terça-feira, 27 de outubro de 2015

O sono da Isabel: já não aguentava mais!

Nunca andei a cantar de galo e sempre soube que não devia mandar muitos foguetes antes da festa. A Isabel andava a dormir muito, muito bem. Acordava, quando muito, uma vez por noite para o leite e voltava a dormir. Podia ir lá o pai ou a mãe. Íamo-nos revezando. 

Há uma semana que tem sido a loucura. Louca era o que me estava a sentir. Chegava a chorar dos nervos. A Isabel a acordar de hora a hora a chamar por mim. A chorar. A fazer birras de morte se fosse lá o David. Eu chegava ao meu quarto, deitava-me com as costas todas carcomidas, dormitava e lá estava ela a acordar outra vez. Trazia-a para a nossa cama mas ela não queria nem por nada.

No domingo disse um "basta!". Ou compramos uma cama que se adapte à nossa de casal e dormimos todos juntos ou vamos comprar uma cama para ela e eu durmo com ela, alguma coisa tem de ser feita. A marimbar-me para o resto. Preciso de dormir. A minha filha precisa de dormir. O resto virá com o tempo. Nessa noite, às 4h trouxe-a para a nossa cama e ela lá aceitou, depois de barafustar. Foi o melhor que fizemos. Levei com pés nas costas e na cara, mas dormimos. Ela acordou às 7h30 e disse a maior frase de sempre: "óó c'o pai e c'a mãe". Emocionante. 

Acabámos por nos lembrar que tínhamos um colchão de cama de solteiro na dispensa praticamente novo e improvisámos ontem a nova cama da Isabel (e da mãe, muito provavelmente).

Adorou a ideia. O avô estava cá e foi ainda mais divertido. Adormeceu agarrada a mim, a receber festinhas nas costas.


Foi buscar a manta para tapar o bebé (que amooooor!)

Ainda a não perceber muito bem como é que isto da cama no chão funciona... hehehe

Vejam o pormenor que eu descobri! A mãozinha!!!



Na vigésima penúltima história da noite (obrigada tia Raquel pelo livro/puzzle que ela adora!)



A Anita e o dedo no nariz <3

O avô a tentar o imposível, adormecê-la (luz + avô = brincadeira!)


Agora vamos a coisas práticas:

- usam colchão no chão sem estrado?

- tenho aquela ficha eléctrica ali mesmo ao lado protegida, mas há mais alguma coisa que deva fazer? 

- para ela não bater com a cabeça na parede, alguma solução porreira? 

- colchas queridas e sem custarem os olhos da cara, onde?

- queria um autocolante giro para colar ali na parede branca, o que aconselham?

22 comentários:

  1. Vou passar o meu para a cama de solteiro agora no início do mês. Ele acorda nas posições mais desconfortáveis na cama de grades. Vamos ver como corre! Acho que a Isabel vai dormir mais confortável e com mais espaço pelo menos assim desejo. Não sei o que é sentir esse desespero! Sobre autocolantes talvez na Catita ilustrations. Boa noite!

    ResponderEliminar
  2. - É preferível o estrado para que o colchão seja mais estável e não ganhe tanta humidade;

    - "Colei" o protetor almofadado da cama de grades na parede (como se fosse cabeceira) para tornar o espaço mais acolhedor;

    - Em relação a autocolantes ou outros objetos decorativos, optámos por 2 espelhos em acrílico à altura dele e fotos nossas, família, amigos (dê uma olhadela aos quartos montessorianos, penso que irá agradar-lhe)

    - Em relação a colchas, há tecidos tão giros... que tal escolher um e mandar fazer?

    Beijinho e boas noites

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana.
      Aproveitando a dica de "mandar fazer", a minha mãe tem "mãos de ouro" para colchas e outros artigos de decoração.
      Daqui a pouco mostro-te o dossel (lindo! modéstia à parte eheheh) que a minha mãe fez para o quarto da minha filha.

      Eliminar
  3. Joana,

    E como correu a noite? A Isabel nao se levantou e andou a brincar pelo quarto ou a passear pela casa? Falo isto, porque é um receio que tenho.

    Beijinhos,
    Daniela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se levantou nenhuma vez. Já vamos na 4a noite. Cada dia a melhorar mais! :) (na última só acordou uma vez, às 4h30 da manhã yeah)

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Ficou bem gira a cama, é preferível com estrado, passa menos frio.
    O avô é super charmoso, sim senhora :)

    ResponderEliminar
  5. Eu desisti da cama de grades tinha ela 8 meses :P ficou muito mais fácil de adormece-la :) como ela ainda é pequenita, não quis aumentar muito a altura da cama colocando um estrado...o que fiz foi colocar um cobertor e um tapete e envolvi tudo colchão incluído) num daqueles protectores impermeáveis de casal. Não é a solução ideal, mas para já está a funcionar (inclusive tive que colocar um segundo nível de colchão - usei aqueles fininhos de cambalhota - à volta da cama!1 0 cm era muito alto para descer a gatinhar sozinha). Junto à parede coloquei daquelas almofadas tipo rolinho que se vende no ikea. Ainda não tratei do resto da decoração!

    ResponderEliminar
  6. Eu fiz o mesmo no quarto da minha filha e ela adorou, dorme as noites inteiras e para resolver o mesmo problema que tens em relação às fichas eléctricas, pus um espelho na parede, agora passa a vida a mirar-se ao espelho, a vaidosa !!

    ResponderEliminar
  7. A minha também andava acordar durante a noite porque batia em todo o lado na cama, então resolvemos comprar uma cama do ikea, daquelas muito baixinhas e foi remédio santo :)

    O colchão foi lá também, é de molas encapsuladas, ou lá como é que aquilo se chama, e custo certa de 90€, mas é super confortável e valeu muito a pena.

    Também no nosso amigo ikea compramos uns protectores de fichas de parede que custam 10 cerca de 3€ :)

    Quanto aos autocolantes, AliExpress, bom ebarato ;) Não chega na hora, mas não "morremos" com a espera.

    Colchas, o mesmo amigo tem uma data delas, com cores, com bonecos, e tem os edredons de verão, que é o que ainda estamos a usar, e comprámos 2 capas que alternamos, maravilha :)

    Quanto a não bater com a cabeça, a cama dela ficou no meio do quarto, sem estar encostada à parede, por isso não tivemos de pensar em soluções, mas colocar o protector do berço de uma forma engenhosa na parede parece-me ser a melhor ideia.

    Em relação ao estrado, acho que deve ficar menos frio se tiver estrado.

    Bons sonhos Isabel, e para os papás também :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Andreza,
      Excelentes dicas.
      Também comprei colchão no Ikea, mas fiquei na dúvida entre as molas encapsuladas e o de espuma e a vendedora achou que seria melhor sem molas para que a Inês não começasse aos pulos a meio da noite, será que foi boa opção??? ;-DDD

      Eliminar
  8. Também vou adoptar essa opção, comprámos o colchão o fim de semana passado mas tenho as mesmas questões e preocupa-me principalmente o frio e humidade no colchão.
    Vou ficar atenta aos novos comentários e partilharei também novas soluções que me apresentem.

    Boas noites!!! ;-DDD

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, a minha bebécas faz hoje 16 mesitos e desde final de Agosto que a coloquei a dormir num colchão de casal pelos mesmos motivos, não dormia nem deixava dormir Coloquei o colchão e o estrado no chão, para evitar quedas. Uso almofadas no cimo e nas laterais para evitar dói dóis na cabeça e tem sido uma maravilha =) Marina Pedrosa (https://www.facebook.com/marina.capy)

    ResponderEliminar
  10. Joana, esse cadeirão é lindo... Pode dizer onde comprou? E o tule que está junto ao colchão, está preso onde? Desculpe, mas adorei o quartinho!!
    Em relação a dormir no "chão", também já pensei nisso, mas fico a pensar que os aranhões podem atacar + facilmente (tenho pavor a aranhões)!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Comprei o cadeirão numa loja que era no Odivelas Parque e que já fechou. Foi das melhores compras de sempre! O tule está preso ao tecto, com um gancho.
      Ainda bem que gostou, fico orgulhosa hehe
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Olá!
    Nós já temos colchão no chão há algum tempo, mas já depois dos 2 anos, porque entretanto fomos tirando as grades à cama de grades :D
    O rapaz bate com a cabeça na parece com facilidade, por isso temos peluches encostados à parede para prevenir cabeçadas mais dolorosas.
    Tanto o colchão no chão como os peluches são provisórios. Isto é, o colchão vai ser um pouquinho elevado já esta semana, com paletes que compramos já tratadas e que ainda levaram um erradicador (acho que o nome é este). Quanto à proteção da parede ainda vamos fazer umas cabeceiras almofadadas mas com tempo... Acho que a solução da Ana C de colocar o protetor de berço na parede é ótima, mas o nosso está a ser usado com a mais nova :)

    ResponderEliminar
  12. Por cá estamos a começar a pensar nessas alterações no quarto da Piolha... não que ela acorde durante a noite, mas para que possa começar a ter mais liberdade quando acorda de manhã. As nossas preocupações passam pelo gato lhe roubar a chupeta se a porta ficar entreaberta! Inicialmente também deveremos utilizar um colchão de solteiro que temos de reserva, para ver como a coisa corre!
    E como dormiu a Isabel na sua cama nova?

    ResponderEliminar
  13. Cá em casa também optámos pela cama de solteiro quando ela tinha 17 meses. Foi a melhor coisa que podíamos ter feito e a minha filha adora poder mandar-se para cima da cama e gosta de "ler" os livros dela na cama. O sono dela melhorou e o nosso também :) Colei uns bonecos que comprei na tiger para afixar na parede e tenho a cama cheia de almofadas para pôr à volta. O interruptor está protegido com aqueles protectores que se encontram em qualquer supermercado. (nestes 3 meses, acho que nunca mexeu lá). Relativamente ao colchão está pousado no chão e todas as semanas quando mudo a cama, levanto-o para arejar. No entanto, acho que com a chegada do tempo frio, irei pôr o estrado por baixo.

    ResponderEliminar
  14. A minha pequena tem 9 meses e ainda não sei responder às 4 primeiras perguntas. :)
    Quanto à última, a «Little Hands Wallpaper Mural», uma empresa de 2 jovens designers no Porto (https://www.facebook.com/LittleHandsWallpaperMural?fref=ts) fez-me um wall sticker muito giro e também muito em conta (portes incluídos), que coloquei na parede por cima do berço da minha filha.
    Muito competentes!

    ResponderEliminar
  15. Não vou responder às questões que colocaste, mas vou contar-te que também estive nessa situação de acordar de 2 em 2h ou de hora a hora, gritos e mais gritos e colo e mais colo.. veres as horas a passar e saber que tens que ir trabalhar com 3 ou 4h de sono, e no dia seguinte a mesma coisa..
    Eu via que a minha filha não descansava (então se eu não descansava ela também não) pesquisei pesquisei pesquisei.. e encontrei a Filipa Fernandes e o seu livro '10 Dias Para Ensinar o Seu Filho a Dormir'. Nunca quis adotar o método do chorar até adormecer!! não é disso que se trata! Na primeira noite chorou 25/30m mas adormeceu sozinha e acordou uma unica vez às 4 da manhã, no segundo chorou 5m e ao fim do oitavo dia era só deita-la na cama e dorme das 20:30 às 7 da manhã.
    Eu sei o que é o desespero de ter vontade de me mandar para cima do tapete com ela ao colo e simplesmente dormir com ela ali ao lado, e compreendo teres 'resolvido' o problema por agora, mas é só isso, por agora, porque depois ela habitua-se a dormir contigo e não vai querer largar e nunca mais tens descanso (colegas minhas fizeram isso e ainda hoje com 5 e 6 anos não adormecem sozinhos). Desculpa o testamento. (a minha Bia tem 15 meses, também fui mãe em 2014 em nasci em 86 :P )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chorar para adormecer, a sério?

      Juro que não compreendo é capaz de fazer isso à sua filha.

      E olhe que eu não durmo como deve ser à mais de 14 meses. Mas, deixar um bebé chorar até adormecer? Não me faz qualquer sentido.

      Enfim.

      Eliminar
  16. A minha bebé tem 13 meses e estou agora a preparar essa mudança :)
    Só comentei para dizer que eu e o maridão usamos o nosso colchão de casal no chão (só com um tapete grosso por baixo, sem estrado) há quase 5 anos e não é nada frio nem húmido nem desconfortável ;)

    ResponderEliminar