sábado, 25 de julho de 2015

Eu não vos digo?



A minha miúda (adoro esta expressão, quase tanto quanto a catraia ou a 'nha Isabel) tem uma grande pancada. Não nos pode ver descalços. No outro dia, quase fiz xixi a rir com a figura do meu rapaz só de boxers e ténis calçados a andar pela casa. A Isabel não se calou até ele se calçar. Se nos vê descalços na sala, faz o percurso até ao nosso quarto e traz-nos sapatos, maiores do que o antebraço dela. Já nos trouxe desemparelhados, mas se lhe explicarmos que não são iguais, surpreende-nos com o mesmo par passado um minuto. Na piscina, no outro dia, era vê-la a distribuir os chinelos pelos seus progenitores, quando queríamos estar descalços para ir à água.

Onde é que ela foi buscar isto é que eu não sei, até porque sempre a habituámos a andar descalça pela casa e nós andamos quase sempre descalços, ao ponto de ser um perigo ir ao quarto dela, com os pés a colarem ao chão, durante a noite.

Eles têm com cada coisa, não têm? (Silêncio constrangedor em que vocês não reagem e me deixam sozinha a achar que a Isabel não joga com o baralho todo.)

Assim de repente não me consigo lembrar de nenhuma pancada que eu tenha tido, mas lembro-me bem de uma do meu irmão (agora que já te fiz ficar meio comovido com o texto de ontem, toma lá para aprenderes!) que tinha de cheirar tudo o que lhe aparecia à frente. E tudo é tudo: uma parede, uma bola, um poste na rua, a toalha da mesa do restaurante, o copo. Tudo. Ah! E outra, a atravessar a estrada, na passadeira, tinha a mania de coçar com um pé a outra perna, o que dava um jeito enorme, como devem imaginar, e deixava a minha mãe de cabelos em pé. Já era maiorzinho, mas não sei com que idade ganhou todos estes tiques e manias. Passaram.

Afinal, ao pé disto, ainda não tenho de chamar um colete de forças cá para casa.

5 comentários:

  1. Olá Joanas!!
    Olha e eu que pensava que o meu bébé, há de o ser sempre, era o único com essa mania... pois além de tentar calçar tudo o que vê, inclusive os sapatos da mãe, ralha connosco para que os calcemos também, ele ainda não fala, mas penso que vai ser isto que o vai por a falar... por isso não chames um colete de forças, como sempre tenho ouvido dizer por tudo o que acontece: é normal e faz parte.
    beijinhos
    Mara C.

    ResponderEliminar
  2. Muito engraçada a Isabel :) o meu tem pancada por meias. Foi um castigo para que o convencesse que crocs e sandálias se calçam sem meias (a não ser que ele fosse britânico ou alemão! ). Sempre que lhe calço sapatos sem meias começa logo "meia? ". Depois também adora sacos de papel, se vê algum saco pela casa agarra-o e anda a passear por toda a casa. Outra paixão são os chapéus, adora, quando vê chapéus, ou até mesmo o capacete da bicicleta, põe logo na cabeça :)

    ResponderEliminar
  3. Ahahahah, a minha filha é igualzinha! ;)

    ResponderEliminar
  4. Olá.
    Afinal parece que são todos iguas :-)
    A nha'Alice (lol) faz o mesmo. É que nem podemos ter o chinelo calçado, mas com o calcanhar meio levantado, isso para ela não é estar calçado. Temos mesmo de terminar o assunto ;-)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Aqui também tenho de andar calçada ou o Gui tem um piripaque. Ele também prefere andar calçado. E o curioso é que chama pé aos pes e a todo o tipo de calçado. Não sei porquê. Se lhe disser vai buscar o pé, ele traz os meus sapatos ou os dele. Mas se perguntar pelo pé do Gui ele ergue o pé dele é aponta. Enfim. Beijinhos

    ResponderEliminar