terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Jurei nunca bater na minha filha...

... e vou manter. A sério que sim. Claro que não falo de dar uma sapinha na mão. Isso acho que deve ser dado quando necessário.

Porém, a miúda anda a tirar-me do sério. Está naquela fase de atirar tudo da cadeira de alimentação abaixo, mas já há imensos meses. A sério.

E nem é tanto a questão de atirar as coisas para o chão. É que ela atira-as com um desprezo... Nem é atirar, é deixar cair, como se fosse uma princesa e os livrinhos que há 2 segundos a estavam a fazer tão feliz, agora lhe metem nojo.

Juro que o meu instinto é dar-lhe uma lição das boas. Não é bem dar-lhe uma sova, mas sei lá. O problema é que acho que faz parte do desenvolvimento deles, estão a aprender a permanência das coisas quando desaparecem da vista. A minha questão é: aos quase 11 meses também?

Não quero nada seguir aquelas teorias de que os bebés são uns monstros que fazem birras porque isto e aquilo. Ela não está a fazer isto para me testar, pois não? É que eu nem os apanho. Será para quê?

Qualquer dia já não tenho coisas para lhe dar para a mão enquanto ela está a comer - faço isto durante a sopa porque não come muito sofregamente e, com livros, sempre que viro uma página, ela abre a boca (vá-se lá saber porquê). 

Isto tudo porque ainda finco pé em não a por a ver televisão. Para quem não saiba, durante um ano, serei mãe a tempo inteiro e se a habituo a ver televisão acho que os nossos dias pioram de qualidade de convívio num instante, além de lhe piorar o sono, etc. E... "nós" não queremos isso, de certeza! Ou queremos? Ando a ficar cansada de ter que montar uma feira do brinquedo à hora das refeições maiores... grrr. 

Truques? Sem ser tv ou ipads e afins? 

13 comentários:

  1. Eu acho que está a fazer para testar, sim! :P
    Nós não temos tv na cozinha, nunca há tv à hora de refeição. ipads e companhia houve apenas uma vez, em que ele estava doente e eu estava a desesperar para ele comer... só assim comia umas colherzitas para eu ficar mais descansada. Felizmente não se habituou. Também teria de perder o hábito que se lixava.
    (nunca mais me esqueço de uma cena que vi num restaurante: pais com um casal de amigos, o miúdo devia ter uns 3 anos, ipad para as mãos, vídeos do Ruca e phones nos ouvidos... sim, phones...)
    ah dicas, querias tu! Canções e histórias.

    ResponderEliminar
  2. A minha filha tem 12 meses e faz o mesmo! Vai brinquedo vai comida vai prato vai tudo...mas é mais quando perde interesse na comida! Agora leio uma historia antes de dormir ( só para ver se adormece na hora...) enquanto leio a historia põe-se de pé na cama e vai atirando tudo para o chão...até as chupetas e os bonecos de dormir! ;-)

    ResponderEliminar
  3. Bater a sério, tareia ou uma sova, como dizes não me parece solução, mas uma palmada ou um castigo nunca fizeram mal a ninguém. De que outra forma lhe vais ensinar que não está correcto mandar coisas para o chão? Eu não sou a favor de os entreter à mesa. Quando se come não se brinca, pelo menos em casa (nos restaurantes a conversa é outra).Quando acabar de comer já pode ir brincar. Este conselho vale o q vale, pq cada criança funciona de maneira diferente, e tu é que tens de descobrir o que funciona entre vocês. Boa sorte nessa descoberta ;-)

    ResponderEliminar
  4. Felizmente, a minha bebé come lindamente. Mas ha dias em que comer a papa é um drama porque tem mais sono que fome: chora e esperneia! Uma dramática, esta bebé! :) . Quando isto acontece, canto "joana come a papa" ou outra música que me surja na altura. Ela acalma ligeiramente... acho que a hora da refeição deve ser calma e sem brincadeiras, mas às vezes tem que ser!

    ResponderEliminar
  5. Por volta dos 12 meses (pode ser a partir dos 8/9 meses e por vezes vai até aos 2 anos) as crianças atiram os brinquedos (e afins) ao chão porque é uma forma de explorarem o mundo e aprenderem. Devemos ter muita paciência e apanhar os brinquedos as vezes necessárias até eles se cansarem. Ao que parece, estimula-lhes o espírito de iniciativa e afins. Um dia eles vão encontrar uma brincadeira mais interessante e esquecer essa.

    ResponderEliminar
  6. Diz o Dr Mario Cordeiro que o atirar os objectos para o chão é também um modo de submissão por parte dos pais para com eles (bebés). Como é que se cumprimentam os reis, papa...etc,não é baixando-se? Também acredito que atiram para ver os objectos a cair, o seu som, etc... Não concordo que se apanhem objectos que eles atiram até se cansarem... porque se é algo que eles gostam de fazer vão repeti-lo mais vezes (depois de descansarem) e o objectivo é perceberem que não é algo correcto de se fazer.
    O meu bebe para comer olha para a Tv, como olha para um livro, como para uma roca a fazer barulho... o ideal seria eles comerem sem apendices ou filmes da nossa parte (nenhum de nós precisa de olhar para algo para comer não é?), mas nem sempre havendo essa nossa (minha) capacidade de o fazer comer sem se entreter um pouco, acho que tanto faz ser uma TV, um ipad, uma historia ou um livro.

    ResponderEliminar
  7. A minha faz sempre isso e tem 18 meses lol. E quando não é comida...
    Na minha casa eu ligo a TV depois de lhe dar o jantar, mas é para mim (jornal) é o único momento em que consigo ver as notícias, as miúdas nem ligam pois não sao bonecos...
    Nunca usei truques, aqui é para comer e acabou e estou na 3a filha :).
    É uma fase, por aqui esta para durar...
    Tem paciência mamã :)

    ResponderEliminar
  8. Não sou apologista de brinquedos na hora das refeições e muito menos da tv. Acho que faz muito bem em não usar tv para a entreter. Queima literalmente o cérebro das crianças uma vez que o mesmo não tem capacidade para processar todos os estímulos que recebe, sejam de luz, cor ou som.
    Concordo com uma menina acima que diz que um ralhete de vez em quando faz milagres. Sim, o atirar brinquedos ao chão tem a sua função, mas é algo que aos 12 meses já a criança compreendeu. A permanência do objecto é algo que eles entendem primeiramente com o desaparecimento e aparecimento da mãe, ou com as brincadeiras do cuco que fazemos desde que nascem. Parece-me sim que a está a testar e que a mãe está a cair =)
    Beijocas e muita paciência

    ResponderEliminar
  9. Canções amiguinha, canções. A cantoria ajuda sempre.
    Ou a história da carochinha. Com MONTES de animais como pretendentes. Na minha versão o João Ratão não caía no caldeirão, mas comia a sopa toda, o que deixava a carochinha super chateada. :D

    ResponderEliminar
  10. UI, sinceramente? Eles fazem todos isso. Todos. Não sei se é para testar, se quê. Acho mesmo que é só uma fase idiota. O meu sempre atirou coisas pelo ar, e agora continua a atirar, só porque é rapaz e os rapazes atiram as coisas. Não vale mesmo a pena eu tentar procurar uma solução lógica. Quanto à Tv... olha, também era assim cheia de ideias e agora vou pelo caminho mais fácil. Não adianta. A maternidade e avida para as mulheres já é tãooo complicada. Se me vou pôr com regras rígidas só vou piorar tudo. Não quer dizer que seja o rega-bofe, mas ok, vê tv à hora de jantar, e, então, morre???????? A sério, como já tenho escrito, as teoriazinhas às vezes só dificultam a vida a toda a gente. E não é, mesmo, por ver tv, que fica estúpido ou faz birras quando eu a desligo para ele ir brincar um bocado. Sim, que não o deixo a babar-se para ali. Como em tudo, conta e medida. Mas se Às vezes facilita a visa, porque não???

    ResponderEliminar
  11. O meu tem 14 meses e continua a atirar tudo para o chão, especialmente se tiver muitas coisas à mão, se só tiver um brinquedo ele aguentou mais sem o desprezar! Esse pode ser o truque. Se só tem um não quer ficar sem ele! Várias molas da roupa também são um bom entretém. Tambem não sou apologista da TV, nem tenho na cozinha, mas voltabe meia lá vai o João bebé para despachar! Por o ipad fora da vista deles, mas a passar músicas infantis para nós acompanharmos também ajuda. Eu já dou uns sapinhas na mão porque ele já é espertalhão e parece que já atira tudo para o chão para chatear!

    ResponderEliminar
  12. A minha filhota sempre comeu mt bem. Mas as vezes, na hora da refeição ligo o tablet com musicas de crianças (xana toc toc, o jardim da celeste, etc, etc) e ela adora comer e estar a ver os desenhos. Até bate palmas e abana-se. E ela n liga nenhuma à televisão. Ela também teve e tem essa fase de atirar tudo ao chão, com raiva e desprezo, mas seja em qualquer sitio. Mete-me uma raiva, mas tento a toda a força ignorar. :)

    ResponderEliminar
  13. com a minha primeira aconteceu isso,dela nem querer comer nada que fosse inteiro e eu ter de passar tudo senao ela nao comia!mas Tv nunca!brinquedos comecei a usar e a minha mãe disse logo que nao era boa ideia!hora da refeiçao nao é para ter brinquedos!entao cantava,fazia o aviãozinho,fazia "esta colher é pela mãe,esta é pela vóvó..."acabava resultando!mas realmente nem tudo o que resulta com uns resulta c os outros!é ir tentando!

    ResponderEliminar