quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Tenho tido umas aulas com a Oprah Winfrey!

Quem me falou disto foi o meu colega Rui . 

É sempre uma boa maneira de começar um texto, respondendo a uma pergunta que ninguém fez nem nunca iriam fazer. 

Ultimamente os meus tempos livres têm sido para ouvir a Oprah Winfrey num programa que ela tem que é o "Super Soul Sundays" onde ela entrevista pessoas seleccionadas por ela: autores de best-sellers, iluminados espirituais e especialistas em saúde e bem-estar (estou a traduzir mediocramente o que está no site). 

Olhem eu a ter aulas com a Oprah: 


Não consigo ter disponibilidade para papar os vídeos, apesar de me parecerem muito interessantes. Ainda bem que existe o Oprah's Super Soul Podcast. Tenho ouvido no Spotify e tenho ouvido TODOS desde o início. Neste momento estou a ouvir o da Indie Arie. 

Sei que esta conversa não é para toda a gente, mas sei que hão de haver umas quantas que vão delirar com isto como eu. Tenho aprendido imenso com a experiência das pessoas que lá têm ido. A entrevista com o Paulo Coelho é fabulosa, por exemplo...




Se gostavam de ter mais tempo para ler, para aprender, para estudar e não conseguem ter de momento. Não me consigo lembrar de aulas mais práticas e com mais significado que estas que estou a ter neste momento. 

Alguém daqui que vá seguir a dica? 


6 comentários:

  1. Olá!

    Obrigada pela sugestão!

    Adoro ouvir e ver boas entrevistas com pessoas interessantes... vou espreitar...

    Margarida

    ResponderEliminar
  2. OMG não resisto a fazer o comentário mais snob do universo: Paulo Coelho?! PAULO COELHO?!!
    😁

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, ainda bem, é sinal que não és permeável a snobeiras literárias. Vamos lá, se tivesses dito que estavas a gostar muito das entrevistas com o Umberto Eco, eu diria (dentro da tal snobeira), uau Joana, Eco, sim senhora.
      Agora a sério, eu não me identifico com os temas da auto-ajuda, 'espiritualidade', pseudo-psicologia, etc, mas gosto de ler estes teus textos em que falas deste reencontro contigo própria e de como estás a aprender a encontrar o teu caminho. E a verdade, confesso, é que uma vez, há muito tempo, tinha eu vinte e poucos, estava numa fase de transição emocional e uma pessoa emprestou-me um desses livros que 'ensinam' a ser feliz e na altura foi esse gesto e essa leitura que me fizeram dar o clique. Portanto, força, ouve (ou lê) Paulo Coelho se te faz sentido!

      Eliminar
  3. Ja ouço estes pdcast há uns meses. :)

    ResponderEliminar