domingo, 25 de outubro de 2015

Manhã selvagem

Foi das actividades mais giras e mais bem feitas a que já fomos. Único senão: apanhámos chuva. Mas nem isso nos demoveu de mostrar os animais do Jardim Zoológico à Isabel. Já a tínhamos entusiasmado com o facto de ir ver os macacos e não fugimos à palavra.

Ainda bem! Uma coisa é ir ver os animais. Outra é ir acompanhada por quem sabe (um educador/biólogo que nos surpreende com curiosidades fantásticas sobre os animais), ir ter com os tratadores, preparar a comida e alimentar lémures, no fundo, ver os bastidores do Zoo e ganhar também consciência da extinção de algumas espécies e do trabalho fantástico que o Zoo desenvolve.

Chama-se "Sábados Selvagens". As crianças que iam connosco, de 3, 4, 6 e 7 anos respondiam às questões do nosso guia e estavam maravilhadas com tudo aquilo. Os adultos também.
















Coisas giras que aprendemos.  Sabiam que:

- os flamingos comem camarão e crustáceos (e cenoura, no Zoo) e é isso que lhe dá aquela cor cor-de-rosa/alaranjada?

- as girafas quando nascem caem de uma altura de 2 metros? É assustador, mas está muito bem feito. O coração ainda não funciona a 100% e é a pancada no chão que o faz funcionar!

- o corno do rinoceronte é feito do mesmo componente que as nossas unhas: a queratina? Tal como as nossas unhas, está sempre a crescer. O rinoceronte esfrega-o e raspa-o nas rochas e afins para que ele fique "aparado".

- os papagaios "falam"/ imitam sons de outros animais para se conseguirem defender dos predadores?


Vá, vou parar por aqui. Foi bem giro. Voltaremos, um dia destes, de certezinha, até porque não ficámos até ao fim e já não vimos os golfinhos! (Para a próxima só peço um São Pedro mais inspirado, please!)

* Programa Sábados Selvagens é realizado todo o ano, das 10h às 16h30. Para mais informações: www.zoo.pt.

1 comentário:

  1. Que curiosidades interessantes, não sabia nada disso! (que inculta puf...)

    ResponderEliminar