quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Como dizer que não a isto?

Como dizer que não à miúda que acorda às 6h da manhã (e, portanto, agradeço continuar a dormir) e que diz: "mãe, quero ir para a tua cama?". 

Por muitos livros que leia, muitas coisas que os psicólogos, pediatras, blá blá blá digam... Não consigo.

Sim, filha, podes. 

Teve de tomar o pequeno-almoço na escola, ir no carro a comer qualquer coisa, hoje não tivemos tempo para calma porque dormimos até às 8h30, mas... sinto que quase que não há melhor que isto. 

Hoje. Por agora.



a Mãe é que sabe Instagram

16 comentários:

  1. A minha ainda não pede (tem 8 meses), mas qd desperta de madrugada e nós estamos tão podres de sono para a adormecer que o mais fácil é ela vir para o meio de nós.

    ResponderEliminar
  2. Oh, as pessoas complicam demais. E eles são pequeninos durante tão pouco tempo. Aproveitar agora que depois não querem nada connosco.

    ResponderEliminar
  3. Não é para dizer que não! Esquece o que os Psicólogos dizem, porque muita informação que é perpetuada está desatualizada.

    ResponderEliminar
  4. Joana, a minha filha tem 15 meses (não, não os vou contar até ela ter 18 anos ahah), acorda frequentemente às 5h outras vezes às 6h da manhã a chorar....e aponta com o defeito para o nosso quarto "han han, mamã papá"....quer ir para a cama da mamã e do papá....e nós só queremos que ela durma mais uma horita....e lá vai ela! É um miminho, um aconchego.....e é só de manhã, não virá mal ao mundo por aí! Digo eu! Beijinhos
    Filipa Carvalho

    ResponderEliminar
  5. A minha filha tem quase três anos e dorme connosco. A meio da noite o pai sai da cama farto de pontapés e vai ele para o quarto da filha. Pois... Provavelmente um dia isto sairá caro em psicoterapia... :SS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Descanse, desde que seja aceite pelo seu Marido, tudo bem. Não tema as consequências futuras da menina dormir na cama dos Pais. Tema sim as consequências de obrigar a sua filha a dormir sozinha quando ela não estiver preparada para tal.
      Se isso acontecer, aí sim, aconselho psicoterapia!
      Prefere que a criança se sinta protegida, mimada e aconchegada ou abandonada?

      Eliminar
    2. Ou acaba em divórcio.

      Eliminar
    3. Abandonada por dormir numa cama, num quarto ao lado dos pais? Oh senhora, que conceito de abandono tão radical. O bom senso parece ter abandonado as pessoas...

      Eliminar
  6. Joana o meu filho tem quase 10 anos e quase todas as noites se levanta da cama dele e vai para a minha e eu adoro. Não me parece que isso lhe tenha trazido coisas negativas, é um miúdo bem resolvido, não tem medos, é independente, gosta de ter o seu espaço, bom aluno, bom amigo, bem educado, um bocadinho preguiçoso, mas não me parece que seja por dormir comigo ah ah ah eu é que já estou a entrar em depressão, pois Prevejo que mais 1ano ou dois com a pré adolescência ele já não queira dormir com a mãe. Esse sim é o problema de dormir com a mae ah ah ah faz o que o coração manda, teorias há muitas não servem todas é para a mesma pessoa ;) BS
    Sonia

    ResponderEliminar
  7. A minha filhota com 3anos, adormece na cama/quarto dela... faz o primeiro sono lá... pelas 2h/3h da matina, sentimos ela a chegar à nossa cama... estilo Zombie.
    Sobe a cama, entra para os lençóis, aninha-se a um de nós e volta a dormir profundamente :)
    Se eu me ralo muito,... não de certeza. Quando tiver dezoito anos (ou menos) ja nao vai querer "nada" connosco. aproveitemos agora :)
    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. A minha Amélia tem quase 3 anos e meio e dorme comigo, sempre. Eu e o pai estamos separados desde o início do ano e a Amélia dorme sempre na minha cama. Neste momento não temos qualquer problema com isso. Como dizes, não há coisa melhor ;)

    ResponderEliminar
  9. Conhece o pediatra Carlos Gonzalez? Se não, leia o Besame Mucho ;) e tranquilize-se

    ResponderEliminar
  10. Como é que se diz que não a isso? Com a boca!!!

    ResponderEliminar
  11. A minha pipoca está quase nos 3 anos e dorme comigo. Não me interessa o blá blá blá pediátrico, interessa-me o seu bem e o meu ;)

    ResponderEliminar