceu em mim um "vamos lá resolver esta porcaria JÁ!" Perguntei no metro, um senhor ajudou-nos. Teríamos de trocar de linha mais à frente e ir até Victoria. Em Victoria, com sorte, apanharíamos o comboio a tempo. Quanto tempo demora até ao aeroporto? 30 minutos. Olhei para o relógio. Impossível. Ainda ter de trocar de linha, sair em Victoria, comprar bilhetes. Bem. Vamos tentar. Fiz as contas, novamente. O comboio chegaria às 10h15 e as portas para o check in fechavam às 10h25. Mas e se o comboio se atrasasse? Como ir até ao check in em menos de 10min com a tralha toda?  Corremos desvairados. A essa altura já tinha visto algumas alternativas, como ir no voo seguinte para o Porto. Mas, com uma criança de ano e meio, ainda ter de fazer mais uma viagem de comboio até Lisboa, pareceu-me uma ideia terrível.

Conseguimos. Conseguimos!!!

E viveram felizes para sempre. até à próxima viagem.

6 comentários:

  1. Bem que stress mas acabou tudo bem é o que importa. Também uma viagem sem aventura destas não é viagem!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Só me ocorre dizer uma coisa: HOMENS !!!
    Não dá...hahahah

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Tive um stress desses a ultima vez que estive em Londres, corri Stansted estilo maratona porque pensei que tinha bastante tempo para o transfer e então marquei o bus da Terravision! Nunca mais caio nessa! Sai do centro de Londres as 14.15h apanhamos imenso transito, Voo as 17.45h! Cheguei a tempo porque passei à frente de toda gente na segurança, não tinha malas para despachar e o avião atrasou 15m à chegada de Barcelona!!! Fiz cruz, transferes só de comboio!

    ResponderEliminar
  4. Tens razão. Tem de acontecer sempre qualquer coisa. Também tenho umas dessas. O que interessa é que teve um final feliz! Se qualquer maneira, há que aprender a lição: nunca confiar num homem. :-)

    ResponderEliminar
  5. "Não, desta vez não nos esquecemos da mala em casa.
    Desta vez não perdemos a carteira.
    Desta vez não perdemos o telemóvel no metro.
    Não deixámos a máquina fotográfica num banco de jardim.
    Desta vez não deixámos os sacos de compras de Camden Town no autocarro.
    Não chegámos ao aeroporto e afinal o voo que tínhamos comprado era para dali a um mês.
    Desta vez não deixámos o passe dos transportes sabe Deus onde."

    Desta vez?! Isto tudo já vos aconteceu antes?! Omg, coitados...

    ResponderEliminar