quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Atenção: não usem marsúpios!

Senão, depois, não querem outra coisa...

Ela não parece contente, mas é porque estava a olhar para o Pai. ;)


Dei o meu melhor para esticar o pescoço e não se reparar na papada. O marido teve de cortar a foto assim por causa do buço. Do meu, claro. A Irene também tem mas a ela ninguém lhe diz nada, cabra. Sim, chamei de cabra à minha filha. 


Mas ela não parece muito importada. ;)



16 comentários:

  1. Respostas
    1. Pq a minha é de 16 de março (11 meses) e eu já não aguento com ela no marsúpio lol

      Eliminar
  2. Onde comprou o seu marsupio?

    ResponderEliminar
  3. Olá, Joana,
    Adorei o post do marsúpio... Mas voltemos ao assunto buço!
    A minha filha faz 10 anos daqui a 1 semana, e quando nasceu parecia uma macaquinha de tanto pêlo que tinha. Ora vai daí, eu sempre comentei com algum humor a quantidade insana de pêlo que ela tinha, e sempre me disseram "Com a idade isso cai!"... Pois eu vivi na ilusão durante quase 10 anos, mas afinal não caiu... e o buçinho dela (tenho que fazer com que aquilo tenha a sua delicadeza) é escuro. E agora vem o dilema, descolorar, não é opção, ela é muito morena, se o descolorasse ia parecer quase o Abel Xavier, e não vamos querer isso. Cêra, está fora de questão, porque se para se pentear parece que lhe estamos a tirar o escalpe, o que faria arrancar pêlos da cara com cêra. Gilette (só de pensar dá-me vontade de me mandar para o chão a rir), ia ficar tipo Zé Gato. HAHAHAHAHAHA (a imagem, o horror)

    Queres lançar a discussão a estas mães maravilhosas que te seguem a ver se arranjamos solução ao buço da minha filha????

    Obrigada e beijinhos

    ResponderEliminar
  4. E isso não funcionará como a gilette? O meu medo é esse... eles já são pretos... nascerem mais grossos! Meu Deus, só a imagem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vou experimentar o creme... logo vejo no que se transforma! :)

      Eliminar
  5. Também tenho o mesmo problema com o buso mas nem pensar que vou usar já cremes ou lâminas... Credo!

    ResponderEliminar
  6. Nada como tirar com pinça...aos bocadinhos, tira-se um ou outro e depois é só fazer manutenção, sem deixar aumentar muito. Só custa a primeira vez!

    ResponderEliminar
  7. Eu não fazia nada até ser ela a pedir.... para não achar que se passa alguma coisa arrado com ela, tem que ser a propria a querer e aí sim, conversava com ela e explicava-lhe então que há várias soluções, ou creme, ou cera, ou laser ... As raparigas quando começam a preocupar-se com a sua imagem dão logo sinal das coisas que não lhes agradam. Antes disso, é cedo. Acho uma violencia sujeitar as miudas a arranjos estéticos que elas não querem, nem se deram conta que existem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo e não concordo. A minha mãe também era da mesma opinião que a May. Até que por volta dos 10 anos, fui gozada à frente de toda a turma, quando um colega perguntou se eu tinha um campo de relvado nas pernas... Acredite que a humilhação foi grande. Foi quando comecei a fazer depilação (com cera, precisamente para não agravar o problema). Aos 10 anos é preferível passar por uma depilação do que ser sujeita a uma grande vergonha como a minha (nunca mais me esqueci!). Prometi a mim mesma, que se tivesse uma filha (que tenho) andaria muito atenta a isso para ela não passar pelo mesmo!

      Eliminar
  8. Tirar com linha? É uma técnica menos agressiva e parece-me apropriada a uma criança!

    ResponderEliminar