Mostrar mensagens com a etiqueta haters. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta haters. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Não, os meus posts não são para me armar na Mãe perfeita!

Olá a todas (e todos, que sei que andam para aqui alguns malaaaaandros). 

No post que fiz ontem relativamente a ter "deixado" o instagram - na frequência em que usava (podem ler aqui), recebi dois comentários  que poderá ser a opinião de muitas das nossas leitoras (e que eu compreendo, honestamente, que se vá por aí). 

Pode ser giro se falarmos sobre isso, até para ver se há algumas de vocês que passam a ler-me com uma voz mais simpática na vossa cabeça (ahaha, eu sei como é a voz na minha cabeça quando leio coisas de pessoas que não gosto).

Vá, uma fotografia para me odiarem mais um bocadinho. Aqui até eu me odeio porque já não tenho essa linha de maxilar (mas estou a fazer por isso, ahah). Foi na festa de aniversário da Joana Paixão Brás o ano passado :)



Comentário 1: 

"Tornas isso público porquê?"





Resposta 1: 

"Porque me apetece e acho que pode ajudar alguém". 




Comentário 2: 

"Gosto de vocês, mas parece que te estás a armar em boa, anda a enervar-me."


Resposta 2: 

"Tájenganada, quero é ajudar-me e à malta". 



Até porque costumo dar o exemplo daquilo que fiz mal... como neste post que fiz no dia anterior... 

Bem sei que há problemas maiores no mundo. E, aliás, isto nem é um problema, mas talvez ajude a esclarecer alguma coisa sobre mim. Obrigada pelos comentários. Tanto um como o outro vieram de pessoas respeitadoras e que se deram ao trabalho de dar a sua opinião. É de valorizar, claro! 




segunda-feira, 23 de abril de 2018

"Veste-se mesmo mal!"

Eu percebo a senhora. Se perguntei... ouvi! 

Fui passar este fim-de-semana ao Aqualuz Tróia a um evento de  bloggers e, por causa disso também fiz um story em que mostrava a minha roupa e perguntava: "estou vestida decentemente para um evento de bloggers?". Fiz esse post por estar com os "Vans da carneirada" e, já agora, por estar linda. 

As estatísticas do story deu metade, metade ou mais não, mas entretanto não fui rever, mas entretanto recebi uma mensagem deliciosa. Fiz print, claro, que não vos falte nada: 





Pronto. Agora somos muito amigas e vamos às compras juntas para a semana. Mas, seja como for, estava tesudona. Tenho de ir retocar o cabelo, mas estava tesudona. 







Sei que a minha forma de vestir é muitas vezes assunto, mas... esta teve que ser :)

Brincos folha e colar coração - Papaia Acessórios 

Nota: o Facebook decidiu mudar o seu algoritmo e a partir de agora vai mostrar-vos mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde fizeram like. Querem saber quando publicamos coisas?
👉 Aqui na página de Facebook da Mãe clicam onde diz “A Seguir” e seleccionam "Ver Primeiro"
Sigam-nos também no Instagram:

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Agora comentam a minha roupa?

Jaaaaasus! Tudo bem que algumas de vocês são uns amores lindos e que estão a fazer uma sugestão querida a uma miúda que lêem com frequência na net e que até a acham uma brasa, mas...  isto chegou a todo um novo nível. 

Gente, cada pessoa usa o que mais gosta. Aquilo com que se sentir mais confortável. Ou por ser onde se sente mais confortável, ou onde se sente mais confiante, ou o que estava em saldos e lhe deu na cabeça comprar por ser de uma cor gira... 

Acho que andamos a perder um bocadinho a noção quando comentamos "lá de cima" que determinada pessoa não se sabe vestir. Já não é o primeiro ou segundo post ou terceiro em que comentam a minha indumentária. 

Foi este o último post, jasus! 

Agradeço que me digam que não me favorece, são uns amores, mas "queredo!"! Não me ponham no tapete por causa disso que tenho 31 anos, são 31 minutos e ainda tenho coisas para fazer cá em casa. 

Se aqui a blogger de maternidade se quer vestir com o seu casaco preferido, a saia mais gira que tem no armário e uma camisola lindíssima que sempre que a veste adora ver-se ao espelho... deixem-na estar! 

O que importa é a maneira como nos sentimos com as roupas. O resto é postura. E essa temos a que conseguirmos ter e quando é preciso. 

Deixem lá aqui a blogger de maternidade em paz a sentir-se toda bonita nas fotografias. Mesmo que vocês não usassem as mesmas roupas ou não vos apeteça saltar-me em cima (num bom sentido). 

Pode haver roupa que me fique melhor mas que me deixe desconfortável ou menos vaidosa. Mas a maldade já não me serve tão bem.  Não sou propriamente uma pessoa que goste de ser fotografada e estou linda nestas fotografias. Linda e confiante.

Fotografia: Yellow Savages



Nota: o Facebook decidiu mudar o seu algoritmo e a partir de agora vai mostrar-vos mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde fizeram like. Querem saber quando publicamos coisas?

👉 Aqui na página de Facebook da Mãe clicam onde diz “A Seguir” e seleccionam "Ver Primeiro"
Sigam-nos também no Instagram:

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Para as leitoras que dizem que vivo a Irene intensamente...

Foi no fim-de-semana, ao contrário do que tinha previsto com o saco. E não devo ter ido mais do que 3 vezes à Praia da Costa, mas decidi ir com ela, para vivermos mais "praia" e menos um "viemos aqui e já vamos embora". 

Tempo manhoso, mas abafado e praia vazia - perfeita. Gritou, correu, quis andar nua, fez xixi, encheu-se de areia, comeu panados, pôs protector... tudo! Ficamos as duas com aquela estafa de praia e com o coração cheio de amor na praia. Das duas. 

Vivo a Irene intensamente. É verdade. Tenho os meus motivos para isso. Todas as mães os têm, além de praticamente todas sentirmos este amor que nos sai da pele. Para mim é o que de mais gratificante existe na vida além de ser a minha maior responsabilidade. Além disso, tenho outras características em mim, outros passados, outras questões que me fazem querer dar tudo sempre que posso, sabendo-me gerir e vendo-me como ser humano e, portanto, falível. 

Não fosse este um blog de maternidade e falaria muito mais de todos os meus outros interesses, mas nada nem ninguém como esta garota que, quando abri a porta do quarto dela hoje de manhã me disse: "Cucu!". 

Tenho uma relação pouco saudável com a minha filha? Duvido. Ninguém melhor que eu e ela (e o pai) sabemos o que é o melhor para ela, para nós. A Irene é a nossa vida.

Isto é como na culinária. Todos temos de comer. Há uns que gostam de cozinhar, outros que gostam menos, um que gostam com mais sal, outros com menos, uns que só consomem biológico, outros que acham isso uma seita... O resultado tem de agradar a quem confeccionou e a quem vai comer. E mais do que agradar, alimentar, servir.

Quanto mais seguras estivermos, menos tudo o que é "ao lado" nos afecta. 

Estamos bem. Espero que vocês todas também e, se não estiverem, não tem mal. Terão em vocês e nas vossas famílias as ferramentas necessárias para estarem novamente um dia. Caso não tenham, peçam ajuda. Falem. 

O truque é estarmos conscientes, atentas porque o amor todas nós temos. E tanto. 










Coisas que possam ter achado giras: 

Chapéu - Jumbo
Top de alças - Zara
Fato de Banho - Tuc-Tuc 


........................................

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Para as haters que disseram que o meu cabelo estava horrível...

Há uns tempos e porque me ando a sentir melhor comigo mesma (deve ser uma combinação de optimismo com ginásio com ter umas roupinhas novas -vocês sabem como é) decidi publicar umas fotografias de mulher contente e feliz consigo mesma: estas.  Fui logo super atacada por malta que se sentiu ofendida pelo meu cabelo. Outra coisa não seria de esperar porque olhando para o meu cabelo, percebia-se logo que era logo algo que iria motivar ódio em tantas mulheres. Vá, não é ódio, é... outra coisa qualquer. 
Pensei: estou a atravessar mais uma fase na minha vida e necessito de uma mudança de visual, por muito ténue que seja, quero efectivamente dar um retoque ao meu cabelo. Apesar de eu dizer que os comentários das haters não me afectam - 99,9% não me afecta - acabo sempre por me inspirar nalguns. Inspirei-me e pensei: "vou ao Rui". 
Salvo seja. 
Já tinha trabalhado com o Rui Canento na SIC, ele fez alguns dos melhores looks de sempre para toda a equipa que apresentava festivais nessa altura e, desde que soube que ele abriu o Hair no Chiado que só quero ser tocada por ele - no cabelo. 
Tratou de mim. Fiquei tratada. Espero que (des)gostem. ;)


Em breve o Rui vai oferecer-vos um corte e brushing! Interessadas? Querem miminhos no Chiado?

PS - As outras mães do resto do país que me perdoem, se houvesse mais Ruis pelo país, poderia proporcionar a experiência a todas... 
Cabelos - Hair - Rui Canento Salon 
...............

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.