12.21.2015

Médico ao domicílio por 10 euros.

Eishhhh, vocês sabem quando têm ideias excelentes e ficam a adorar-se durante dias? Foi o que me aconteceu. Na sexta-feira, só para terem noção, foi uma médica lá a casa auscultá-la e por 10 euros. 

E isto porquê? Quando temos filhos pequeninos, de certeza que não estamos loucos para os levar para um hospital, para as urgências. Se estiverem constipados ou engripados, para piorar, podem apanhar frio, etc. 



A Irene precisava de ser auscultada, para sabermos se tinha falta de ar ou não e se finalmente optávamos pelo antibiótico (fiz figas para que não, mas já está a clavamox). 

Lembrei-me que o Frederico (mê maride) é sócio ACP e que já tinha lido algures que iam médicos a casa. A minha mãe também tinha uma coisa do género, mas era com a Cruz Vermelha. Liguei para lá para saber o que era preciso e, basicamente, não sendo a Irene sócia, não pode usufruir dos benefícios. 

Porém! Poréeeeem, perguntei: e se ela for sócia? "Ah. Oferecemos às quotas até ela fazer 18 anos, podemos inscrevê-la ainda hoje e sendo assim daqui a aproximadamente 45 minutos o médico irá ter com ela". 

E por quanto? 10 euros.

Ai filhos, vamos mas é fazer a miúda sócia do Automóvel Clube de Portugal apesar de ainda nem sequer saber andar para a frente no elefante da Fisher Price. Tenho é depois de me lembrar de cancelar isto quando ela atingir a maioridade. 

A experiência foi fabulosa. A médica chegou super rápido. Adorei a médica, super tia, super despachada. Chegou e começou logo a refilar a dizer "tô toda a colar, tô toda a colar, c'órror" por causa do aquecimento. Foi muito simpática para a Irene. Reparou que tínhamos a casa de pantanas e fez aquele olhar de quem "humpf... não sabem receber" (adorei haha). Foi muito prática, senti que me tinha ouvido, auscultou a miúda e viu os ouvidos sem choradeiras (da miúda, que não são as médicas que costumam chorar). O Frederico quis tirar daquelas dúvidas à médica que não tinham nada que ver e ela depois de uma resposta ("agora estou com a Irene" - adorei), ouviu-o também com atenção e foi muito descomplicada nos conselhos. 

Não sei quantos médicos tem a ACP, mas calhou-nos esta Dra. da qual ficámos fãs e vamos pedir sempre que seja ela - esperando que esteja de serviço. 

Já tivemos experiências desagradáveis com serviços do género. Houve um médico (um da Cruz Vermelha) que disse que eu tinha uma pneumonia e afinal não tinha nada do género. 

A minha sugestão é que cruzem sempre informação com o pediatra. Foi o que fiz. A pediatra dela não podia vê-la e, assim, depois disse o que podíamos ou não fazer. Não concordou com os vapores e mudou a dosagem do antibiótico (para o dobro, para bater certo com o peso).

Foi óptima a experiência. Assim para coisas mais "pequeninas" aconselho. 

Já experimentaram? Vão experimentar?

Se calhar nem precisam de ser sócios e eles, por serem, têm direito a isto! Fica a dica.

20 comentários:

  1. Eh lá!!! Vou estudar bem isso!! Muito interessante mesmo!! Tenho dois filhos pequenos (17 meses e 5 anos) sendo um deles asmático e dava-me um jeitão isso, principalmente nesta altura do ano... Mas o mais provável é que nesta zona não abranja esses serviços... Mas vou cuscar e falar com o marido a ver se dá!! Obrigada pela dica ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho um seguro do género (medicare, acho) e dá-me imenso jeito, dado que onde estudo só há serviço de urgências e, longe da mamã, cada ida lá eram uns 30 euros e muitas horas de espera :/
    Por isso deixa lá o seguro à Irene até ela acabar os estudos, pelo menos xD

    ResponderEliminar
  3. Já usámos, cá em casa só o André é que é sócio, exatamente por esse motivo. Fica mais barato que pelo seguro Multicare (20€). Não fiquei foi tão fã da médica... Melhor sorte para nós da próxima vez :) As melhoras da princesa

    ResponderEliminar
  4. Já usámos, cá em casa só o André é que é sócio, exatamente por esse motivo. Fica mais barato que pelo seguro Multicare (20€). Não fiquei foi tão fã da médica... Melhor sorte para nós da próxima vez :) As melhoras da princesa

    ResponderEliminar
  5. Joana, a propósito da última frase do post, a informação no site da ACP é: "Assistência médica em casa por apenas 10€/consulta, quando um dos pais ou avós for associado."
    (https://www.acp.pt/o-clube/servicos-e-produtos/0-13-anos/faz-te-socio)
    De qualquer das maneiras, há muitas vantagens mesmo. Obrigada pela partilha!
    (E obrigada pelas sugestões de presentes para o meu marido. Já me inspirei!)

    ResponderEliminar
  6. Fica a dica, quem não for sócio ACP e for Cliente Frequente no MillenniumBCP é exactamente a mesma coisa... 10 euros e o médico vem a casa no prazo maximo de duas horas....

    ResponderEliminar
  7. Não posso deixar de comentar.....vapores?? Não estão recomendados segundo praticamente TODAS as guidelines médicas mais recentes....clavamox (um antibiótico de largo espectro....) e uma pediatra que sem observar a criança dobra a dose....? Eu não teria ficado assim tão contente com o serviço.
    Estamos em Portugal, país com um sistema de saúde público universal e tendencialmente gratuito (para as crianças é 100% gratuito), pelo menos enquanto as empresas deste género não proliferarem de tal forma que acabem com ele.
    Bem sei que ir para um hospital e arriscar a trazer de lá mais um vírus ou uma bactéria não parece uma solução razoável, que o tempo de espera é longo......mas comodidade em detrimento da qualidade? E porque não recorrer aos cuidados de saúde primários? Os Médicos de Família estão mais do que preparados e habituados a lidar com este tipo de situações!
    Fica o desabafo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vera, a dose foi pensada de acordo com o peso da criança. ;) Não foi tipo "toma lá morangos". ;) Quanto aos vapores, cruzei com a pediatra por isso mesmo, também não me pareceu adequado. Cruzarei sempre informação. A questão da Irene era simples. Tinha de ser auscultada só para saber se tinha falta de ar. Pronto. ;) Beijinhos

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Se a dose tivesse sido dada correctamente e ajustada ao peso, a pediatra não teria corrigido a dose para o dobro. Ainda por cima numa associação com ácido clavulânico. Portanto, talvez tenha sido mesmo "toma lá morangos"...

      Eliminar
  8. Adorei a Tia!

    ResponderEliminar
  9. É isso mesmo que vou querer quando estiver em jogo a vida dos meus - um médico que vá a casa por 10 euros. A banalização de coisas sérias...

    ResponderEliminar
  10. Deixe-me ver se percebi: adorou e recomenda uma médica que prescreveu METADE da dose recomendada para a infecção da sua filha, é isso? Não está mal, para 10€ :)

    ResponderEliminar
  11. Vou tentar ler isto como pura ironia ou pensar que tudo se passou na cabeça da autora...
    Olha tenho a minha filha doente, vou experimentar um serviço do qual não tenho experiência nenhuma. No final, paguei 10 euros por um serviço do qual ainda tive de confirmar telefonicamente com a pediatra da criança a qual concordou com quase tudo, excepto que uma das prescrições não está indicada e a outra estava numa dose metade da recomendada para o peso da criança (para não falar na escolha do antibiótico, ou se sequer seria preciso...) Só tenho pena dos profissionais de saúde que se sujeitam a este tipo de trabalho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. If you give them peanuts, you'll get monkeys, é mesmo isso...

      Eliminar
  12. Olá a todos!
    A minha mulher e eu somos leitores do blog e este tema toca-nos bem de perto. Temos dois miúdos e, por problemas semelhantes ao da autora, ficámos tão insatisfeitos com os serviços que decidimos fazer um projecto nosso de médicos ao domicílio.
    Arrancou no dia 4 de Dezembro e deixo-vos aqui a nossa página de facebook e o link para download da app.
    https://www.facebook.com/knok.healthcare
    https://appsto.re/pt/jI4n_.i
    De facto, não conseguimos preços iguais aos do ACP, mas, em compensação, os doentes conseguem ver o CV do médico, escolher o médico que vem a casa e, no final da consulta, avaliar o médico para os outros doentes verem a avaliação.
    Este serviço permite pedido de reembolso pelos seguros de saúde, portanto em média, quem tem seguro de saúde, paga mais ou menos metade do preço anunciado.
    Espero que seja útil e que vos resolva um problema como nos resolveu a nós!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A nossa história, contada pelo Observador
      http://observador.pt/2015/12/11/knok-um-medico-ao-domicilio-favor/

      Eliminar
    2. Bravo! Justo e transparente para todos :)

      Eliminar