sexta-feira, 21 de julho de 2017

Borrifei-me tanto para vocês!

Ontem sabia perfeitamente que era "o meu dia" de fazer posts. A Joana e eu gostamos muito de escrever, mas levamos isto do blogue a sério - ambas gostaríamos que, um dia, fosse a nossa principal ocupação profissional, digo eu - e, por isso, temos uma espécie de organização interna em que, em princípio, cada uma fará um post por dia. Ontem era o meu dia de fazer um post à noite (e hoje de manhã também por compensar outro dia), mas não quis saber menos de vocês. 

A Irene costuma ficar com o pai à sexta e dormir na casa dele, mas tinha um aniversário ontem. De uma amiga minha da faculdade. Daquelas raparigas que tinham uma vibe demasiado cool para se conseguir gostar delas mas que, depois de a ter conhecido melhor, passei a gostar dela. Não somos muito próximas diariamente, mas acho que sempre nos respeitamos e admiramos mutuamente. Sempre quis mais dela, mas creio que somos as duas muito independentes à sua maneira. Acho que chegou a nossa altura, Susana. :)

Era o meu dia de folga. Muito cansada, deitei-me no sofá até chegarem as compras online e adormeci. Só quem tem gatos percebe o que é adormecer com a areia deles por limpar. É estar a sesta toda com a sensação de que estamos a dormir lá dentro. Foi terrível. Devia ter limpo aquilo primeiro. 

Adormeci, acordei com as compras - só vieram metade das compras, que nervos - e, rapidamente, depois de um banhinho, dei uma segunda demão na maquilhagem. 

Aqui vou eu rumo à Calçada do Duque. Só conhecia a aniversariante e outra amiga da faculdade, a Mónica. Não conhecia mais ninguém do grupo e eram só mulheres. Fico sempre nervosa. Primeiro, por ser uma pessoa nervosa no geral, mas nunca me senti muito confortável perto de mulheres. Insegurança, sim. 

Senti, porém, que era um ambiente seguro. Os 30 são uma idade muito mais calma nisto do território. Estavamos todas lá porque a Susana fazia anos e estavamos todas com vontade de ter uma óptima noite - nota-se muito que não estou acostumada a ir a aniversários e jantares de grupo? 

Juntou-se um grupo em que cada membro tinha mesmo o seu interesse e a sua personalidade. Adorei conhecer cada uma das mulheres daquele jantar. Talvez tenha falado demais, mas é como diz um amigo eu: "eu sou passeada". Tenho muita energia e, quando saio, extravaso. 

Não me senti julgada. Tive uma das melhores noites que me lembre e apetecia-me que este jantar se tornasse uma espécie de de tradição. 

É bom sair. Com mulheres. Jantar. A uma quinta.

Borrifei-me para vocês. Escrever um post não podia fazer parte dos meus planos de ontem, mas a verdade é que me fartei de falar de vocês na mesma, quais são os meus objectivos com o blog, o que vos quero passar e o quanto gosto de sentir que ajudo muitas de vocês a se sentirem menos sozinhas. 

Isto é: borrifei-me para vocês mas não quer dizer que não vos ame.

Não tiramos nenhuma fotografia de grupo, mas fica aqui uma tirada à socapa pela Mariana que faz com que ou este jantar tenha mesmo existido ou eu tenha ido a um restaurante aleatoriamente e tenha pedido para me tirarem uma fotografia tentando enquadrar um pouco de couscous vegetariano. 



✩✩✩✩✩✩✩✩✩✩

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade. 


21 comentários:

  1. que post tão interessante..... SÓ QUE NÃO
    mais valia não ter escrito mesmo nada se era para isto...
    mais valia ter-se mesmo borrifado nas leitoras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a minha casa :) Sinta-se à vontade para sair. :)

      Eliminar
    2. JG, que desagradável...

      Eliminar
    3. Por acaso...anseio o dia em que este blogue seja só da Joana PB. Ou que o divida com alguém com mais conteúdo. Joana, tu sabes escrever, é um dom que não muitos têm, mas falta-te conteúdo. Escreves sobre coisas banais sem ligação às leitoras. A JPB por ex escreve sobre o quotidiano, sobre coisas que todas (ou quase!) pensamos e partilhamos, mas expressa-as de uma forma poética, bem estruturada, tu entendes. Também tu saberias compor textos assim (já o fizeste) se pensasses um pouco mais para quem escreves. Há coisas que passam de humor para ridículas num ápice - a título de exemplo, repetiste inúmeras vezes no teu IG pessoal que estavas com uma infecção urinária e com herpes. Apesar de ser na tua conta pessoal, é a tua imagem, que usas para promover o blogue. Na minha óptica, mantendo este registo, viver profissionalmente deste blogue, pelo menos para ti, é utopia.
      Desculpa se o tom soará agressivo, escrever e conversar são coisas diferentes, mas tu mais que ninguém entende.

      Eliminar
    4. Cara anónima indelicada e frustada da vida,

      Se era para comentar isso, mais valia não ter aberto o computador e ter ficado a ver o Você na Tv ou o Cmtv.

      Com os meus melhores cumprimentos,

      Uma pessoa normal e feliz com a própria vida.

      ________
      Força Joana Gama, adoro o teu conteúdo, mesmo que seja sobre o facto de não teres mudado a areia do gato e em como estiveste a dormir, tens todo o direito em partilhar o teu dia-a-dia, actualmente as pessoas adoram isso e daí haver muitos canais do youtube a fazerem vlogs!!! Beijinhos ❤

      Eliminar
    5. Fico passada com a capacidade para a maldade que algumas pessoas têm.
      Passem adiante quando não gostam, bolas!

      Eliminar
    6. Por acaso concordo com a Francisca.
      E nao percebo o porque de isso ter algum mal.
      A Joana sabe (imagino eu) que os conteudos dela sao a puxar para o ridiculo. Ela tenta ter graça e nem toda a gente gosta do seu humor. . E nao percebo o porque de quem nao venera a Joana ter problemas.

      Eliminar
    7. Eu só venho pela Gama... Por isso... Ai gente chata!

      Eliminar
    8. A Francisca disse tudo. Cai no ridículo e até sinto aquela vergonha alheia a ver os stories. É um registo emocionado e amador.

      Eliminar
    9. Concordo com a Francisca. Acho que a Joana tem piada, mas comete o erro que muitos "humoristas" cometem: acaba por saturar com o suposto humor. Se uma pessoa estiver sempre a tentar ter piada, ainda que resulte 50% das vezes, vai falhar as outras 50%. Se formos pessoas com sentido de humor no nosso círculo de amigos e família, a coisa sai espontaneamente e resulta. Quando são "profissionais", com blogs, instagram, facebook, twitter, programas de rádio, aparições na tv, etc... começa a haver aquela pressão para ter sempre graça e acabam por cair em desgraça. Acho que é nesse ponto que a Joana está a chegar. Essa necessidade de ir alimentando vários canais e mostrar sempre a sua persona engraçada começa a roçar o ridículo, mas não é só o seu caso, há muitos outros "engraçados" da nossa praça pública nessa situação.

      Eliminar
    10. Por acaso não concordo com a Francisca.
      Acho que a JG e a JPB fazem uma boa dupla e as diferenças delas colmatam bem as necessidades das leitoras, porque o que uma tem a mais outra tem a menos.
      Eu, a titulo de exemplo, não gosto dos post fofinhos e românticos da JPB, não fazem o meu género, simplesmente. E quando ela escreve um desses post não o leio e muito menos faço comentários despropositados porque sei que ao contrário de mim há pessoas que gostam. Eu visito mais o blog por estes posts parvos da JG. Por isso é que estas duas fazem uma boa dupla.

      Eliminar
  2. Que indelicadeza Joana, pensares em ti de vez em quando ;)

    ResponderEliminar
  3. Joana

    Sou a Ana Rita que no post anterior "levou" tareia das suas fãs por ter mostrado uma opinião que podia beliscar de alguma forma os seus sentimentos (no entender das fãs).
    Pois eu gostei deste post. Não é preciso haver sempre um assunto especifico para falar. Neste post conta-nos o que fez numa noite desta semana. Descontraído, ligeiro e de fácil empatia. Dá para perceber que essa saída lhe soube bem.

    Ana Rita

    ResponderEliminar
  4. Eu gostei do post e adorei a resposta da JG , esta é a casa dela, a porta da rua é serventia da casa!

    ResponderEliminar
  5. Sinto exactamente o mesmo quando saio com amigas! Que devia ser mais vezes e que é sempre tão bom... Que devia ser uma coisa regular pq faz tão bem! Mas depois as vidas tornam difícil e acaba por ser de muitos em muitos meses... Se tiveres algum truque avisa :)

    ResponderEliminar
  6. Joana, acho que estás com a "carreira de blogger" em ascensao. Talvez te devesses arranjar um pouco mais ( esse cabelito...).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em português agora pf

      Eliminar
    2. Querida Joana. Uma vez que queres fazer da profissao de blogger a tua actividade profissional, talvez fosse melhor andares um pouco mais arranjadinha.
      Espero que a anonima anterior perceba agora a frase em portugues ( e nao me venha com o acordo ortografico).

      Eliminar
  7. Eu cá adoro-te, acho que és espontânea e verdadeira...Também gosto muito da JPB, mas acho que a essência do vosso blog é muito isto, serem diferentes!
    Daniela

    ResponderEliminar