segunda-feira, 23 de março de 2015

20 maneiras de ter um pequeno AVC

"Mãe sofre". 

É um clássico. É verdade que se sofre um bocadinho, mas tudo depende da perspectiva e, acima de tudo, da falta de calma. 

Às vezes parece que queremos efectivamente ter um pequenino AVC. Fica aqui, então, uma lista para esses momentos, para os termos o mais depressa possível. 

1 - não querer que o bebé se suje

Não será irrealista visto que estão ali as canetas e que lhe estamos a dar uma papa viscosa à boca? 


2 - não querer que o bebé suje a casa

É continuar-lhe a dar bolachas e pão enquanto se arrasta de um lado para o outro e esperar que ele vá buscar uma tacinha e coma para cima dela. 


3 - querer chegar a horas a algum lado sem ter tudo em ordem com uma hora de antecedência

O bebé é que tem de cooperar para chegarmos a horas ao compromisso.  Não, os pais é que têm de precaver todos os atrasos.


4 - querer que o bebé coma sempre o mesmo a todas as refeições

Porque nós também comemos sempre o mesmo. E adoramos estar sempre a repetir a mesma comida. Adoraríamos comer o mesmo todos os dias durante uma semana.




5 - querer que o bebé durma sem o acalmar primeiro

Nós também não precisamos disso. Só de ver televisão para ficar com sono ou ver o instagram todo no telemóvel ou ler um livro qualquer do top da FNAC.


6 - querer que o bebé fique com as meias calçadas o dia inteiro

É algo super natural. Os bebés já nascem de meias e tudo. São mais os bebés que andam à procura de meias para calçar do que para tirar. Not.


7 - querer que o bebé fique completamente quieto quando se lhe muda a fralda

Ele vai pensar que vai encher o trocador do IKEA de cocó e vai ter imenso respeito. É assim que é.


8 - querer que o bebé durma por nós termos sono

É só fazer-nos um favorzinho, qual é o problema dele?


9 - querer que o bebé pare de fazer barulho com os brinquedos

Até lhe demos só brinquedos de pano. Como é que ele consegue fazer aquele barulho todo? Especialmente aquele que conta até 10 como se tivesse um maracujá no rabo?


10 - querer ir almoçar fora com o bebé e que tudo corra bem

É só ir e vir. Qual é o problema de ele ficar quieto sem nada de interessante para fazer, preso numa cadeira ou carrinho, durante uma hora e meia? 

11 - deixar o bebé sozinho na banheira

Não nascem a saber nadar? É aplicar isso. Quando voltarmos está a nadar mariposa. Só que não.


12 - embuchar um bebé de ben-u-ron durante dias a fio e depois descobrir que afinal não era só dor de dentes

É tudo dentes. Nunca poderá ser outro tipo de dor. O melhor é embuchar durante imenso tempo. São baratos e tudo. 


13 - querer cortar todas as unhas de uma só vez ao bebé

Nós também arranjamos as unhas todas de uma só vez, por que é que eles têm de ser diferentes? Só por terem menos de 20 anos que nós?


14 - querer que o bebé pare de atirar as coisas da cadeira da papa para o chão

Parece que está a gozar connosco. Gosta de nos ver a apanhar as coisas por ele. Tem uma mentalidade dominadora e é muita mau. Adora subjugar a mãe. Ou então é só um bebé e está a ver o efeito da gravidade e a ouvir o som que as coisas fazem. 


15 - não conseguir dizer que não ao bebé sempre que ele pede que lhe leiamos o mesmo livro


Esta é lixada. Não consigo e às vezes não me apetece. Às vezes um livro de 10 páginas passa a ter só a parte do pinguim e do leão.


16 - querer lavar-lhe os dentes pormenorizadamente

Como se estivesse no higienista.


17 - querer que o bebé aceite a chucha quando está num ataque de choro

Porque nós também adoraríamos que nos espetassem um rabanete pela boca a dentro quando estivéssemos a expressar a nossa frustração


18 - querer que o bebé fique feliz no colo de uma velhota qualquer que nunca viu na vida

Nós também adoramos dar beijinhos e abraços às pessoas que vemos a passar por aí. 


19 - querer que ele volte a adormecer depois da hora normal de acordar

Se estamos cansadas, eles é que deviam dormir.

20 - ir fazer análises ao sangue do bebé e querer sair de lá menos que traumatizada
Pior. coisa. de. sempre.

3 comentários:

  1. O que me ri a ler ahahaha, fantástico texto :)

    ResponderEliminar
  2. Como eu te percebo na linha do nº 19, é que é mesmo isso

    ResponderEliminar
  3. Oh Joana, mulher! Às vezes pergunto-me o que vai na tua cabeça para posts como estes 😂

    ResponderEliminar