terça-feira, 21 de julho de 2015

Não será cedo demais?

Aproveitei a hora de almoço para vir arranjar as unhas. À espera da mãe, uma miúda, de sorriso rasgado, que parece ter dez, onze anos. 

Afinal não está à espera da mãe, está à espera para arranjar as unhas. "Adora! Agora tem ido para a escola de lábios vermelhos e já teve madeixas cor de rosa", diz a mãe. "Quantos anos?" "Oito". "E não lhe estraga a sua maquilhagem? A minha neta..." "Não, tem a maquilhagem dela."
Pus-me a pensar nisto tudo, até porque, não tarda muito, a Isabel vai chegar lá.  Devemos ou não limitar estas escolhas das nossas filhas? 
Não vejo mal nenhum em ver as miúdas de unhas pintadas, brilhantes e purpurinas. Muitas adoram este mundo das princesas e do cor-de-rosa. Mas qual será a idade em que deixa de ser uma brincadeira ingénua e em que estamos a estimular, sem nos apercebermos, a sexualização precoce? Ir, aos oito anos, com lábios vermelhos para a escola deve ou não ser apoiado pelos pais? E as madeixas? Ter as unhas arranjadas por uma manicure profissional?




Quem já tem filhas mais velhinhas, conte-nos tudo! 
O que acham disto? Estou a exagerar e não tem mal nenhum ou devemos reflectir sobre estas coisas?

26 comentários:

  1. Além do contexto da sexualização precoce, estamos a permitir que se tornem/ pareçam adultas demasiado cedo!
    Com 8 anos devem estar a brincar (com bonecas ou carrinhos, ou livros ou legos..) e não a maquilharem-se e a produzirem-se como de tivessem 20 anos!
    Brincar faz falta, para que possam desenvolverem-se como pessoas, faz parte da formação da personalidade! Brilhantes e purpurinas e bonecas frozen, faz parte! Mas ao ponto de irem a profissionais?!?!?!
    NÃO CONCORDO!
    (Cada cabeça, a sua sentença! E esta opinião é pessoal e intransmissível! Mas capaz de ser semelhante (ou oposta) das demais opiniões).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se for num dia especial, por brincadeira, não me choca irem com a mãe ao cabeleireiro e arranjarem o cabelo/ as unhas. Mas ali, pareceu-me mesmo que era um hábito, pela conversa, andar de baton. E isso eu acho exagerado.

      Beijinhos, Joana

      Eliminar
  2. Devemos reflectir sim.
    É um bocado como as miúdas de 12 anos com calções mega curtos. Estarão a expressar a sua vontade própria ou a ser vítimas de uma sociedade que explora o seu corpo?
    O mais importante, além de deixar ou não fazer, é perceber porque é que se quer fazer as unhas, com que propósito, com que objectivo. No fundo, conhecer bem os nossos filhos para compreender o que lhes motiva as vontades e decidir a melhor maneira de os guiar: permitindo ou falando com eles na tentativa de os incentivar a esperar.
    Limitar as escolhas funciona bem com meninos mais pequeninos. Queres as calças azuis ou verdes (na tentativa dela não escolher a máscara do Frozen que a avó lhe deu, mas na volta quer mesmo essa e leva). Com essa idade, mais do que deixar sem ligar ao que se está a fazer ou proibir sem perceber as razões, é acompanhar, acompanhar sempre :)

    ResponderEliminar
  3. Pois eu já tenho uma com 4 anos e já pensei sobre o assunto... E não cheguei a uma brilhante conclusão.
    Já a deixei ir com unhas pintadas para a escola é verdade, como lhe ponho fitas no cabelo e ganchinhos.
    Pintar os lábios e usar maquiagem parece-me que aos 8 é cedo demais... mas faltam-me mais 4 anos para ter a certeza disso.
    Quanto são cabelo e penteados acho que nessas idades eles podem e devem usar como querem, com o corte que escolhem, porque se há altura em que não há vergonhas das nossas vontades é nesta (tenho um rapaz de 8 anos...). Pintar, fazer madeixas, fazer caracóis, etc e tal lá em casa não será permitido nestas idades. Cada um tem as suas ideias. E certezas nunca as temos :)

    ResponderEliminar
  4. Com 8 anos ninguem precisa nem deve ir mauqilhada para a escola... Unhas arranjadas?? talvez de vez em quando, mas por norma, nao...
    Eu so me comecei a maquilhar aos 20 anos, e hoje com 31 ainda nao me ajeito muito.... Nao digo que facam disso norma, mas com 8 anos ja ter a maquilhagem dela??? Acho demasiado......

    ResponderEliminar
  5. Olá.
    Eu tenho a mesma opinião, acho demasiado cedo. Mas lá está é só uma opinião.

    Com 8 anos acho que devia estar a "roubar" os sapatos de salto alto da mãe e andar pela casa, a ir buscar uns lenços e pôr à volta do pescoço e ir "sair" levando a pochet enquanto "fala " ao telemóvel. Fingir que é a professora dos nenucos ou que vais às compras à cozinha. Até pode "ir" ao cabeleiro usando as escovas e acessórios lá de casa.

    Agora ir à manicure? Arranjar as unhas? Baton vermelho para a escola? Madeixas?

    Como se costuma dizer: não sei o que me reserva a minha filha, mas... não me parece que eu alinhe!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. A minha filha tem quase 8 anos e adora pintar as unhas. Problema: eu odeio vê-la de unhas pintadas. Eu sei que ela não faz mais do que replicar os comportamentos que vê em casa (eu maquilho-me todos os dias e ando sempre com as unhas pintadas), mas ela tem 7 anos e é demasiado nova para parecer ter outra idade qualquer. Deixo-a pintar as unhas por brincadeira, ao fim-de-semana, mas ela já sabe que é sol de pouca dura. De vez em quando, finjo que lhe ponho blush e ela fica feliz da vida. Pinturas "a sério" só no Carnaval e nada demasiado sexualizado. Lamento, mas neste aspecto dou um bocado nazi e não permito tudo. Tem tempo para se maquilhar, como tem tempo para os calções curtos e para as barrigas de fora (que ela já vai tentanto, muito por culpa da porcaria das séries infantis que lhe entram pelos olhos dentro - as Violettas da vida não são nada bons exemplos!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente como eu. A minha vai fazer 9 anos e unhas pintadas só nas férias e fim de semana muito raramente. Para a escola nunca. E não posso dizer que goste muito. Maquilhagem não, um batom de cieiro com cor na loucura. E odeio ver miúdas pequenas com batom vermelho acho horrível mesmo. E atenção que eu maquilho-me todos os dias, mas acho que tem de haver um limite de idade para isso. E pintar cabelo e madeixas nem pensar. E sou sincera, acho as mães que deixam as filhas com 8 anos pintar o cabelo umas irresponsáveis.

      Eliminar
    2. Lénia, a minha opinião sem tirar nem pôr. Não tenho uma filha de 8 anos mas espero um dia vir a ter e também acho que vou ser um bocado nazi. Eu sempre adorei maquilhagem e pinturas e unhas pintadas e saltos altos mas os meus pais nunca permitiram. E como não fiquei nada traumatizada e quando chegou a idade comecei a usar tudo o que gostava (lá para os 14 anos talvez), acho que com a minha futura filha vou ser exatamente igual! Ainda para mais detesto ver miúdas com unhas pintadas e todas escamadas. Não, acho que não vou alinhar nisso...

      Eliminar
  7. A minha filha tem 15 meses, ainda é pequenina para essas coisas mas já quer andar com a malinha na mão, como a mãe. Acho natural com 8 anos quererem andar com os sapatos da mãe e mexer na nossamaquilhagem, pintar as unhas...mas tudo em casa e em tom de brincadeira. Nada feito por sistema e por profissionais...muitos menos ir maquilhada para a escola.
    Uma filha de uma amiga de 4 anos acha piada às unhas da mãe e nos dias especiais, como o aniversário, a mãe leva-a com ela à manicure e a esteticista que também é pessoa amiga, por graça, pinta-lhe as unhas mas de um tom clarinho e por ser uma ocasião festiva. Até acho graça... Mais do que isso é acelerar o crescimento, o ser adolescente, o que com 8 anos me parece muito cedo.

    ResponderEliminar
  8. Não tenho filhos, mas tenho uma prima. Apesar de só ter 4 anos adora maquilhagem, pintar as unhas, roupa... Basicamente é uma vaidosa!
    Muitas vezes que tive que ficar a tomar conta dela ficávamos o serão a maquilhar, eu a pintar as unhas dela e ela diverte-se muito com isso. Mas em casa, a brincar com a prima.

    Quando vou sair e estou a maquilhar-me lá vem ela pedir que lhe ponha um pouco de sombra ou lhe pinte os lábios. E eu ponho, mas passando 2 minutos já não tem nada e já anda ela a brincar com o irmão como uma maria-rapaz eheh

    Mas daí a ir de lábios vermelhos para a escola ou fazer madeixas? Está muito longe e acho que nem lá irá chegar pelo menos enquanto for criança.

    ResponderEliminar
  9. Joana, que bom texto! Sou mãe de duas meninas com 7 e 3 e só usam unhas pintadas nas férias do verão, quando não estão na escola, apesar de pedirem imensas vezes ao longo do ano!! Cabe-nos a nós pais (e educadores) travar essas investidas de "serem grandes antes do tempo". Tal como outra leitora escreveu, nesta idade - 8 anos- deveria brincar, ler livros, passear com os amigos ou a família e não perder tempo no cabeleireiro! E o batom vermelho....bem, para esse nem arranjo palavras.... mas se a mãe adora e ainda alimenta essa ideia, quem sou eu para condenar?!

    ResponderEliminar
  10. Não vejo mal em as meninas pintarem as unhas ou usarem a maquilhagem das mães em casa, de vez em quando. Já irem maquilhadas para a rua aos 8 anos é outra coisa e não concordo, nem permitiria se tivesse uma filha. E para a escola nem pensar! Aliás, acho que a própria escola não deveria permitir que ciranças tão pequenas aparecessem maquilhadas com batons e sombras e madeixas no cabelo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sou professora e apenas posso dizer que no caso em que os pais permitem e alimentam esses caprichos (sim na minha opinião uma criança querer sair maquilhada é um puro capricho) se por acaso dizemos algo uiui.....maezinhas no dia seguinte à perna......actualmente a opinião dos profs já não é valorizada; mesmo noutras situações, um exemplo, uma colega chamou a atenção de uma Mãe pois a sua criança tinha piolhos, algo natural nestas idades, vocês nem queiram saber acusou a minha colega de discriminação e que devia era ensinar os meninos em x de se preocupar em espreitar as cabeças dos mesmos....surreal

      Eliminar
  11. Ola, e a primeira vez que comento aqui no blog 
    Tenho 3 filhotas, uma filha de 8 anos, uma de 5 anos e outra de 9 meses, vivemos em Inglaterra neste momento.
    A escola da minha filha mais velha não permitem maquilhagem, unhas pintadas elas usam a farda da escola e não podem alterar a vestimenta e eu o que acho disto? Acho muito bem. Acreditem as mais velhas são vaidosas adoram pintarem-se e se eu deixo ,sim deixo nas ferias escolhemos um dia e fazemos o dia da make-up elas adoram. Acho que assim ficamos todas contentes elas porque eu lhes dou um dia divertido com algo que não lhes deixo fazer no dia-a-dia e eu porque adoro ver as minhas princesas felizes :)

    Vao ter tempo para se pintarem,agora e para brincar muito .
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente com o uso de farda nas escolas
      Ass: Prof do comentário anterior

      Eliminar
  12. Tive uma situação parecida com a sua, no meu caso vi uma menina que ainda não tem 3 anos ir para a creche, frequentada pelos meus filhos, de sandálias de salto alto!
    Podem chamar-me de retrograda, e até abordei esse assunto no meu blog, mas eu não consigo conceber, mesmo que por brincadeira, uma menina tão pequena, ainda frágil na sua habilidade, andar de salto. E não, nem era um salto de tacão largo, eram uns um bico, (ao que parece, são os sapatos de Elsa de Frozen), fiquei chocada sim, sou retrograda sim, acho que há uma idade e altura certa para todas essas coisas, que começa na adolescência, não quando ainda são tão pequeninas.
    Portanto na situação que descreve, continue a achar que é muito cedo, pintar as unhas aos 8 anos, em casa com a mãe, numa brincadeira, porque não? Agora numa profissional, alem disse já ter a sua própria maquilhagem e ir de lábios pintados para a escola, madeixas na minha modesta opinião é cedo demais.
    Eu pergunto, esta sexualização precoce, não poderá um dia prejudicial?

    ResponderEliminar
  13. Eu pinto, muito de vez em quando, as unhas à minha filha de 4 anos, mas tons clarinhos. Nunca lhe maquilhei o rosto.
    É importante deixar as meninas explorar um pouquinho este mundo feminino, porque o que no fundo elas querem é imitar as mães ou alguém próximo que gostam e que se maquilha. Mas daí a levar lábios pintados de vermelho para a escola... tenham paciência! Isso é demais, assim como a porcaria das madeixas, que só estragam a beleza natural das crianças.
    Trabalho numa IPSS, e este ano letivo fiz C.A.T.L. Confesso que havia sobretudo uma menina de 9 anos que me impressionava como a mãe a deixava vir vestida para a escola com roupas mínimas e provocantes, e com os lábios pintados. Felizmente o professor também não achou piada e a mãe moderou-se um pouco. Mas foi algo que me chocou imenso e que vou lembrar sempre, sobretudo quando a minha menina for para a escola.
    Ela tem tempo, na adolescência, de experimentar estas roupas (mas sem excessos! É que nem pensar!) e de se maquilhar um pouco. Até lá vai aproveitar ao máximo a maravilha de ser criança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também acho que brincadeiras em casa e no fim-de-semana (mesmo que vão à rua assim), são saudáveis. Eles copiam os modelos que têm. Agora, para o dia-a-dia, parece-me excessivo!

      Eliminar
  14. Acho que depende muito do contexto. Nas férias, ao fim de semana, em ocasiões especiais e em jeito de brincadeira, não me parece mal. Não sei qual era o contexto dessa situação... Se calhar não era algo rotineiro.
    Quando são muito pequeninas acho que é normal quererem fazer o mesmo que as mães mas, com franqueza, ainda não tenho uma opinião bem formada sobre isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu também acho que se for uma coisa esporádica não cai o Carmo e a Trindade. Gerindo bem as coisas e limitando à brincadeira de casa, a um dia especial ou a um passeio de fim-de-semana, não me choca.

      Eliminar
  15. Tenho uma filha de 8 anos, que é super vaidosa! adora "roubar-me" os sapatos de salto alto, enquanto o irmão (de 6 quase 7) "rouba" as gravatas do pai e fazem "casamentos" de bonecos ou fazem o "casamento" deles mesmos. de vez em quando lá vai à maquilhagem de brincar (que a tia lhe ofereceu nos anos) e pintam-se um ao outro (ficam a parecer uns palhacinhos, mas eu deixo...) Isto claro está em casa, ir para a escola maquilhada NUNCA!
    Nas férias do verão quando me pede pinto-lhe as unhas, já sabe que em tempo de escola nem vale a pena pedir, a resposta será sempre não!
    Deixo-a(os) escolher a roupa que quer levar para a escola, entre 3 opções previamente aprovadas por mim, bem como o corte de cabelo que quer(em) e o penteado (tranças/rabo-de-cavalo/2 tótós/por ai).

    Cada vez mais as crianças tornam-se demasiado cedo mini-adultos.. vejo muitos exemplos disso na escola dos meus... e só posso lamentar pelas crianças, os culpados são sem duvida os pais/cuidadores que o permitem, fazendo-os crescer à força...

    ResponderEliminar
  16. Olá! Bem, acho que a minha opinião vai de encontro a todas as que tenho lido aqui no blog! Tenho uma menina de quase 6 anos, o que ela adora pintar unhas e batons! Pinta de vez em quando, sim, de rosa, ou aqueles que so tem uns brilhantinhos.. Tem um batom do cieiro que ela diz que dá brilho (normalissimo, sem cor, mas ela delira!).. Adora o carnaval porque só aí, e apenas aí, lá se faz mais umas pinturas na cara... Acho que é uma situação super normal, as meninas adoram este mundo dos crescidos, as mães é que tem que saber impor limites, adorei o dia da make-up, que uma mãe falou aqui! Achei uma optima ideia! Quanto às roupas e sapatos, bem.. a minha já se fartou de me pedir umas sandálias de "salto salto" como ela diz.. porque já viu meninas da idade dela com algo do género.. é algo que eu acho completamente descabido, isso sim! tal como as barrigas de fora e os micro-calções/saias... Aproveito para dizer que adoro o vosso blog! Nunca tinha comentado, mas leio tudooo! (:

    ResponderEliminar
  17. Concordo com tudo o que ja foi dito! e queria so acrescentar mais uma coisa, sera que aos oito anos essa menina tem nocao que ir a manicure custa dinheiro (claro que tem! mas do que se poderiam comprar com o mesmo valor)? Numa epoca tao complicada como esta em que se vive, esse dinheiro (na minha opiniao) e completamente mal gasto, e preciso dar valor aos bens e que as coisas nao caem do ceu! Para mim vai um bocadinho mais longe do que a sexualizacao precoce...
    Para alem disso, se aos 8 fazem assim como sera aos 15?

    E claro que tambem nao acho mal por brincadeira pintar as unhas e pouco mais, faz parte da infancia imitar os adultos...mas como ja foi dito tem tempo para tudo...aos oito anos deviam ser criancas e nao mini-adultos.

    ResponderEliminar