segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Não sei cozinhar.

Não sei. E acho que saber me iria fazer mais feliz.

Aquilo que cozinho nem costuma sair mal, é o chamado "come-se", tirando os "hambúrgueres da selva" que uma vez fiz para a Irene e que faz com que sempre que me oiça a fritar algo pergunte: "

Irene: Não são os hamburgueres da selva, pois não?

Eu: Não, filha, não são...  - por dentro, rio-me enquanto me cai uma lagriminha de tristeza.

Coitada da miúda. 

Por achar que não sei cozinhar, raramente lhe consigo dar comida com mais de um dia. Se aquilo já não me parece ter bom aspecto quando termino - raio de insegurança - quanto mais ainda com uns dias de atraso...? Não estou a dizer que a deite fora, mas que me custa, custa. 

Não cresci a ver alguém a cozinhar. A minha mãe dirá que terei recusado imensos convites para aprender, mas agora sinto que tudo seria melhor se tivesse sido envolvida enquanto se cozinhava. Ainda hoje, como é dia de cozinhar, já estava a pensar em actividades para a Irene enquanto ia cozinhar e rapidamente me apercebi que a vou envolver. 

Não quero que ela chegue aos 25 anos e não saiba fazer uma sopa. E não quero que vá pedir a um dos seus melhores amigos para ensinar e que, muito menos, diminua o valor que tem de si mesma por não ter sabido fazer uma coisa tão simples. 

Por isso, hoje, Irene, vais ver a mãe a tentar fazer o melhor frango de sempre. Também não sabe cortar um frango, mas há de haver um vídeo no youtube a explicar e ensinar-te-ei estas coisinhas enquanto não me puderes dizer que não. Ou, quem sabe, apanhas o gosto de pequenina e cozinharmos juntas passará a ser uma coisa só nossa.




Melhor ainda: cozinharás para mim enquanto estou na sala a ver a This is Us. 

Já agora, os hambúrgueres da selva foi uma vez em que decidi inovar na cozinha e juntar banana e côco aos hambúrgueres. Não foi um jantar feliz e, seis meses depois, ainda nos lembramos disso, ahah. 



O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram


11 comentários:

  1. Este texto espelha mesmo bem o que sinto.... Também só agora que fui mãe é que estou a começar a aprender a cozinhar. E só porque quero que a minha filha coma de forma saudável

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito da confissão "Não sei cozinhar". Eu também não sabia cozinhar, com a excepção que não tinha a percepção disso ahahah!...
    Mas admito: quando comecei a seguir as receitas da Joana Roque, passinho a passinho e sem alterar nada, aí é que percebi como não sabia cozinhar! (foi quando o maridão passou a fazer elogios rasgados à comida !!!)
    Agora, quando quero cozinhar, às vezes coisas tão básicas e que até já repito com frequência, tenho sempre o tablet em cima da bancada para não me perder e fazer alguma sem pés nem cabeça... ;-)

    ResponderEliminar
  3. Faz-me sempre muita confusão quando vejo pessoas que dizem que não sabem cozinhar. Não sou nenhuma cozinheira de excelência, muito longe disso, mas parece-me que há coisas básicas de se fazer e, com isso, consegue-se alguns pratos. Alguns exemplos.. Cozer massa não tem qualquer ciência, assim como fazer carne na frigideira com um pouco de azeite; a juntar a isto salada legumes cozidos ou salteados (que também não há muito por onde errar), temos uma boa refeição. Meter peixe com batatas no forno também não me parece nada do outro mundo, já que é só meter tudo no tabuleiro e meter uns temperos. Grelhar salmão e acompanhar com batata cozida (que pode ser esmagada e fica com uma espécie de puré) ou com esparregado é outra refeição simples. Salada russa é basicamente cozer batatas, os vegetais (até há mistura de vários congelados), o ovo e juntar atum.

    ResponderEliminar
  4. Uma Bimby ajudava, Joana. Também não sou boa na cozinha, mas comprei a minha ainda grávida e foi a melhor coisa que fiz! Já me salvou a vida muitas vezes ;)

    ResponderEliminar
  5. Boa noite.. dê uma vista de olhos no saborintenso.. tem td o tipo de receitas e o melhor o video das mesmas 😊
    Cá por casa ajuda muito.. 😘

    ResponderEliminar
  6. Joana até parece mal, mas se quiser não aprove o cometário e fica só para sua informação. Eu gosto de cozinhar e acho que a minha forma de o fazer tem "desmitificado" o não saber cozinha. se tiver curiosidade : www.mafabulouscook.pt
    Mafalda

    ResponderEliminar
  7. Oh também sou super fã do this is us.
    Joana a bimby é uma amiga do peito mesmo fazes a sopa em baixo e carne ou peixe em papelotes e podes cozer legumes e batata e cenoura a vapor para acompanhar até fruta em papelote e tudo ao mesmo tempo em meia hora. Pensa nisso com amor...
    As refeições rendem mesmo e ficam super saborosas e saudáveis e poupam-nos assim imensoooo tempo em k podemos dar banho e brincar com os nosso filhos.
    Fica a dica!!!

    ResponderEliminar
  8. Cozinha é sinónimo de "Manter Simples"... com bons ingredientes dificilmente corre mal e honestamente as coisas simples são as que fazem maior sucesso junto dos pequeninos. Uma frigideira e uma chapa de fogão, dois tachos, sal, azeite, manteiga, alhos, bifes, costeletas e hambúrgueres sejam de frango, peru, porco, vaca ou borrego, postas/filetes/lombos de peixe, massas, arroz, batatas e legumes e está tudo para haver sucesso. Dominada a arte de grelhar e fritar (não é fritar fritar, mas sim colocar um fio de azeite na frigideira) carne e peixe, de cozer massa, arroz ou batatas e legumes, passa-se aos salteados, estufados e guisados. Mas no básico o importante é não complicar e não inventar grandes temperos que para quem não conhece/domina pode correr muito mal. Bolas... qual a criança que não adora um bifinho de vaca grelhado com esparguete temperado com uma noz de manteiga e uns brócolos cozidos temperados com um fio de azeite?!?
    Os meus ontem comeram hamburgueres de frango grelhados com arroz de manteiga e feijão verde cozido... foi um sucesso e não deu trabalhinho nenhum. Ingredientes? Peito de frango, sal e alho, arroz, manteiga, feijão verde e azeite. Não comeram sopa mas encheram o bandulho de feijão verde e a seguir uma bela de uma laranja. O segredo é simplificar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, é tão isto. E o meu marido e a minha filha mais velha nem gostam de grandes temperos. O único tempero que gostam é sal e limão. Quando me ponho a ler receitas com gengibres e alecrins e pimentas caienas, perco logo a vontade. Cá em casa temos sempre sopa feita. Sempre! E depois come-se bifes, hamburgueres, omoletes, com massa, arroz, batatas. Uma massada de peixe, um esparguete à bolonhesa, tudo muito simples, sem grandes ciências. Descomplicar!

      Eliminar
  9. Conheces a Gabriela Oliveira, que tem livros espetaculares vegetarianos (os mais equilibrados que conheço do mercado e por aqui temos bebés gémeos de um ano também vegetarianos)? Ela faz workshops e não me canso de recomendar: vai a um com a Irene, se puderem, tenho a certeza que gostaria muito de vos receber. vale muito a pena. Sais de lá com vontade de cozinhar muito mais, mais confiante e com amor para espalhar por aí :*

    ResponderEliminar
  10. Olá Joana, espero que o meu blog ajude um bocadinho... Receitas saudáveis e divertidas para os miúdos, mas também para nós, afinal somos os primeiros a dar o exemplo. Aqui em casa eu também "não sabia/gostava" de cozinhar ;) http://birrasabras.blogspot.pt/ Beijinho!

    ResponderEliminar