quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Acho que prefiro ter a casa suja.

Agora que falei aqui na minha satisfação ao usar uma máquina de borbotos, aproveito e partilho convosco outras coisas que me deixam louca lá por casa: 


1) Quando o chão é acabado de aspirar e vejo uma migalha ou o que seja.

Ter a casa impecavelmente limpa dá-me mixed feelings. Porque quando está suja, entro num estado de média negação, mas quando está limpa estou num estado de constante alerta e insatisfação constante por não está perfeita. A Irene, na escola, tem um jardim com areia e quando me esqueço de lhe tirar os sapatos na banheira ou lá fora, para mim é o equivalente a me dizerem que não há internet durante uma hora. 

2) Aquela limpeza rançosa. 

Aiiii e quando achamos que está tudo muito bem limpo mas, afinal, com outra luz conseguimos ver exactamente a trajectória do pano? Aqueles azulejos que pareciam imaculados afinal denunciam que a sua limpeza foi feita com aquele paninho humido que achamos que tudo resolve e que para tudo serve, mas estamos só a molhar coisas e a deixá-las secar. 

3) O paninho húmido

Aquele paninho amarelo que vamos usando para tudo (falei sobre isso no ponto anterior, só para apanhar as marotas que não estejam a ler isto de seguida - eu sei quem são) e que vai secando, ao abandono no lavatório. Por alguma razão achamos que por ser o paninho amarelo que não acumula bactérias e micróbios e serve para lavar loiça, limpar bancadas, mas também para dar um toquezinho na camisola da miúda caso se tenha sujado de iogurte. 




4) A limpeza da pressa

Quando a casa está até aparentemente limpa mas que se nota perfeitamente que não houve grande tempo e dedicação pelas coisas não estarem organizadas simetricamente. Ao contrário de muita gente, gosto muito que me arrumem as coisas nos sítios. Desde que não sejam criativos demais. Agora ando afilita à procura do cabo que liga o teclado do computador ao computador (para carregar) e não faço a mínima ideia onde possa estar. Não me surpreenderia se estivesse na gaveta das meias. 

5) Aquela meia que fica de fora da cor da máquina que pusemos a lavar. 

Acabámos de por a máquina a lavar. Durante duas horas ou lá o que é sentimos aquele alívio de não ter de estar com um pedaço de sabão azul e branco num tanque mas, de repente, observamos aquela meia. Aquela meia que não foi com a roupa escura e que vai fazer não só que fique uma meia a mais no cesto da roupa quando a roupa for passada por não ter par, mas também por ficar a outra no cesto da roupa suja que queríamos mais que tudo que ficasse vazio. Sei que há aquela máquina de roupa que dá para pôr meias à última, mas ainda não me apareceu lá em casa. 

6) Quando há a magia do lixo.

Está tudo ok, tranquilo, podemos fechar o saco de lixo para ir pôr o lixo. De repente, a porcaria de uma tampa de iogurte que... tem de ir. Não pode ficar ali, nem vamos inaugurar um saco de lixo só para aquela tampa, então lá vai a miúda espetar o dedo dentro do saco para enfiar a tampa do iogurte bem lá para baixo. 

Nota: o Facebook decidiu mudar o seu algoritmo e a partir de agora vai mostrar-vos mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde fizeram like. Querem saber quando publicamos coisas?
👉 Aqui na página de Facebook da Mãe clicam onde diz “A Seguir” e seleccionam "Ver Primeiro"
Sigam-nos também no Instagram:

6 comentários:

  1. Oh meu deus. Sou tão assim...

    ResponderEliminar
  2. HAHAHHAHA sou igual! As meias perdidas dão cabo de mim! E o lixo idem. Panos amarelos têm que ser substituídos no mínimo uma vez por semana! Odeio aquele cheirete bahhhhhh

    ResponderEliminar
  3. Também sou picuinhas em algumas coisas, odeio desarrumação e coisas fora do seu lugar.
    Quanto ao paninho amarelo todos os dias fica a secar na torneira. Todas as semanas é substituído e vai lavar na máquina da roupa, a quente, com a restante roupa da cozinha. Fica impecável e faz com que dure mais ;-)

    ResponderEliminar
  4. Epá, tal e qual. A do pano amarelo não. Mas andar com o rabo no ar quando vejo um pelinho no chão acabado de aspirar! quantas vezes ato e Desato o lixo só para não colocar lixo num saco novo....

    ResponderEliminar
  5. Tão eu... Eu confesso tb tenho o paninho, o meu vai a lavar a quente na máquina.

    ResponderEliminar
  6. Não tenho o hábito do paninho amarelo, prefiro usar um pouco de rolo de papel cozinha.
    Para quem não dispensa o paninho creio que uma boa solução é um rolo de tecido azul multiusos que há à venda no "começa em C e acaba em ente" que é excelente para isso. Dá para lavar junto com com os panos de cozinha e ao fim de umas lavagens deita-se fora sem pensar "ai que vou deitar fora um paninho tão caro" porque não o é.

    Isa

    ResponderEliminar