sábado, 23 de julho de 2016

Almoçar fora? Nunca mais!

Sempre gostámos muito de ir a restaurantes: quando a Isabel era bebé íamos tanto almoçar como jantar (ela dormia lindamente), depois passámos a ir mais almoçar (cedinho, para não esticar muito a corda com a sesta). E, a propósito da ida da Joana Gama ao Vimeiro, lembrei-me da última vez que fomos almoçar fora os três. Fomos a um restaurante ali perto muito giro, o Noah Surf House, com uma vista maravilhosa sobre o mar e com pratos muito saborosos. Ah! E com uma simpatia de funcionários, muito queridos para a Isabel, que andou a passarinhar por ali e a fazer amigos, que é como quem diz, a roubar os brinquedos aos meninos e nós a levantarmo-nos à vez para ir ver os disparates que andava a fazer. (Tivemos vontade de ir para a esplanada, com um ambiente muito cool mas com a miúda não arriscamos tanto com o sol, uma chatice ;)

Agora? Agora não nos aventuramos com as duas. Pelo menos ainda não ganhámos coragem. É que a Luísa não usa chucha e, apesar de dormir muito bem durante a noite, é mais complicado pô-la a dormir a sesta (e acordada não aguenta no carrinho, não me apetece almoçar com ela no colo e tem um belo vozeirão quando chora - a Isabel chorava baixinho, baixinho). Não nos apeteceu ainda sair da nossa zona de conforto nem testar a nossa paciência com as duas num restaurante, porque imaginamos sempre uma cena dantesca, com as duas a berrarem, pratos pelo ar e os dois a engolirmos a comida em três tempos para nos pirarmos dali o mais depressa possível. Vai na volta e até corre bem, mas... mas...
Quando deram este passo? (uhhhh parece que é uma escolha super difícil e importante haha). É de arriscar, não é? Nas férias?  









 
Sigam-me no instagram @JoanaPaixaoBras
e o @aMaeequesabe também ;)

14 comentários:

  1. Ahh o meu também é dos que não usam xuxa nem ficava no carrinho. Solução: colo à vez e quando estava para chorar, maminha. Assim ficava sossegado. Levou com muitas migalhas haha!

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana!
    Não interpretes isto como uma crítica,mas estive a reparar e não partilhas tantas fotografias da Luísa como partilhavas da Isabel, por algum motivo??
    É que a miúda parece ser gira que se farta e adorava ver mais fotos dela.
    Beijinhos para todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que deve ser porque a Luisa se estiver acordada tem de estar ao colo :)

      Eliminar
  3. O meu também nem sempre se aguenta no carrinho... Já acabei a comer sushi com a mão esquerda (para quem não é canhota não me safei mal de todo) e ele com o rabo pingado de molho de soja (só se calou ao colo e virado para o lado que gosta)... Ehehehe
    Anonima Catarina

    ResponderEliminar
  4. A minha filha também foi assim até aos 3 meses. Não se aguentava no carrinho e eu não conseguia fazer nada porque ela só queria colo. Era um berreiro assim que a pousava (mesmo que fosse só para eu ir à casa de banho).
    Tudo passa Joana. Há bebés que precisam de mais conforto, que têm mais dificuldade em se adaptar ao mundo cá fora. Usei imensas estratégias de conforto que estão no livro da Constança (fiz inclusivamente o programa dias felizes com ela).
    Optei por usar o pano sempre que saía com ela. Claro que no carro era sempre um stress, mas depois ia para o pano e assim que eu começava a andar ela adormecia.
    Continuo a usar muito o pano, ela tem 4 meses, e já almocei muitas vezes com ela no pano. Em casa era a salvação para me libertar os braços e poder fazer qualquer coisa!
    É uma fase. Dá muito colo e mimo. Ela precisa. Daqui a uns tempos já vai conseguir não estar no teu colo.

    ResponderEliminar
  5. Fui eu que falei no Noah no Instagram :) um sítio a que vou muitas vezes pois Sta Cruz é mesmo a minha praia! O meu mais novo, agora com 7 meses era um chorão do pior! Chorava (e ainda chora) em plenos pulmões, chucha também não é com ele. A primeira vez que fomos almoçar fora ele tinha um mês e pouco. Fomos a Mafra a um restaurante óptimo próximo do convento. Estava a haver um almoço de aniversário com muitas pessoas e estava bastante barulho. Pois o rapaz dormiu o almoço TODO! Entretanto percebemos que ele gosta é de barulho, o silêncio não o deixa dormir! Ah ah ah
    Foi um bebé mais difícil pois só queria colo e chorava muito mas lá foi acalmando por volta dos 3 meses e meio. Mas nada como experimentarem ir com as duas. Nos já fomos mais vezes (ainda hoje) e corre tudo bem. Já se sabe que os mais velhos não param, não querem comer, etc... Os bebés nem são o "problema"!

    ResponderEliminar
  6. Tenho um filho com 2 anos e meio e uma bebé com um mês e meio já fomos comer fora com os dois três vezes. Vamos sempre a restaurantes com animação (Luzzo ou Siesta) e levo a mais nova no sling de argolas ou pano. Quando chora dou lhe mama, o pior é que o mais velho tb quer pois fazemos tandem nursing.

    ResponderEliminar
  7. A minha Maria Clara tem 2 meses e, por mais que tente, não quer chucha. Dormir é à noite ou a andar de carro. Tudo o que é carrinhos, espreguiçadeiras e cama, durante o dia, é para esquecer. Já tentamos, várias vezes, ir almoçar ou jantar fora mas é um filme porque ela só quer colo. É extremamente desgastante e não consigo fazer nada com ela. Queria aproveitar a licença para darmos uns passeios, com estes dias bons e é para esquecer, porque acabo o passeio a conduzir o carrinho com uma mão e ela na outra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu mais novo era assim... Nem dava para ir ao supermercado ou centro comercial (ele nasceu em dezembro), chorava o tempo todo. Só conseguia ir a algum lado com ele no sling. Caso contrário nem valia a pena sair de casa. Aos 3 meses e meio começou a acalmar e agora com 7 meses é super simpático. Aos 5 meses começou a andar no carrinho virado para a frente e adora ir a observar as pessoas.

      Eliminar
  8. Por aqui a "rifa" saiu ao contrário das tuas... O meu primeiro não se aguentava muito no carrinho ou ovo, era mais chato ir almoçar fora ou a qualquer lado q fosse com ele. Acaba por haver sempre choros ou colo.
    Mas o segundo aguenta e dorme grandes sestas no ovo. Inclusive qdo era mais bebe conseguia adormecer lá e tudo...
    Como foi mais fácil também arriscamos mais cedo. Qdo esta naquelas crises de choro geralmente é mama... Da se um pouco e acaba por acalmar. Agora q já se começa a sentar pede se mais uma cadeirinha de bebe e já aguenta noutra posição, a ver tudo e fora do ovo :)

    ResponderEliminar
  9. Mae de meninas de 10, 8 e 1 mes e meio... ja perdi conta às vezes que fomos comer fora. Na pior das hipóteses pus a mais nova a mamar para conseguir comer com uma mão. E hoje fez um coco enorme que me sujou o vestido durante o almoço. Relativizar. Foi mesmo essa a minha aprendizagem com esta filha mais nova.

    ResponderEliminar
  10. Olá, mais que comentar o choro ou calma dos bebés (os meus, um de 2 anos e uma de 7 meses, sempre foram de carrinhos, passeios, colo, maminha, tudo) venho sugerir um restaurante que é a nossa eleição com crianças. Num programa a dois, pensamos num determinado tipo de restaurantes, num programa a quatro, o cenário tem de mudar...pensemos bem no interesse que os nossos filhos terão em ficar eternidades sentados em frente a uma mesa, onde até lhes tiramos da frente os copos, talheres, pratos, para que não venha tudo para o chão? Pois é, com eles, o restaurante tem de estar voltado para eles. A nossa escolha recai quase sempre na "Cozinha d'el Rei", na Serra d'el Rei. O espaço é muito agradável, há mesas redondas grandes para ficarmos todos frente a frente e a D. Paula, um doce de senhora, tem um cantinho à disposição das crianças com sofás, mesas, jogos, carrinhos, pistas, mantas, almofadas, etc...mesmo junto às nossas mesas!! Ou seja, enquanto jantamos, a criançada brinca, quando chega a comida, juntam-se a nós, se terminam mais cedo, voltam a ir brincar! É muito bom!!! Como ementa, tem pratos fabulosos, de cozido à portuguesa, a polvo frito, sem esquecer as fantásticas pizzas em forno a lenha!!! Sugeria que fizessem um post sobre sugestões de restaurantes onde ir com a pequenada pelo país fora! Agora nas férias dava muito jeito sabermos o que poderá haver em cada zona!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Olá Joana. A minha menina nasceu no mesmo dia que a tua Luísa :) este fim de semana decidirmos sair pela primeira vez, ate porque eu já estava mesmo a precisar. Entao em vez de irmos almoçar ou jantar, fomos antes tomar o pequeno almoço a um hotel. Porque nao tentas antes o pequeno almoço? As 9:00 estavamos a sair de casa, a nossa menina adormeceu no carro e só voltou a acordar ja nos tínhamos acabado de comer. Ela usa xuxa mas começou a choramingar um pouco e peguei logo nela. Ela estava muito curiosa e olhava para tudo :) como ela estava bem disposta acabamos por ficar mais uma horinha e ela adorou. Quando vimos que ela estava a comecar a ficar aborrecida fomos logo embora. Resultado: chegou a casa e dormiu quase a tarde toda, nem chamou para comer. Nao tenhas medo que certamente vai correr melhor do que pensa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoptei essa do pequeno almoco/ ou só café em Hotel logo de manhã.. em Cascais onde moro há muitas e boas opções, mas a esquisitice do menino estava-nos a sair um bocado cara!! Ehe :) Agora já aguenta melhor.. aliás, tem dias!
      Anónima Catarina

      Eliminar