sábado, 20 de dezembro de 2014

O que faço com a miúda?

A Irene está quase a fazer 9 meses (passou tão rápido, credo!) e sinto que ela já está muito mais presente, mais "pessoa", mais interactiva! Claro que é normal visto que já ultrapassou umas dezenas de saltos de desenvolvimento (ver aqui). 

O que é que posso fazer com ela? 

Posso fazer um assado? 

Até queria ir ao Jardim Zoológico, mas será que lhe vai fazer alguma diferença ver animais ao vivo ou olhar para os mesmos peluches que vê todos os dias umas duzentas vezes? E se ela adormece no carro? Volto para casa? Será que ao entrarmos no Zoo ela vai achar mais piada às grades das jaulas do que aos bichos que estão por trás? É bem menina para ficar deliciada com as meias de cores em vez de olhar para os Gorilas e para os Ursos. 

Gostava de ir ao Oceanário, mas mesmo que ela goste, será que se lembra disso 10 minutos depois? Não vai a falar sobre isso no carro, super entusiasmada, até chegarmos a casa, de certeza. O maior manifesto de entusiasmo até casa será provavelmente um saralhoto na fralda (o que já dá para fazer uma grande festa, como vocês sabem). 

Até perceber o que posso fazer com o raio da gaiata, vamos andar de baloiço. É barato, sempre dá para a comida descer e para ela dar uns arrotinhos (para não dizer peidinhos, que seria falta de classe e não me posso esquecer que a Joana Paixão Brás assina com dois apelidos, finória ;))


video

O pai da minha filha está sempre a dizer "para quê? Para quê ir passear com ela se ela nem sabe o que se passa?", mas já sabe, não sabe? Pode não ter lembranças de nada, mas tudo isto contribui para um bem-estar geral dela, não é?

Senão era igual tê-la a repartir um tupperware com uma alheira ou ir passear... e não acredito!

Faz bem, sempre. Nem que seja porque a mãe fica feliz e passa isso à bebé. 

Agora, ajudem-me a convencer o marido a laurear!



4 comentários:

  1. Ir com ela ao parque ou dar uma volta na praia é sempre bom. Eles adoram apanhar ar. Pelo menos a minha adora, mas já tem 15 meses. O chato é o frio que está hoje. Nem eu sei onde ir com ela hoje...

    ResponderEliminar
  2. Como eu te entendo! Eu por mim fazia já todas aquelas coisas de criança com ela (ir ao Zoo ia todos os dias se pudesse)! Mas olha, os concertos para bebés (que a Joana foi) são muito bons para eles. Não se devem lembrar, mas tiras fotos e mais tarde eles vão gostar de relembrar (ou saber que estiveram lá) e isso é quase uma lembrança! Vejo isso pelo meu sobrinho que fez montes de atividades em bebé que adora ver nas fotos e se falarmos nisso ele diz que se lembra... E sim, também é importante por ti e pela energia positiva que trás, nem que seja por veres pessoas! O parque é sempre um bom passeio! Nós temos um pertinho de casa e sempre que o tempo permite, vamos lá um bocado e ela adora, tanto pelo baloiço, como pelas outras crianças a brincar!

    ResponderEliminar
  3. Ó F!!! Vai passear com a menina! Hoje por acaso está muito frio para ir passear... Basta respirarem pela boca e pumba! Ar gelado a passar pela garganta e para os pulmões... Mas F, vai que é giro e sim, ela topa as cenas :)

    ResponderEliminar
  4. ah, para convencer o marido... pois, também não sei... também dificilmente consigo convencer o meu. Mas no outro dia fomos até à Costa dar uma volta, e eu por mim ia até à areia, mas ele corta-se logo, ou é porque está frio, ou porque ficamos cheias de areia nos sapatos e enchemos o carro de areia, blablabla! mas acho que aos poucos ele vai vendo que ela interage e que as fotos até ficam giras, e vai querendo fazer coisas também! :)

    ResponderEliminar