segunda-feira, 13 de março de 2017

A vaidade de fazer tudo sozinha (Montessori #01)

No outro dia fui a um Workshop de Introdução à linguagem Montessori. Gostei tanto, mas tanto que até já saquei à "professora" a disponibilidade de nos escrever uns artigos em breve sobre como podemos adaptar à nossa realidade em casa e nas escolas. Em breve, terei novidades para vocês. 

Ainda não compilei toda a informação do workshop que vos queria passar, porque queria algo mais do que apenas vos "passar os apontamentos", mas não podia deixar de vos dizer algo que me ajudou a melhorar a minha relação com a Irene (não que estivesse mal). Ela desde há muito tempo que deixa bem claro que quer ser ela a fazer as coisas, nem sempre a incentivávamos (ou porque poderia sujar tudo ou porque estávamos com pressa, etc.) e a verdade é que era sempre por nos dar "trabalho". 

Isto de quererem fazer as coisas sozinhos é sinal de que o crescimento está a acontecer de uma forma normal e que querem aprender coisas novas, rumo a independência, que são seres curiosos. Claro que nem sempre é possível deixá-los fazer tudo - depende da idade, por exemplo, mas também depende do espaço.

É aqui onde entra a minha curiosidade por Montessori: de que forma poderei adaptar o espaço de maneira a não me enervar se ela se sujar toda a comer sozinha ou se quiser esborrachar um bróculo na mão? O que preciso de lhe "mostrar" antes de a deixar partir na aventura desamparada? O que depende de mim para lhe facilitar (não a tarefa), mas a aprendizagem? 

Sabiam que foi Montessori a pensar na criação de mobiliário adequado à estatura das crianças? Parece-me ter sido importante. É algo que ando a estudar e que, sinceramente, me tem ajudado a compreender a minha filha. Isto é, baseando-me mais na observação do que a move, do que a faz feliz e de como poderei fazer parte do processo, fazendo com que ela aprenda melhor. 

No dia do workshop comeu na mesa dela. Adorou. Não é pratica que queiramos que se torne rotina porque gostamos de comer juntos, mas foi especial para ela. "Parece crescida!". E para mim também foi importante para ver o que é que afinal ela conseguia fazer sem que eu estivesse sempre tipo abutre a dizer que ela não é capaz, que vai sujar tudo ou "que se faz assim". 







...............

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

6 comentários:

  1. Olá Joana,
    Que giro! Fico a aguardar mais posts sobre o assunto, fiquei curiosa :)
    Eu desde cedo que tentei que a Camila (22M) fosse tão independente quanto possível. O facto é que com 12M já comia a refeição sozinha, incluindo a sopa, que fazia mais grossa, usando a colher.
    Confesso que a o facto de sujarem tudo e de a nossa paciência ser posta, ainda me faz resistir um pouco às vezes...
    Quanto à refeição, tínhamos uma cadeira de papa com tabuleiro que cedo foi para os arrumos, optámos por comprar uma cadeira alta (http://www.ikea.com/pt/pt/catalog/products/00165213/) e um Set&Seat (https://www.madainlisbon.com/setseat) para que conseguisse fazer parte da refeição em família.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Com a sujidade só me preocupo se estivermos em casa de outras pessoas ou num restaurante, em casa não me chateia muito.. mas a pressa.. estarmos atrasados e eles insistirem em calcar-se sem ajuda, quando ainda não conseguem.. lá faço o esforço de pensar que se não deixar nunca vai aprender.. e o que eu dava para ter uma sanita de tamanho de criança!!!! Os bancos e redutores não dão o mesmo resultado que bem vejo como ele se safa melhor nas sanitinhas miniatura da escola :) fico a espera de mais ideias!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana desculpe meter-me. Em relação à sanita o Imaginarium tem um duo que é bacio e redutor de sanita com escadas e pegas laterais. A minha filha tem agora três anos e desde que largou a fralda que utiliza e agora já coloca ela na sanita e sobe. Muitas vezes qd dou conta já está despachada. Ela sempre adorou por causa das escadas :)

      Eliminar
  3. A minha filha, (que fez no sabado 4 anos pelo, desde os dois que me diz constantemente "eu sei fazer ou eu consigo fazer sozinha". E faz, desde comer a vestir-se, lava os dentes e ate no banho gosta de se ensaboar sozinha. Eu sempre dei forca porque no fim das contas ela precisa de aprender! Uma outra coisa que fiz foi fazer um horario com imagens. Tipo acordar (uma imagem de uma boneca a acordar), lavar vestir...esse tipo de coisa e funciona muito bem. Temos um para acordar ate sair de casa e um para quando chegamos da creche! Ela gosta e ajuda-a a orientar-se sozinha. Da-lhe uma nocao da ordem em que as coisas se fazem! O metodo Montessori aqui em Inglaterra é pratica corrente e a maioria das creches usa! Eu acho que é muito util e ela aprende imensas coisas! beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Parece um assunto super interessante. Eu que ainda não sou mãe fiquei muito curiosa e a querer saber mais :)

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana! Vou deixar-te uma sugestão: https://www.youtube.com/watch?v=aguutxBCgWE
    É o canal de uma brasileira que vive nos EUA, que já foi educadora de infância numa escola Montessori e educa a filha nesse sentido (filha que anda nessa escola Montessori). Ela tem um canal que mostra o dia-a-dia da família, mas onde partilha vários vídeos com actividades para se fazer com os miúdos à medida que vão crescendo, principalmente 2 e 3 anos que é a idade da filha. Acho que ias achar interessante alguns dos vídeos e das actividades. Podes tirar ideias de arrumação da casa e dos materiais para usares com a Irene! Fica a dica. Beijinhos

    ResponderEliminar