domingo, 12 de março de 2017

Tenho saudades, pá!

De vez em quando ainda me assalta uma espécie de reality check. Numa de "como é que isto aconteceu?" "tenho uma miúda a chamar-me de mãe".  Acho que o luto da nossa vida PP (pré-putos) demorará ainda algum tempo a fazer - mais numas pessoas do que noutras, é certo. A mim custou muito o dia do falecimento e os meses seguintes e, aos poucos, tem sido menos doloroso. Acho que só agora estarei num período mais equilibrado para reflectir sobre o rumo da minha vida, etc.

Tenho saudades, pá!

-> Tenho saudades de acordar depois de dormir, tanto, mas tanto que nem sabia bem se era sábado ou domingo. 

-> Saudades de chegar a casa e de me deitar no sofá, a fumar e a comer flocos de neve. 

-> Tomar banho sem ninguém me interromper. 



-> Não ter de ir às compras e passar semanas só com um pacote de Chocapics em casa.



-> Não vir para casa depois do trabalho e, se calhar, só chegar lá para as tantas. 

-> Poder ser mais espontânea sem preocupações. É para ir jantar fora daqui a 15 minutos? Estou pronta.

-> Saudades de poder arrumar coisas quando me apetecer sem que estas fiquem ainda mais desarrumadas imediatamente a seguir. 

-> Saudades de poder falar ao telefone em paz - que nunca gostei mas que, às vezes, dá jeito. 



-> Saudades de adormecer à tarde e babar-me no sofá até ser noite.


-> Saudades de me sentir 100% livre para fazer o que me apetecer ao fim-de-semana, mesmo que isso implique passar o dia inteiro a fazer coisas que só a mim me agradem. 

-> Saudades de poder cantar muito alto sem que ninguém me peça para eu parar.

-> Saudades de dançar tanto e fumar tanto numa sexta-feira à noite que, no sábado, acordava deitada com a minha melhor amiga e ambas ainda a expirar Camel. 

-> Poder comer pão de alho com queijo, pizza, gelado e ainda chocolate, se me apetecer a tarde toda sem ter que me preocupar com o exemplo. 



-> Conseguir ler quando me apetecer. 

-> Saudades que o tempo passe mais devagar sem parecer que tenho 2 empregos. 


Bem vistas as coisas não é só a vida PP, é também a vida PM. É normal que deixe saudades, não é? Tudo o que não temos, mas já tivemos, faz com que corramos um risco de idealizar e de parecer melhor do que o que temos agora.

Parece tudo parvo, mas a parte do dormir, aceitava de bom grado (e as outras também). 

...............

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.


10 comentários:

  1. Eu tb tenho saudades de uma boa sesta e de de uma boa cigarrada!!!!

    ResponderEliminar
  2. E tudo e tudo e tudo!!! Podia ter sido eu a escrever! Ahhhhh as saudades de ter tempo para beber um café e fumar um cigarro na varanda! ( sem me preocupar com o exemplo, sem me preocupar com o tempo e sem me preocupar com o " vê lá se calhar é melhor fechar a janela que faz corrente de ar para a Maria" ahhhhhhh hoje precisava de ler isto. Porque hoje apetecia-me fazer isso tudo. Um beijinho Joana*

    ResponderEliminar
  3. Digo isso tantas vezes... Que tenho imensas saudades do meu tempo de "solteira"...

    ResponderEliminar
  4. Ahahahahaha....Nem mais!!!!
    Escreveu tudo aquilo que em alguns dias me invade o pensamento ( e a vontade )!!!����

    ResponderEliminar
  5. Saudades de ir comer um kebab sábado às 5 da tarde e sentir o dia a começar. Saudades de ir lá abaixo comprar cigarros e acabar no lux. Saudades de decidir, por exemplo, vou ao Porto e ir
    Lol, escrever um comentário à hora a que chegava a casa

    ResponderEliminar
  6. Apesar de adorar ser mãe, há dias que também tenho saudades disso tudo (xiuuu, não posso dizer a ninguém porque depois sou mal interpretada :D)
    Tenho também saudades de ir passar um fim de semana fora sem ter de me preocupar com o telemóvel e com as horas que regresso a casa :D
    (Fica só entre nós, ihihih :))

    ResponderEliminar
  7. Saudades de estar na praia a lagartar ao sol ou a ver uma revista! Isso é uma miragem lá para 2025!

    ResponderEliminar
  8. Obrigada por este texto Joana. Já não me sinto um alien por, de vez em quando, dar por mim a pensar exactamente isto que escreveste

    ResponderEliminar
  9. Obrigada por este texto Joana. Já não me sinto um alien por, de vez em quando, dar por mim a pensar exactamente isto que escreveste

    ResponderEliminar
  10. Joana os teus desejos são os meus!! Vai daí e somos gêmeas ����

    ResponderEliminar