segunda-feira, 9 de julho de 2018

Coisas que tenho comprado e que me fazem sentir outra.

Cada vez gosto mais de me sentir eu mesma, mas... esta expressão tem o seu quê de verdade. Por muito que ande a tentar abrandar no materialismo, acabo sempre por comprar umas coisinhas aqui e ali. Estas são as coisas que comprei ou que compro e que me "fazem sentir outra":



1 - Uma planta na Limbo Shop 

Vi pela primeira vez no instagram. É uma loja muito pequenina no centro de Lisboa que vende plantas, mas em que as plantas são tratadas como as estrelas. Deu-me vontade de encher a minha casa de plantas - tenho dois gatos o que torna a missão muito complicada. 

Aconselho-vos a ir. A dona é super genuína. Sabe o nome das plantas todas (não lhes deu nomes tipo velha dos gatos) e respectivos tratamentos adequados. Sabe bem ir aquela zona (tem óptimos restaurantes e brunches) e ainda saem de lá com uma Maranta como a minha que purifica o ar. Tenho-a no quarto. 




2 - Uma agenda da Happiness Planner

Uma agenda, para mim, nunca será "uma agenda". É como se fosse sempre um início. É o meu "Ano-Novo", mesmo que compre 4 ou 5 agendas num ano. Desde que comecei a comprar agendas da Happiness Planner só compro uma por ano (são caras para caraças). São mais do que uma agenda, são o que o nome indica. Estão organizadas para nos ajudarem a reflectir sobre o que nos faz felizes e organizarmos os nossos dias nesse sentido. A fazê-lo. Finalmente :)



3 - Os mirtilos da BioCabaz 

É daqui que vem os meus vegetais e frutas da Irene quinzenalmente (somos só duas lá em casa). Por conhecer o Nuno, confio piamente nos vegetais biológicos que me entrega à porta às quartas. Sei que é o que ele dá à filha também e não tenho dúvidas que há de ser o melhor para a Irene também. De tudo o que comemos, os Mirtilos dão-me aquele feeling. Comê-los na papa de aveia de manhã ou mesmo como mini-snack parece-me ser (e é) um luxo enorme. 




4 - Uma prancha de equilíbrio do Bosque Feliz 

Farta de ter porcaria lá para casa. Quero que a Irene tenha bons brinquedos. Brinquedos que direm e que estimulem a criatividade dela. Apaixonei-me por esta prancha de equilíbrio da Bosque Feliz (e toda a outra curadoria de brinquedos, para quem tiver os meus gostos).


Comprei também umas calças de linho na Oysho, mas acho que isso não terá tanto interesse. Ahah. 

2 comentários: