quinta-feira, 7 de julho de 2016

Não estão a ser umas férias perfeitas.

Estou a ler um livro que me está a ensinar umas coisas. Aliás, falo dele aqui e do que senti quando o fui ler no outro dia para a cama.




Há uma parte que fala sobre andarmos a mentir a toda a gente, ao mundo inteiro (a meu ver especialmente nos blogues e nas redes sociais) de que conseguimos fazer tudo e que corre tudo bem. É importante, às vezes, sentirmos que nem tudo é perfeito para toda a gente. Que, às vezes, as coisas falham. Aliás, o normal é falhar muita coisa. O segredo está em relativizar e resolver. 

Os meus sogros, o Frederico, eu e a Irene arrendámos uma casa em Óbidos. Uma casa com piscina, porque sabemos que é isso que a Irene quer fazer - a mãe também gosta de ter o lombinho ao sol, claro. 

- Apesar de nos terem prometido 4 canais, não tínhamos nenhum outro canal que não a RTP e aos soluções. 

- Não há estores, nem persianas e os cortinados são uma real... porcaria. 

- Existe uma praga de moscas imbecil que, durante o dia, só nos aborrecem. 

- Tem sido muuuito complicado adormecer a Irene à noite por causa da claridade. 

- Ela, nos primeiros dias, acordou antes das 6 da manhã por causa do nascer do sol. 

- O Frederico ressona, tenho vindo dormir com a Irene no quarto. 

- Faltam-nos tupperwares e, por isso, temos de improvisar e guardar tachos dentro do frigorífico e afins. 

- As sestas têm sido muito curtas - também por causa da claridade, apesar de termos pendurado 4577 cobertores e afins - e, por isso, não tenho tido tempo para arejar um bocadinho a cabeça. 

- Um membro da família precisou de comprimidos da farmácia e, por isso, tivemos de ir rapidamente à vila. Não vendem antibióticos sem receitas, tivemos de ir a uma consulta rápida ao médico da vila. 

- Apesar do que nos disseram, o supermercado fica mais longe.

- O pão chega à hora das pessoas normais que conseguem dormir até às 9. 

- A plasticina nova da Irene seca demasiado rápido e não foi um bom investimento. 

- A minha gata Bubbles está no hospital para ser tratada a um problema de pele - o que vale é que consigo vê-la pela câmera. 

- O meu gato Noddy está sem nós e sem a Bubbles lá em casa e a Paula - a senhora que lá vai dar beijinhos e trocar a areia e a comida - diz que ele não está muito contente (a veterinária disse que os gatos não gostam de sair de casa e que não valia a pena por uma semana). 

- Não posso dar puns à vontade porque tenho cá os sogros.

- O champô do Frederico abriu-se no necessaire e lavei os dentes com Linic.

- As almofadas, a cama e os colchões deixam muito a desejar.

- De manhã está sempre enublado e cheio de humidade, não dá para ir para a piscina.

- A piscina não tem vedação e temos de estar sempre muito atentos à Irene.


- Fiz a depilação à pressa nas virilhas com gilette, vesti o bikini e fiquei toda assada por causa do elástico.

- Tirei o verniz azul das minhas unhas e não saiu bem e agora tenho uma cor esquisita e um aspecto de quem viveu toda a vida num parque de roulotes.

- A Irene não fez a sesta num dos dias e estivemos a tenter adormecê-la imenso tempo.

- Almocei pimentos e estou a arrotar que nem um gordalhufo à antiga.

Nada disto interessa (exceptuando a situação dos comprimidos que é realmente chata). Nada é perfeito e nunca tenho essa expectativa. A perfeição está na maneira como lidamos com as coisas, nã deixando que o menos bom nos arraste para lá. 

Isto para não pensarem, pelas nossas fotografias, que a nossa vida é perfeita e que a vossa não. 

31 comentários:

  1. Tinha-te pedido o contacto do aldeameno, mas se calhar vou repensar.
    O vosso blog em geral e a tua escrita em particular alegram os meus dias imensamente.
    Bem-hajam por isso.
    Deus vos dê um menino (só a vocês JG e FP)que também roube rodelas de chouriço... LOLOL (A Irene é uma delicia).

    ResponderEliminar
  2. A questão é: quem é que liga a esses pormenores, ou quem é que acha que as bloggers, as pessoas famosas, as pessoas que não conhecemos também não os têm nas suas vidas? Temos que relativizar e perceber que essas "chatices" não são nada de importante e estão longe de estragar alguma coisa. Problemas mesmo sérios são doenças e a morte, o resto tudo se ultrapassa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muuuuuuuita gente acha que "as bloggers, as pessoas famosas (...)" não têm problemas! Acredite!!!

      Eliminar
  3. É óbvio que não se vendem antibióticos sem receita. Não percebo qual a estranheza disso.

    ResponderEliminar
  4. Looool o que me ri agora!! sim é bom também mostrar realidade!! Daí eu gostar tanto de vos ler.

    ResponderEliminar
  5. Para a próxima escolhe a costa alentejana:) É calor garantido. E casa? Alentejo Blues. De certeza que arranjamos qualquer coisa ;)

    ResponderEliminar
  6. Só queixas. Há quem nao tenha dinheiro sequer para ir de férias, sabias?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas desde que haja dinheiro para a internet, para fazer comentários destes, está tudo bem. Seriously?!

      Eliminar
    2. Isso está-me sempre o meu marido a dizer, que eu só sei ver o que está mal e lamuriar-me com o que podia ser melhor... Ando a trabalhar nisso ;)

      Eliminar
  7. Olá Joana, deixo uma sugestão que já usei várias vezes para resolver o incómodo da falta de persianas: com sacos pretos grandes do lixo e fita cola tapar as janelas. No final é só remover facilmente e garante que todos tenham o merecido descanso!
    Espero que vos seja útil :)

    Fátima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vinha dizer exatamente a mesma coisa! A maior parte das casas de praia não têm estores e na mala levo sempre fita-cola para os sacos do lixo pretos :)
      Sofia

      Eliminar
  8. Um último comentário ainda sobre a sugestão de tapar as janelas com sacos do lixo: em vez de fita cola usar aquela fita castanha de fechar caixotes, normalmente segura melhor os sacos para não estarem constantemente a cair.

    Fátima

    ResponderEliminar
  9. Sacos do lixo pretos nas janelas!
    E arrisco-me a dizer que férias com crianças pequenas raramente são perfeitas ;)

    ResponderEliminar
  10. É isso - às vezes é só mudar de perspectiva e no final agradecer ;)

    ResponderEliminar
  11. Se achares que ajuda... Mete papel de alumínio nos vidros do quarto da Irene... Fica escuro, há-de dormir melhor. Aqui resulta ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ia dizer isso. Basta molhar o vidro com água e colocar o papel de alumínio. É escuridão certa. ;)

      Eliminar
  12. É por isso que eu gosto tanto de vos ler!!! Despretensiosas e autênticas!!
    E também comecei a ouvir a Mega! E adoro!!
    Beijinhos. A tua Irene é uma fofusca!

    ResponderEliminar
  13. olá Joana leio o vosso blogue à imenso tempo, apesar de nunca ter comentado. Mas desta vez tive que comentar porque pelas fotos que tens posto tenho a certeza que estás no aldeamento numa das casas onde eu estive à 3 anos. E tive exatamente os menos "problemas" que tu. Por isso eu mais do que nimguém compreendo te perfeitamente.
    Ana

    ResponderEliminar
  14. Estive em Óbidos há um mês ... Foi tão bom que regressei antes do tempo (os problemas foram outros, mas senti que estava melhor em casa)... O que achei dessa zona é que há muitos hotéis, muita promoção, e pouca infra-estrutura de uma forma geral (sim, supermercado em cascos de rolha... Havia uma suposta mercearia dentro do aldeamento, mas até a minha cozinha tem mais coisas nas prateleiras...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Supermercados em cascos de rolha?? À saída de Óbidos em direção às caldas tem um... e de Óbidos às Caldas é super rápido (e falo das nacionais)...

      Eliminar
  15. JG sempre com posts de rebolar a rir! Adoro vir cá porque realmente a perfeição não existe embora haja blogues que queiram transparecer isso. Às vezes penso se serei eu que não me organizo porque os meus dias não chegam para tanta coisa!

    ResponderEliminar
  16. Quem é que vai de férias com uma bebe de 2 anos assim sem ver se a casa tem condições? Enfim, JG a ser JG, anda a outra Joana ocupadíssima com duas filhas e vem esta reclamar na TV. Lolololol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Invomoda-a?? Então não leia...

      Eliminar
  17. Fartei-me de rir. Mas não sei se chega para a minha sorte... 1o dia de férias e filho com varicela. Ninguém merece.

    ResponderEliminar
  18. Após ler todos os comentarios todos tenho apenas um reparo: mas será que a Linic está com algum problema nas tampas? É que esta semana cheguei casa das compras e tinha alguma coisa toda rebentada. O meu querido marido foi logo culpar o meu creme de coco então lá vou eu começar a tentar aproveitar todos os bocadinhos de produto que conseguia enfiar para dentro da embalagem do creme. Quando chego ao fundo do saco e vejo o frasco de shampo todo aberto ia-me dando uma travadinha!!! Eu bem que não estava a conhecer o cheiro da pasta branca. Pois é....agora tenho um creme de coco misturado com uma carrada de shampo Linic para homem.

    ResponderEliminar
  19. O que mr ri! Adorei o post,como sempre aliás!

    ResponderEliminar
  20. :)
    Não só me ri com o teu post como com os comentários! Estou indecisa a qual dar mais pontos, pelo sim pelo não vou dar à "mãe" principal, pois ela é que está a sofrer mais neste momento!
    Joana, obrigada pela sinceridade, frontalidade, força, sentido de humor e acima de tudo noção da realidade! As tuas palavras são importantes para leitoras como eu, que apesar de ser uma optimista nata, o facto de ser mãe pela primeira vez há dois meses e 23 dias, faz-me sentir às vezes meia desnorteada! No entanto, tenho levado esta experiência como nunca pensei, com naturalidade, amo! Sou uma mãe natural e não paniquenta! Nunca pensei... Cheguei a ter medo, confesso! Tão como te vejo a ti... O mundo não é perfeito, as nossas vidas também não, mas será que trocávamos? Eu não! Aposto que tu também não, a não ser essas férias ou o local ;) daqui a uns tempos há mais e será muito melhor!
    Não resisto a uma coisa.... Sim, facto muita gente não tem dinheiro para férias... Mas muita gente não tem uma série de coisas e tem televisões gigantes, tablets de ultra mega geração e não quer férias! São opções de cada um, como a cultura e o reality show, cada um escolhe a parcela com que mais se identifica! Ahhh também há quem não tenha água, só para lembrar! Isto só para dizer que há coisas muito mais importantes a tirar deste post e deste blog do que julgamentos falaciosos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fui eu que fiz o comentário sobre a falta de dinheiro. Felizmente não é o meu caso, consigo juntar algum para passar uma modesta semana de férias fora de casa. Mas incomoda-me tanto queixume quando com certeza muitas leitoras não podem levar os filhos de férias assim. A JG tem-se pautado por um comportamento queixoso desde que voltou a trabalhar, coicidencia ou não. Deixei de gostar tanto de a ler porque parece que está "always bitching", perdoem-me o estrangeirismo.
      Neste texto so li queixinhas mimadas de quem não sabe aproveitar o melhor das coisas e esquecer as dificuldades.
      E com isto I rest my case

      Eliminar