quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

O crime compensa (tenho pecado à bruta).

Vocês vão dizer que nem sequer é crime, que todas fazem isto, mas teria de vos explicar muita coisa (ou de lerem o blogue quase todo para trás - em breve vão poder fazer isso porque vamos editar um livro). Passei a Irene para o quarto dela no 2º dia de vida, tive imensos problemas com a amamentação, eu própria nunca fui física (de muito miminhos) e sinto que a minha proximidade física com a Irene ficou de alguma maneira (sem fazer a mínima ideia porquê) comprometida, a não ser nos momentos de amamentação. No segundo filho, hell yeah que vou fazer co-sleeping e vou aproveitar para o encher de corpinho... vai levar com doses e doses. E, sinceramente, a Irene também. Essa barreira está a desaparecer. 

Desde que a tirei do berço que a adormecemos deitadinhos com ela (temos tentado adormecê-la em conjunto à noite) e, de vez em quando, tenho dormido lá. De manhã. Das 5h às 7h ou lá o que é. Quando ela chama várias vezes e custa mais a adormecer, fico lá com ela. 

Não sei se a estou a habituar mal, não sei se ela quando crescer vai ter uma perna mais curta que a outra 25 cm, não faço a mínima ideia. Desta vez não quero saber. Não quero mesmo. Não há nada mais saboroso que me agarrar ao corpinho dela, sentir a barriguinha a subir e a descer, o cheirinho dela, tirar-lhe o cabelinho da cara, agarrar-lhe os pézinhos. 

Quero lá saber o que é que vai acontecer, isto já ninguém nos tira. As duas. Agarradinhas. De manhã. 

O crime compensa e se compensa... Nada me voltará a afastar dos meus filhos. Essas regrinhas e receios acabaram. É o que nos fizer melhor ao coração. 





28 comentários:

  1. gosto muito de ti joana, e da tua sinceridade! és muitas vezes a minha companhia a estudar, quando oiço a mega-hits :)

    http://clienteperfeito.blogs.sapo.pt/ visitem e divirtam-se!

    ResponderEliminar
  2. Por aqui eu bem queria mas a criança só quer dormir sozinha :(

    ResponderEliminar
  3. Eu gostava era de dormir sozinha com o pai da criança. Mas o cansaço vence.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah por aqui igual. Adoro dormir com a filhota mas tenho saudades de dormir com o marido...sem a filhota no meio! Nunca liguei a isso de dormir na cama dos pais porque eu adorava dormir com os meus ahah m faz me falta dormir em conchinha...

      Eliminar
  4. O meu filho adormecia sozinho e dormia a noite toda.
    Quando mudei de emprego ele deixou-se disso. Agora é o contrário. E eu? Adoro. Adoro que ele adormeça ao meu lado.

    ResponderEliminar
  5. Concordo com tudo e faço o mesmo com a minha de 7 anos(Uuups)... Acho que quando ela já não quiser sou eu que vou chorar baba e ranho :D

    ResponderEliminar
  6. A coisa que mais gosto de fazer e parte melhor do meu dia é quando me vou deitar com os meus filhos. Ele sempre dormiu comigo (foi o primeiro) ela sempre dormiu tão bem e sempre foi tão independente que só agora aos dois anos é que me deito com ela, para meu próprio gozo ;)Eles dormem no mesmo quarto, um dia deito-me com um, outro dia com outro, vimos um pouco de tv, conversamos, cantamos e depois dormimos. É o melhor do meu dia ;) Nunca percebi essa historia de os miúdos não poderem dormir com os pais, dizem que ficam com medo, não são independentes...O meu filho levantasse a meio da noite atravessa a casa no escuro para ir ao meu quarto, maior independência e sem medo que isto não sei qual é ;)Já penso na parte em que vai ser adolescente e já não vai querer dormir comigo :( Não quero!!!!
    Sónia Evangelista

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... e chega rápido... o meu adorava dormir comigo quando o pai não está mas agora... já se deixou disso... tem 12 anos... agora é a vez da mana lol

      Eliminar
  7. Boa noite!!
    Tenho uma pequenina de 2 meses e sempre dormiu no berço da chicco next to me, bem pertinho de mim! Como se não bastasse adormece sempre agarradinha ao meu dedo e de manha vem senpre dormir na caminha com a mamã... :D
    Como vai ser depois?! Não faço ideia, nem quero saber...
    A única coisa que sei é que ela vai crescer e isso já é assustador que chegue... :)

    ResponderEliminar
  8. De fato que raio de ideia Joana, um bebé indefeso acabado de nascer sozinha numa cama de grades e num quarto longe do calor da mãe.
    Ainda bem que abriste os olhos!

    ResponderEliminar
  9. Mesmo. Eu, com o segundo, tenho aproveitado muito mais. Dorme connosco, teve/tem muito mais colo... E não é por gostar mais ou menos é só mesmo porque o tempo voa e da primeira, como não sabia disso, não aproveitei tanto. E como não sei se virá mais algum, é aproveitar enquanto dá.

    ResponderEliminar
  10. O meu torresminho também é de março de 2014, não foi para o quarto dele com dias, mas foi com 6 meses (li algures que era assim que se fazia, lol) correu tudo muito bem, até que veio o inverno e ficou doente, com bronquiolites, falta de ar... para onde é que ele foi??? Dormir com o papá e com a mamã e assim foi o inverno todo, até que comprei uma cama de grades para ficar no nosso quarto. Agora, adormeço-o na minha cama, às vezes vai para a cama dele, outras vezes adormeço com ele e já de lá não sai (coitadinho do menino, a cama dele está tão fria, diz o papá :)), outras vezes acorda a meio da noite e vai para a nossa cama... Ouço tanta coisa, que não é assim que se faz, que estou a habituá-lo mal... mas eu estou como tu, Joana, um problema de cada vez, agora estamos muito bem assim, não acho que lhe esteja a fazer mal, muito pelo contrário! Ainda ontem deitado ao meu lado me pediu um beijinho e disse "ti amo"... há lá coisa melhor!?!?!?! Beijinhos às Joanas, sigo-vos religiosamente. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenha problemas que eles chegam a uma altura deixam de querer a nossa cama :( :( :(

      Eliminar
    2. Não tenha problemas que eles chegam a uma altura deixam de querer a nossa cama :( :( :(

      Eliminar
  11. Joana...
    Eu tenho um com 10 anos e outra com 5 anos!
    O Rodrigo sempre dormiu connosco até a mana nascer.. depois passou para a cama dele sem problema algum!
    A Joana (sim tb tenho uma Joana) hoje em dia ainda dorme comigo e assim será até ela querer!
    Volta e meia a nossa cama é assaltada pelo mano mais crescido.. mas não nos preocupamos.. apenas ficamos mais apertados! :D
    E é tão bom acordar e vê-los aos dois abraçadinhos...
    Acredita... não estás a criar uma "criatura" mimada..dependente ou seja lá o que for que te digam.. estás a criar uma criança com amor, criança que com a idade certa seja um adulto independente e feliz!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Desde a primeira semana em casa que a minha filha dormia na alcofa ao nosso lado e por volta das 7h no biberon da manha tomava-o na cama e adormecia no nosso meio. Hoje com seis meses, já dorme há um no quarto dela mas de manhã fica sempre na ronha connosco na cama. As vezes adormecemos primeiro que ela e rla fica acordada a dar nos festinhas até adormecer. É a melhor maneora de começar o dia! O mimo e o amor só faz bem. Depois na adolescência vão andar a bater com as portas e a dizer que nos odeiam xD
    Ps-com tanto mimo e tanta coisa não está estragada :p à noite adormece sozinha no berço no quarto dela ;)

    ResponderEliminar
  13. A Joana, mais que ler os meus pensamentos, parece que vive dentro do meu coração! Às vezes - quase sempre - parece que dá voz aos meus sentimentos!!!! Obrigada por me fazer sentir tão mais segura! Um enorme abraço

    ResponderEliminar
  14. Há 1 ano e meio que o meu marido passa mais tempo fora que em casa e, desde essa altura, que somos 3 a dormir na mesma cama (eu, o meu filho de 3 anos e a minha filha de 22 meses). Quando o pai está de volta somos 4. Se um dia eles vão ter medo de dormir sozinhos? Pois não sei, um dia de cada vez.

    Com o mais velho nunca o adormeci na maminha, nem ao colo. Ele com 1 ano passou para o quarto dele, com 2 anos começou a adormecer sozinho e agora com 3 anos e a irmã bebé por perto, perdemos todas essas manias tontas de super mãe e é tudo ao molho e fé em Deus. Somos muito mais felizes. Não há choros, nem birras, nem amuos... eles estão sempre bem dispostos e felizes na hora de dormir. Ela ainda mama.

    ResponderEliminar
  15. Essas regrinhas criadas por psicólogos com teorias super antigas e ultrapassaras não têm lógica nenhuma. Nós somos resultado da natureza. Onde se viu as crias dormirem longe da mãe? Não faz sentido... Não vão ser crianças independentes?? O meu filho nunca chorou para ficar no colégio desde o primeiro dia que foi com 2 anos e meio. Hoje com 4 anos dorme em casa da avó quando quer sem problemas. É super sociável. Não tem nada a ver.
    Nunca se viu alguém se tornar psicopata por dormir com os pais, ou ter colo sempre que precisa.
    Se calhar se houvesse mais colo e mais carinho, e caminha dos pais havia menos malucos.
    De muito colo aos seus filhos que é o melhor remédio do mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta mensagem é antiga mas deparei-me com ela ao andar à procura de temas de "sono". Ri-me sozinha com a frase: se houvesse mais colo havia menos malucos. É que passo a vida a dizer o mesmo! Só regras e meninos independentes desde que nascem.... Depois olha... Dá bullying ;)

      Eliminar
  16. Como eu a entendo!! À minha primeira filha até tinha receio de pegar de mais, para não a "habituar mal"porque iria para a colégio com 4 meses e aí ninguém tinha tempo nem pachorra para lhe dar mimo (receio de mãe de primeira viagem ).E acabou por ficar uma barreira que está a ser destruída aos poucos. Agora da segunda pensei que seria a ultima e colinho e mimo não faz mal a ninguém. Com seis anos continua a pedir colinho e é muito mais carinhosa e consegue espessar mais facilmente os sentimentos que a irmã. Por isso Joana tem é de aproveitar ao máximo.

    ResponderEliminar
  17. São tudo mitos.. A minha irmã mais nova dormiu com a minha mãe até os 10 anos, e agora com 14 não podia ser mais independente.

    ResponderEliminar
  18. Dormirem com os pais não tem mal desde que não se torne uma regra. Tem é que se perceber se eles dormem connosco porque gostam do aconchego ou porque têm medo de dormir sozinhos. Incentivar medos e receios pode ser contraproducente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como assim "incentivar medos"? Se a criança tiver necessidade de aconchego pode, se tiver medo, já não? Não percebi. Se tiver medo, terá de ir para a cama sozinha e vencê-lo sozinha? Que sugestões dá?

      Eliminar
  19. Eu não ligo a regras...faço o q acho melhor para nós... E o que funciona... Aos 3 meses a baby C. passou para o quartinho dela (ser verão ajudou...)... E adormecia sozinha na caminha dela ( passávamos o dia juntas e já devia estar farta de mim...ehehe)... ela gosta do espaço dela e dorme a noite toda... Mas desde que voltei ao trabalho adormeço-a bem a garradinha a mim... As duas juntas a ver TV no sofá ou a ler histórinhas... Mexe no meu cabelo e faz festinhas... Não há melhor que isto...

    A sesta de domingo também é sempre no colinho da mamã...

    A minha única regra é amar e sentir o amor dela...

    ResponderEliminar
  20. É tão bom roubá-los do berço naquelas últimas horas da madrugada :)

    ResponderEliminar
  21. É tão bom roubá-los do berço naquelas últimas horas da madrugada :)

    ResponderEliminar