Mostrar mensagens com a etiqueta descanso. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta descanso. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Querem plano para o dia dos namorados?

Sexta-feira. Semana difícil. Irene esteve doente os dias todos. Foi óptimo por ter pretexto para dormir com ela, mas não dormia nada de jeito. Sexta-feira, miúda vai para a casa do pai e... altura de descansar a cabeça e fingir que nada aconteceu. Uma espécie de passagem de ano só para que, quando ela voltasse no sábado, aqui a mãe estivesse renovada e toda linda e relaxada. Isso aconteceu.

Fui para o Hotel da Estrela, jantei no Book. Pedimos praticamente todos os pratos da ementa para ter uma ideia e... foi um bom jantar aqui para a mãe que esteve de turno todas as noites. Sabem quando gozam um determinado momento e sentem que o merecem? Um momento bom? Senti isso tudo. Tudo.

É um plano simples, mas eficaz para a vossa comemoração do dia dos namorados. Aqui têm acesso ao pack Alojamento mais Jantar do Hotel da Estrela e do Restaurante Book. Recomendo :) A companhia vai fazer a noite e o descanso (ou não ;) e é tão pertinho se forem de Lisboa que nem se perde "tempo" nas viagens. 






E... muita atenção à estrela da noite: O MELHOR PÃO DE LÓ DO UNIVERSO. Desconfio sempre quando o nome das coisas é demasiado presunçoso e até vou preparada para dizer mal, mas este... deixou-me... Digamos que me voltava a casar num ápice com este bolo e até tirava o DIU numa de loucura e fazia uns 8 filhos. 



Acho que vou emoldurar uma destas fotografias e pendurar no meu quarto. Olhar para elas deixa-me feliz. 

Bom, depois, para desanuviar ainda fiquei no Hotel para ter aquele belo prazer de esticar as pernas nos lençóis que deixam tantas saudades, aquelas almofadas que não encontro em lado nenhum...  Para além do "desligamento" de dormir num Hotel (e num quarto que tinha uma casa de banho fenomenal, que ela própria deveria estar disponível só para as pessoas terem a experiência de tomar banho ali, mesmo que não pernoitassem), tive direito a um pequeno almoço que encheu os olhos e a barriga. 






Acordar com esta luz é fabuloso (principalmente sabendo que não se tem nada para fazer a seguir e que pode ser tudo com muita calma). Este é o mesmo restaurante do jantar, Book, mas de manhã. Aproveitei para ler, algo que nunca consigo fazer por estar sempre com a Irene ou por depois estar tão cansada que nem consigo focar-me em letras. 






Para apanhar um bocadinho de sol, dei um passeio lá fora e... sem preocupações de andar a ver se ninguém se magoava ou se perdia... consegui aproveitar. Soube-me muito muito bem.






Nota: o Facebook decidiu mudar o seu algoritmo e a partir de agora vai mostrar-vos mais posts dos vossos amigos e menos de páginas onde fizeram like. Querem saber quando publicamos coisas?
👉 Aqui na página de Facebook da Mãe clicam onde diz “A Seguir” e seleccionam "Ver Primeiro"
Sigam-nos também no Instagram:

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O MEU melhor conselho para recém-mamãs.

É o que mais me apetece dizer quando vejo alguém com um recém-nascido ou alguém quase a parir. Depois lembro-me que, nessa altura, toda a gente se farta de dizer coisas e que nem sempre é bom  ouvir e, por isso, calo-me. Aqui leva comigo quem quiser (e, vendo por alguns comentários, quem parece não querer também - o que é esquisito e algo engraçado).

DURMAM!



Párem de usar aqueles minutos em que finalmente a cria vos dá algum descanso para ficarem a ver televisão e se arrependerem sempre que depois acordam. Párem de ficar agarradas ao telemóvel num sítio qualquer esquisito da casa enquanto eles dormem. Não se ponham a arrumar a cozinha. Esqueçam "aproveitar para por em dia...". Não.

Necessidades básicas primeiro. Façamos aqui uma revisão à pirâmide de Maslow (era um gajo, não dêem muita importância):



Isto quer dizer que o que está na base tem de ser o que satisfazemos em primeiro lugar e com mais atenção (a principal prioridade) porque depois não se consegue chegar a tudo o resto. Pensemos na dificuldade de respirar, por exemplo (que está no nível do sono), sem conseguirmos respirar em condições, pouco nos interessa a criatividade ou a intimidade sexual, digo (apesar de haver quem goste de coisas esquisitas na horizontal, hehe).

Em vez de nos estarmos a preocupar com o conforto de já termos a roupa passada (luxo para quem está cheio de tempo), temos primeiro de assegurar que não temos fome, sede ou... SONO! Ao fazermos batota nesta pirâmide sabem quem é que vai sofrer imediatamente? Vocês. A seguir a vocês? A criança. E nem vou falar do pai que independentemente do tipo de papel que desempenhe vai conhecer o nosso lado mais descompensado - ainda para mais se nos privarmos de sono quando podemos dormir.

Borrifem-se para o telemóvel na hora das sestas. Não interessa a televisão. Nada vos vai saber tão bem como uns minutos para se curarem um bocadinho. Depois até vão conseguir brincar melhor com os bebés, ter mais paciência e até conseguir, se calhar, passar a roupa com ele acordado por terem conseguido pensar numa solução criativa para o entreter.

Durmam.

Já temos desafios que sobrem para esta fase em que tudo nos parece cair ao colo por causa daquilo que o colo do nosso útero (ou barriga) deixou passar cá para fora, não dormir é só complicar desnecessariamente. Obriguem-se. Forcem-se.

Pronto.

Assinado:  A pessoa que se fartava de ver séries de Trash TV na hora de sesta ou a levar o telemóvel para o quarto e ficar 70% do tempo a ver feeds de Facebook e Instagram.



a Mãe é que sabe Instagram