Mostrar mensagens com a etiqueta top. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta top. Mostrar todas as mensagens

domingo, 5 de novembro de 2017

FORBES - A Mãe é que Sabe no TOP5 de blogues de família! OBRIGADA!

Há 3 anos, por estes dias, estávamos a escrever os primeiros textos daquele que viria a ser o nosso blogue, o a Mãe é que sabe. No meio de tantos blogues de família, não sabíamos bem no que iria dar, mas tínhamos sonhos. Talvez o nosso maior sonho fosse chegar a muitas pessoas e fazer a diferença, de alguma forma, na forma como se encara a maternidade. Mais do que um diário, tocar em assuntos que não víamos ser tocados em mais lado nenhum, ou não da forma que achávamos que mereciam, ou não da nossa forma. Quisemos, desde o primeiro instante, mostrar-nos como somos: felizes, infelizes, vulneráveis, fortes, despudoradas, mais ou menos românticas, parvas. Quisemos, desde o primeiro instante, falar de nós, das nossas dúvidas, das nossas certezas. Quisemos, desde o primeiro instante, comunicar. Não negamos (não negámos nunca) que, a par do puro prazer em escrever, em emocionar (e emocionarmo-nos), da necessidade em desabafar e em ter desse lado carinho e compreensão, de ajudar, da vontade de fazer rir, divertir, da vontade de debater e de informar, queríamos também deixar a nossa marca. Fazer uma marca. Criar. Sermos reconhecidas pelo nosso esforço. Sermos pagas para que pudéssemos investir neste cantinho, dar de nós, ver recompensadas as horas e os minutos que lhe dedicamos e em que podíamos estar a fazer outras coisas.

O meu maior desejo é, e sempre foi, partilhar. Emoções, ideias, descobertas. Partilhar amor. Desconstruir mitos. Crescer com a maternidade, tocar em feridas, desconstruir ideias românticas que às vezes fazem com que exijamos mais e mais da vida ou de nós e que nos fazem achar que somos más mães. Exorcizar demónios. Fazer um registo dos nossos dias, guardar memórias. Falar com humor das coisas mais corriqueiras. Falar a sério. Fazer listas parvas de coisas que observamos. Mostrar coisas de que gostamos, que compramos ou que gostaríamos de comprar, ou coisas que nos oferecem e achamos que merecem ser vistas, de marcas giras, de marcas pequenas, de marcas portuguesas, de marcas sustentáveis, de marcas grandes com as quais nos identificamos. Já fomos pagas para escrever. Já fizemos parcerias. Continuaremos a fazer. Sendo fiéis ao nosso estilo, aos nossos gostos. Já recusámos muita coisa com a qual não nos identificamos ou não consumimos ou não queremos que as nossas filhas consumam, nem aconselhamos que os vossos filhos o façam.
Já errámos, já dissemos disparates, já pedimos desculpas, já voltámos atrás, evoluímos e desejamos continuar a evoluir, como bloggers mas principalmente enquanto pessoas. Com a vossa ajuda, também. Quantas vezes já aprendi coisas com os vossos comentários ou com os vossos emails? Quantas vezes me deram coragem e força? Quantas vezes me emocionaram e fizeram chorar? Quantas vezes já corei na rua quando me abordaram e me disseram que gostam de nos ler? Quantas pessoas espectaculares já conheci à custa do a Mãe é que sabe? É impagável. Além de escrever ser altamente catártico, receber abraços em troca, perceber que de alguma forma ajudámos alguém, é a melhor sensação do mundo.

Temos responsabilidade também. Influenciamos. E não me refiro só às pessoas que começaram a fazer desporto impulsionadas por um post ou que foram fazer bolinhos de côco ontem depois da receita que sugeri nos stories do instagram. Ou que fizeram esgotar uns lápis que sugerimos ou um macacão que vesti. Influenciamos na forma como encaramos a vida, os afectos, de como gerimos as birras ou como resolvemos assuntos pessoais, que expomos aqui. É um peso enorme ler que, afastada de casa e dos amigos, somos as únicas pessoas em quem uma mãe emigrada confia. Isto tornou-se ENORME. 

E as coisas enormes às vezes também se tornam difíceis de levar ao colo. Ficam pesadas. Parecem maiores do que nós. Para o bem e para o mal, ter um projecto grande, que chega a tanta gente, é difícil. O escrutínio a que nos expomos, a dureza com que às vezes nos tratam, as palavras que nos dirigem vindas de almas a quem não conseguimos chegar e que se escudam atrás de um teclado, no anonimato, com a simples vontade de nos atacar para se sentirem superiores, sem nos conhecerem intimamente, sem saberem como estamos e de que forma algo nos pode afectar, é um jogo difícil de jogar. Já foi mais difícil, vai-se ganhando calo, criando uma capa, dizendo para nós próprias que aquilo que disseram sobre nós não nos define e diz mais de quem escreve do que de quem é alvo. É um processo. E faz parte. Assumir que nunca agradaremos a todos faz parte do crescimento. O lado positivo de ter o a Mãe é que sabe é mais forte. 

Eu, Joana Paixão Brás, e a Joana Gama, fazemos parte do Top 5 de bloggers de família mais influentes de Portugal, pela revista Forbes. Foi com uma enorme alegria e satisfação que recebemos esta notícia e este reconhecimento. Estar numa lista de bloggers, influenciadores, comunicadores tão experientes e conceituados soube-me a pato [Parabéns à Rita Ferro Alvim pelo primeiro lugar na categoria família, ela merece!]. É uma conquista que nunca imaginei ser possível em tão pouco tempo. É bom, mas bom. Deu-me vontade de sambar. É um "vale a pena", mesmo com todas as dores de parto, com todas as dúvidas e com todos os dias em que a inspiração demora a chegar.

Obrigada, Forbes.
Obrigada, Joaninha (Gama) por seres a melhor parceira [e amiga] que eu poderia ter.
Mas principalmente obrigada a vocês, que nos seguem, que nos lêem, que nos partilham, que nos motivam. 
São 3 anos muito bons. 

2018, nos aguarde.










 
Sigam-me também aqui: 


a Mãe é que sabe Instagram


quarta-feira, 7 de junho de 2017

Top 5 MAIS e MENOS do nosso fim-de-semana

Como sabem, estivemos a passar o fim-de-semana no Aquashow Park Hotel - Joana Paixão Brás (esta que vos escreve), Joana Gama (a outra que vos faz rir), respectivas famílias: David, Isabel e Luísa e Irene e ainda a Joana Sepulveda Bandeira, nossa amiga mas também já uma espécie de repórter oficial das nossas vidas, que foi acompanhada pelos 3 filhos e pelo marido. Adorei. Adorámos todos, acho. Só a Luísa ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas quero crer que aquela pele já toda engelhada das horas na piscina queira dizer alguma coisa. 

Fiz um TOP 5 do fim-de-semana (adoro fazer TOPS, acho que desde o tempo em que trabalhei no  Gosto Disto, da SIC).

TOP +

5 - Estarmos as 5 juntas. 
É raro as protagonistas deste blogue conseguirem estar juntas. Aconteceu. E é sempre muito bom. A Irene e a Isabel adoram-se. A Luísa gosta do colinho da Joana. A Joana e a Joana (ai que estranho estar a escrever assim, pff!) divertem-se sempre muito juntas. É sempre bom. Ali, com sol, piscinas, parques, pequenos-almoços gigantes e bons, almoços e jantares sem termos de nos preocuparmos com nada? Melhor ainda.





4 - O Aquashow Park ali a 100 metros.
Já vos mostrei aqui o meu regresso à adolescência. Foi muito bom. A Isabel adorou também. A repetir. 



3 - A fotógrafa.
Termos a sorte de ter uma fotógrafa que é nossa amiga, que tem uns filhos que são uns amores e que já são amigos das nossas filhas, que aceita os nossos convites e que ainda nos tira fotografias inesquecíveis? Epa, não podemos pedir muito mais. The Love Project é o nome da marca dela e condiz bem com o que ela é: Amor, amor, amor.



2 - A piscina interior e o jacuzzi.
Para aquelas manhãs em que ainda não está um calor de ananases, para outonos ou invernos, ou simplesmente porque a água é mais quentinha. As miúdas queriam sempre ir para lá e foi a maior diversão do fim-de-semana.







Fatos de banho Zippy
BikiniCalzedonia


  







Fato de Banho Principessa
 



1 - O Hotel e o staff.

Topa-se bem quando há formação e uma boa escolha do staff e, também, quando a simpatia é genuína. E não era por sermos nós - muitos nem sabiam quem éramos, têm mais que fazer do que ler blogues de maternidade. Nos jantares, nos bares, na recepção: todos TOP. Se a um hotel com bons quartos, bons serviços, boas piscinas, um parque infantil com escorregas, juntarmos pessoas bem-dispostas e profissionais a servir-nos, não podemos deixar de sair de lá satisfeitas. Hotel totalmente baby friendly.















 Fato de Banho Tsuru




TOP -

5 - O Karaoke. 
Como assim há um karaoke à 6a feira lá em baixo (eu era/sou a maluquinha dos karaokes) e eu estou a adormecer - com o David - as miúdas no 4º piso? Injusto, queria estar lá em baixo a cantar 45 músicas de seguida até ficar rouca e não posso! Buaaaaaa.

4 - A banheira.
Quando cheguei ao quarto - enorme e arejado - os meus olhos brilharam, mas depois na casa de banho fiquei apreensiva: não tinha banheira. Claro que um hotel daqueles tem banheira para os bebés se pedirmos - tenho a certeza que sim, tinham TUDO - mas resolvi experimentar. Sabem como tomámos banho? Os quatro juntos no chuveiro. Afinal o que achei um ponto menos positivo, acabou por tornar-se uma coisa divertida e novidade para todos! A repetir. Mais rápido, mais ecológico.

3 - Os pequenos-almoços. 
Então uma pessoa está a tentar ficar em forma e depois oferecem-nos 726383 opções de pequeno-almoço com uns donuts fresquinhos lá pelo meio? Uma pessoa não resiste! Vá, comi maioritariamente coisas saudáveis.

2 - Os mojitos. 
Não os mojitos de maracujá em si, que estavam óptimos, mas o facto de termos de ficar em sentinela no corredor ao pé do quarto onde a Irene dormia a beber Mojitos. Quer dizer, até foi giro, parecíamos duas adolescentes a transgredir as regras e a tentar falar baixinho para não incomodar ninguém, como se estivéssemos a dizer segredinhos. Mas para a próxima, ver se convenço a Joana para que o David faça de ama das 3 miúdas e vamos mas é para a pista de dança!



Sim, tenho este tamanho de pé.
 Macacão Xicalarica

1 - Vir embora. 
Fiquei cheia de inveja (branca) de um casal nosso conhecido (cá de Santarém) ir passar lá uma semana inteirinha de férias com as duas filhas. Estava mesmo a saber-nos bem... mas é a vidinha! (Alguém tem de trabalhar. Clássico).

 Fotografias - The Love Project


Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.