terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Querem que a primeira palavra seja mamã?

Adoramos que os pais se dediquem aos bebés, adoramos que se adorem mas, por dentro, ai dos nossos filhos que não digam primeiro "mamã". 

Estou convosco, mães cujos filhos, depois de tanto mês a depender só e somente da mamã, são ingratos ao ponto de começarem a balbuciar primeiro um "papá" ou, pior, "papapapapapapapapa". Que dor. É aqui que, mais uma vez, a nossa capacidade de representação é posta à prova: 

"Oh meu amor, que querido! Fico tão contente que a primeira palavra dela seja papá. É mesmo comovente, olha para mim a chorar e tudo, amo-vos tanto." - lágrimas caem, mas de nervos e por estar a fazer um esforço enorme para não enfiar os dedos com uma camada de gelinho antiga nas pálpebras do pai





Truques para que o bebé aprenda primeiro a dizer o que interessa (mamã, portanto): 

  • Assim que consigamos perceber que gostam de nos ouvir cantar (ou a tentar cantar), cantarmos todos os dias durante meia hora a música "Mamã, eu quero" sempre no máximo da nossa expressividade e, se possível, com coreografia a acompanhar. É cansativo? É. Ouvir "papá" primeiro, depois de termos feito com que aquele perímetro cefálico saísse do nosso perímetro vaginal também. 
  • Sempre que o pai apareça ou fale com o bebé, referirmo-nos a ele como o "eutdgihfkjn". "Olha, quem é ele, é o uridfjksx, gostas do gruekjdf"? Sim, é intencional ir variando. Se a miúda nunca ouvir a palavra papá e, se o nome do pai for super complexo e for mudando, estamos a ganhar território à grande. Vale tudo, meninas. Vale tudo. 
  • Quando desconfiarem que o bebé tem fome, provoquem-no dizendo (no tom mais agudo possível, vocês sabem como é) "quer maminhas? quer maminhas?" e depois dêem-lhe de mamar. Se possível, acompanhem esta provocação sonora com o por mesmo os seios de fora. Assim, o bebé começa a associar o som "mam...mam..." a coisas que ele gosta e/ou precisa e/ou o consolam. O pai agradece mais uma oportunidade para nos ver as nossas chuchinhas (ou então, como o meu, diz que, para ele, já nem são mamas porque está farto de as ver).


Nota: Não garanto resultados, mas garanto que tentar obtê-los assim é divertido. Nem que seja para mim, deste lado, a imaginar-vos a fazer isto tudo ao mesmo tempo e com as mamas de fora. ;)

7 comentários:

  1. A primeira da minhs foi papá com 6m, mamã com 7 praí. eu adorei ouvi-la a dizer "papá" , e ele ouviu tb , ficámos todos babados.

    ResponderEliminar
  2. Ahahah. Grandes dicas! Mm que não funcione vale pelo espectáculo:)

    ResponderEliminar
  3. Eu não sei se recomendo isso ahaha! Porque o meu nunca disse nem mamã nem papá (ainda não diz mas sabe identificar quando perguntam), a primeira palavra foi gá (gato) e já tá . Mais tarde mama foi para se referir a comida/ mama! estava a fazer sopa "mama", tinha fome "mama" fruta "mama". Basicamente para ele eu era quem dava comida e mama. À avó já chamava as comida de "papa". A minha sina era essa ser encarada como comida!

    ResponderEliminar
  4. O meu bebé tem 3 meses e já me deran tb uma dica muito boa: nunca dizer "vamos papar" é comer, para que a primeira palavra não seja "papa" e toda a gente diga que é papá ;)

    ResponderEliminar
  5. A primeira palavra do meu filhote foi "cão"! Qual papá e mamã! ;)

    ResponderEliminar
  6. A minha teoria é q a palavra q mais digam, não importa a idade, seja: PAPÁ... sim, imaginem a cena: 3h da manhã, despertador pronto a tocar daí a 4 horas, pai ressona há horas, depois de um dia cansativo no trabalho e 50 trabalhos para corrigir e outros tantos relatórios para fazer, ainda vamos pôr a máquina da loiça e da roupa a lavar, apanhamos alguns brinquedos espalhados para não pisar um lego pela 1003453ª vez nesse dia... e depois de arrastarmos os pés escadas acima em direção à bendita cama, fechamos os olhos... o sono chega.........E....... e o menino acorda.. qual a palavra que querem q ele diga?!?!

    ResponderEliminar