sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Carta à minha educadora

Lisboa, 12 de dezembro de 2021
Querida Educadora Margarida,

Escrevo-te esta carta para te dizer "obrigada". 

Sou uma criança feliz, também graças a ti.

Quando te conheci, com cinco meses e meio, sorri. Não sei se por seres lourinha como a minha mãe, ou por teres esse ar bem-disposto, mas gostei logo de ti e saltei para o teu colo.

A minha mãe Joana chorou nesse dia. Ela acha que eu não notei, mas nós damos sempre conta quando os nossos pais estão tristes. É que, sabes, eu sou a coisa mais importante na vida dela! Já estava na barriga dela e ela dizia que me ia proteger para sempre. E, nesse dia, ela sentiu que eu não era só dela: era do Mundo.

Mas depois começou a perceber que eu era feliz ao pé de ti, que tratavas bem de mim, me davas comidinha, brincavas comigo e me davas colinho, quando eu estava mais rabujenta. Desculpa se um dia quase te furei os tímpanos, mas não tinha como te explicar o quão chateada estava. Também te zangas de vez em quando, não é? Pois, comigo é igual, tens de me dar o desconto. 
A minha mãe já percebeu que eu ficava contente contigo, com a Lola - que eu adoro, tem uma voz alta e forte e faz-me rir! - e com todos os meus amigos. Comecei a gatinhar e fiquei imparável, disse-vos "olá" com 8 meses, protestei muitas vezes a mudar de roupa (odiava!), choramingava quando me metiam na cama (para quê dormir quando há tanto para fazer?!), mas também sei que vos dei muitas alegrias.

A minha mãe disse-me que vos admira muito.
Eu também. Se sou hoje uma criança feliz, meiga, confiante e desenrascada, devo-o também a vocês. Pelo menos é o que ela diz. Obrigada!

Um grande beijinho, 
Isabel

P.S. E aquelas bolachas que a minha mãe vos ofereceu no meu primeiro Natal, lembram-se? Ela armou-se em fada do lar e até nem se saiu mal! Ficaram com tão bom ar e eu não pude provar nem um bocadinho! A vida é tão injusta! ;) Espero que tenham gostado.












Receita do Glacê: 200g de icing sugar, 1 clara batida em castelo, umas gotas de limão
Misturar corantes alimentares









Massa de gengibre Ikea (sim, porque a mãe é preguiçosa e adora estas bolachas)
Formas de natal e envelopes com etiquetas El Corte Inglês
Frascos de Vidro Ikea
Pastas de Açúcar e decorações My Cake; decorações variadas: Jumbo/Continente
Frascos do melhor doce de tomate do Mundo, feito pela avó Rosel. Obrigada, avó!










6 comentários:

  1. Ui! A SIC que tenha medo que tu um dia destes passas mas e' a apresentar a rubrica "Na cozinha com Joana Paixao Bras".

    ResponderEliminar
  2. Estou com inveja... Da tua paciência, talento e dedicação :)

    ResponderEliminar
  3. Joana, posso fazer uma perguntinha? Essa embalagem de massa de bolachas deu para quantas?
    Está tudo com um aspecto delicioso! Que prendada :)

    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Joana! Só fiz metade do pacote e deu para 15. A massa é tão, tão boa. Aconselho! ;) beijinhos

      Eliminar
  4. Bolachas de natal!! Por aqui também somos fãs!!!

    ResponderEliminar