quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Encomendo comida para o jantar e então?

Já vos contei várias vezes que tenho uma grande tendência para ser ansiosa. Sinto que toda a minha vida tenho tentado andar a dar a volta e depois a tentar dar a volta à volta que tentei dar, etc. 

Desde que me divorciei, acumulei mais uma tarefa ao cuidar da Irene sozinha: fazer a comida. Não parece nada trabalhoso mas é mais uma coisa para me preocupar, para falhar, para dizer "agora não que a mãe tem de ir cozinhar". 

Andava a dar em doida, a tentar fazer comida nova todos os dias (como acho que não sei cozinhar, preferia não deixar margem para restos) e, quando havia restos, parecia que não tinham bom aspecto suficiente. Falei sobre isso aqui: Não sei cozinhar

Até que pensei: e se encomendar comida? 

Agora, quando não me apetece pensar nisso ou quando consigo ter oportunidade de rever as minhas prioridades e chego à conclusão de que prefiro brincar com ela a cozinhar. Já comida pronta para descongelar no congelador para qualquer "emergência", mas still, que luxo receber um franguinho assado que dá para mais de um dia e que ambas gostamos. 

Se alguma de vocês se andar a matar para fazer comida "boa" todos os dias como eu andava e a sentir-se pseudo "culpada" por ter que fazer opções ou por sentirem tantos "nervos" em cima... considerem mandar vir comida. 

Não precisa de ser pizzas e tal (mas também pode ser). 

Tem sabido bem. :)


O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram

6 comentários:

  1. Também queria! Mas sem ser pizza aqui na margem sul que eu tenha encontrado não há nada... é uma grande falha, acho que valia bem a pena haver variedade e qualidade nas entregas ao domicílio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Ana,
      Também senti a mesma falha e descobri alguns na margem sul:

      https://www.facebook.com/marmitadamaria/
      https://www.facebook.com/saboresdemaria.takeaway/
      http://www.azeitona.pt/
      https://www.facebook.com/search/top/?q=paleta%20de%20sabores
      https://www.facebook.com/bravo.gato?fref=gc&dti=723993417676383&hc_location=ufi

      pode ser que ajude

      Eliminar
  2. A bimby é uma ótima ajuda :) sentia o mesmo que descreve no post, agora a pequenita ajuda-me a colocar os ingredientes para dentro da bimby e enquanto a máquina cozinha aproveitamos para brincar... Nunca se esqueça que vai ser sempre a melhor mãe do mundo do ponto de vista da sua filha, neles é só amor ��

    ResponderEliminar
  3. Encomendar ou levar a caminho de casa, tudo é válido quando se é mãe, se trabalha o dia inteiro e se está sozinha com a prol. Opto quase sempre pelo churrasco nas suas variantes, frango, febras, entrecosto com arroz, salada e sopa (ás vezes tb temos direito a batatinha frita) ou peço para me guardarem uma ou duas doses do prato do dia no local onde almoço e onde sei que a comida é muito caseira. Pizas tb é válido sim e às vezes vai mesmo só a sopa que sei que não vou conseguir fazer a tempo do jantar, porque muitas vezes entre ir buscar e levar qui e ali ou ir aqui e ali já são 20h.

    ResponderEliminar
  4. Joana aconselho muito muito muito as comidas ultracongeladas e super saudáveis da Petit Papão, é de uma amiga minha aqui do Porto, um projecto recente, mas já são o meu SOS cá em casa para quando não há tempo! E aprovadissimas pelo baby de quase 3 anos �� beijinho

    ResponderEliminar