quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Um truque para eles não ficarem tão tristes quando os deixamos de manhã.

A Irene entrou o ano passado na escola mas, entretanto, já mudou de escola uma vez. Claro que todas as crianças são diferentes e os processos de adaptação também, mas a educadora da minha filha este ano (e metade do anterior) que é só... um anjo, sugeriu, para que a Irene não ficasse tão ansiosa, que a entregasse precisamente no início das actividades do quarto (nesta escola não há salas na infantil, mas quartos).

Despeço-me da Irene, antes dela entrar na sala e, quando ela entra, entra logo na lógica de ficar sentada a ler um livro ou de fazer um bolo, ou um teatro ou no passeio. 

A passagem do testemunho é muito mais fácil. Chora quase nada (quando chora) e a minha manhã começa sem um peso gigante nos ombros (por muito que nos façamos de fortes, aquela despedida seguida deles ficarem a chamar por nós, dói muito). 

Não deve dar para toda a gente. As horas mandam em nós e há quem - como eu - tenha de picar o ponto no trabalho, mas com os meus horários consigo.

Fica a dica, mesmo assim. Força para todas as mães que vão com o coração apertado deixá-los na escola... sei bem o que é. Muitos dias, mesmo muitos dias assim. Um dia passa.



 Outro truque que nos ajudou muito aqui

O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram

7 comentários:

  1. Olá, o meu rapazinho tem 3 anos e entrou este ano para o pré escolar, no primeiro dia não chorou porque estava super entusiasmado e cá para mim não sabia bem ao que ia. A partir daí chorava todos os dias ao ponto de ter de ser arrancado do meu colo. Um dia em casa antes de sairmos decidi dar-lhe um elástico do cabelo para o pulso e coloquei um igual no meu pulso, disse-lhe que quando ficasse triste ou tivesse saudades da mamã olhava para o elástico e eu do meu trabalho ia-lhe mandar muitos muitos muitos beijinhos. Desde esse dia que não chora e agora já não precisa do elástico.
    luciana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa ideia! Vou experimentar! O meu tem 2 anos e meio, fica quase sempre a chorar...

      Eliminar
    2. Fiz o mesmo com uma pulseiras iguais que comprámos :-)
      E às vezes ainda me diz, hoje só olhei uma vez, tinha um bocadinho de saudades :-)

      Eliminar
  2. Ah! Acho que já sei qual é a escola - ando nesse mundo da pesquisa das escolas para mudar agora aos 3 anos. Diga-me Joana, está contente? Vale a pena uma deslocação ainda substancial? Essa escola é a que me fala mais directamente ao coração :) mas implica andar ainda um grande bocado em viagens. Estou na dúvida...

    ResponderEliminar
  3. Por aqui resultou levar durante uns dias um objecto que lhe é querido e que lhe pertence. Onde ele faz a ligação entre a escola e a nossa casa.
    Passamos por uma fase difícil mas graças a esta sugestão das educadoras dele actualmente é uma maravilha. É o primeiro a tirar o casaco e o chapéu, dá-me um beijinho, diz-me "xau" e vai todo sorridente mostrar a novidade do dia :)

    Falei sobre isso aqui: http://seilaeusermae.blogspot.co.uk/2017/10/estava-tao-enganada.html

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pela dica Joana. Já tenho usado muitos dos truques que dizes que utilizas para a Irene e com a minha filha também têm resultado :)por isso agradeço a partilha e sem dúvida que irei utilizar mais este para o ano, quando ela entrar para os 3 anos

    ResponderEliminar