Mostrar mensagens com a etiqueta organização. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta organização. Mostrar todas as mensagens

sábado, 13 de janeiro de 2018

Farta de limpezas!

Perdoem-me este tema nada sexy, mas ando num dilema totó: qual será a melhor altura para fazer as limpezas cá de casa e tratar da roupa e afins. Custa-me muito passar um fim-de-semana de volta da casa: acho o tempo mais mal gasto do mundo, mesmo que tente envolvê-las nas tarefas para não sentir que não lhes estou a dar atenção. Preferia, no entanto, estar três horas sozinha em casa (ou com o David ou alguém) para dar conta de tudo mais rapidamente e não ter de estar a arrumar, de um lado, e a ver desarrumarem, do outro. O que eu preferia mesmo, mesmo, era ter quem me tratasse da casa, pois está claro, mas, pelo menos por enquanto, não entra no nosso orçamento.
No outro dia, no domingo, experimentámos, pela primeira vez, levar roupa para secar a uma daquelas máquinas, à filme americano, e foi dinheiro muito bem gasto: a roupa seca num instante e muita dela nem precisa de ser passada a ferro. Mesmo assim, perdi tempo de volta de camisas e roupa mais "pipi" (ODEIO passar a ferro).

Durante a semana é-me muito difícil ter tempo para grandes limpezas e arrumações, ponho, no máximo, o robot a aspirar a casa, arruma-se a cozinha (tem sido sempre o David) e pouco mais. Ao fim-de-semana, custa-me prescindir do nosso tempo livre e do nosso tempo para elas para estar de volta da casa (e a casa até é pequena e tem pouca tralha, mas demora!). Às vezes estamos a arrumar a louça do almoço e já é hora de fazer jantar. Uma desgraça. Até já sonho em passar todos os fins de semana a passear ou em casa dos avós para tentar esquecer-me da casa e ter as refeições feitas e isso. Eheh
Como gerem vocês esse tempo? Têm ajuda de uma empregada ou são vocês e os senhores vossos esposos que tratam de tudo? E almoços e jantares, como é?

A minha expressão quando tenho a casa de pantanas é mais ou menos esta. :) Mas queria acreditar em unicórnios.
Camisola C&A

O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :

a Mãe é que sabe Instagram

quarta-feira, 5 de julho de 2017

8 dicas para ser tudo mais rápido e ganhar tempo!

Agora que sou mãe "sozinha" ou divorciada, ou lá o que é...  Tenho ainda mais vontade (e necessidade) de encontrar maneiras de tornar tudo mais "descomplicado", de ser mais produtiva, para não perder tempo com "coisinhas" e poder aproveitar a filha, as manhãs, as tardes com o mínimo de drama possível. 


1- Escolher a roupa no dia anterior (a minha e a dela). 

A Irene escolhe a sua própria roupa - dentro de alguns limites como, por exemplo, estar adequada à temperatura - e isso, de manhã, com pressa, pode ser uma dor de cabeça e motivo para birra de parte a parte. Com calma, incluir a escolha da roupa do dia seguinte na rotina de deitar. Negociar com calma, estando as duas mais pacientes. No dia seguinte, relembrando que foi ela a escolher, em princípio, aceita tranquilamente. 

2- Ter várias frutas já arranjadas e separadas por tupperwares de vidro. 

Adoro coisas que organizem coisas como tupperwares. Se forem de vidro, fica mais fácil (e bonito) ver o que está lá dentro. Claro que há muita fruta que oxida, mas nada nos impede de termos duas frutas sempre prontas no frigorífico para colorir o pequeno almoço ou para a sobremesa do jantar. "Costumo" ter melancia ou manga sempre arranjadinha. 



3- Purés de fruta bio. 

Uma das grandes descobertas que o Frederico e eu fizemos foram os purés 100% fruta e bio. Além de darem para esconder xaropes quando necessário, são super fáceis de comer e de dar e são fruta que podemos transportar tranquilamente para qualquer lado. 

4- Convidar a estar presente durante a preparação das refeições.

Mais do que estarmos constantemente a sermos chamadas para ir à sala, propor uma actividade que envolva a preparação dos próprios alimentos ou "porque é que não trazes para aqui o piano e tocas ao pé da mãe?". Já todas nos habituamos ao chinfrim, digo eu. 

5- Ter uma rotina clara. 

Há que haver excepções, mas estas não podem competir com a frequência das regras. "Raramente" são as excepções, "quase sempre" são as regras. No meu caso, facilita muito que a Irene não questione a ordem das coisas, por serem, desde sempre, as mesmas: não há brincadeira depois do jantar, é imediatamente xixi, lavar dentes, maminha, ler e cama (às vezes é um livro, outras vezes dois, às vezes não há...). 



6- Estar focadas só nele quando é para os deitar ou arranjar. 

Muitas das vezes demoramos o triplo do tempo por estarmos a fazer quatro coisas ao mesmo tempo. Para mim resulta mais ir por fases. Primeiro eu, depois ela. Há menos lugar para dispersões e mais foco. 

7- Não mexermos no telemóvel às refeições. 

Sim, também adorava que fosse mentira, mas não. Acontece. Se estivermos atentas à refeição, vai tudo "mais rápido" e ainda temos mais tempo para conversar com os nossos filhos em vez de os deitarmos e sentirmos "que nem tivemos tempo". 

8- Reconhecermos as emoções deles. 

Perceber que se acordam birrentos é porque têm sono. Um abraço e compreensão, além de serem carinho, poupam-nos imenso tempo a curto, médio e longo prazo. Se não lhes apetece jantar, o mais provável é ser porque não têm fome, siga! 


Fotografias: The Love Project 

✩✩✩✩✩✩✩✩✩✩

Sigam-nos no instagram 
aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.