sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Desejos: o pai da criança vai na cantiga?

Da gravidez da Isabel, não me lembro de ter tido grandes desejos. Apetecia-me vinho, tinha inveja de uma bela caipirinha ou de um mojito (estou a notar aqui uma certa constância no álcool...), adorava comer laranjas e mais laranjas e beber limonada. Ah! E caramelos, tipo rebuçado, de frutas. Tirando isso, acho que não suspirei por grande coisa.

Agora? Agarrem-me. Nesta fase, todos os dias me apetece comer doces. E todos os dias levo com a encarnação da PIDE. Mas eis senão quando...



Fiquei toda contentinha. E surpreendida. Duplamente! É que isto foi depois da derrota do Benfica! Das duas uma: ou exagerou nas minis... ou também precisa de chocolate para afogar as mágoas. Só pode.


E vocês? Algum desejo louco na gravidez? O pai da criança faz-vos as vontadinhas?

7 comentários:

  1. Só inveja de beber álcool e pena de não comer sushi e saladas (em qualquer lado excepto em casa)
    Básicamente o que não se pode lol

    Blog LopesCa | Facebook 

    ResponderEliminar
  2. Bem eu tenho sempre desejos or doces ou comidas específicas, grávida ou não :) . Mas quando estive grávida da Lara lembro-me de ter muita vontade de comer hambúrgueres daqueles de criança do burguer king. Todos os dias lanchava um.
    Agora tenho comigo muitas malpassadas e magnuns de amêndoa. De vez em quando lembro-me e lá vai o meu namorado comprar sempre muito solícito.
    Como tive diabetes gestacional na primeira vez e já estou nas 21 semanas estou a controlar-me mais agora.

    ResponderEliminar
  3. Só tinha desejos de ketshup e pêssegos :)

    ResponderEliminar
  4. O k mais me apetecia comer quando estava gravida eram laranjas, gelados de limao que comia essencialmente quando andava enjoada, gelados de limao faziam os enjoos parar e tive vontade de comer tambem daquelas gomas que picam... como nao encontrou daquelas gomas o namorado trouxe-me un saquinho muito fofinho com gomas das outras... valeu a intenção ������

    ResponderEliminar
  5. Do João Maria comia muitos pêssegos amarelos, agora do António, no início só me apeteciam salgados, tipo piza, cachorros, folhados mistos, tostas etc... Mas depois passo sempre para a vontade de comer doces e chocolates sobretudo! Mas mesmo sem estar grávida sou do mais guloso que existe! Já no final da gravidez deu-me um desejo enorme de comer arroz doce e durante o trabalho de parto dizia ao meu marido que depois daquilo tinha mesmo de comer arroz doce! Ele pediu à minha mãe para levar é assim foi. Nessa tarde o arroz doce soube-me pela vida!

    ResponderEliminar
  6. Olá Joana! Agora que está grávida novamente, sente necessidade de frequentar workshops sobre maternidade ou aulas de preparação para o parto? Ou nós mães ficamos logo doutoradas no primeiro filho? Coloquei essa questão no meu blog mas ninguém me ligou nenhuma eheh :) Bjinhos

    ResponderEliminar