12.20.2017

Qual é o vosso melhor conselho para outra mãe?

Olá a todas :) 

No último livro do nosso blog, fizemos uma selecção dos posts que consideravamos mais úteis para quem não nos acompanhasse desde o início ou que não tivessesse tempo para ler os três posts por dia que já chegámos a escrever em tempos. Por baixo desses posts, temos alguns comentários vossos e respostas nossas porque vocês também são o blog. 




Neste caso - ainda não falei com a Joana - mas gostaríamos de vos incluir de novo. E porque "a Mãe é que sabe" (que também pode ser o Pai, não é uma questão de quem dá à luz, mas de quem está mais perto). 

O que querem dizer a outras mulheres que também vão ser mães ou algumas mães de recém nascidos ou a qualquer outra mãe que se possa cruzar com o nosso livro? Se a Joana concordar - ahah não falei mesmo com ela - usaremos os nomes que escreverem aqui nos comentários para publicar no livro. Todas juntas somos uma enciclopédia brutal e que pode ajudar com a dica certa no momento certo. 

Querem participar? 

Qual é o vosso melhor conselho? Um parágrafozinho, sff, senão também temos que vos por no nome das autoras e a Joana Paixão Brás já tem um nome bastante grande. :)

Um beijinho e obrigada, vamos dando notícias do "nosso bebé", mais um "bebé" em conjunto.


O meu instagram e o d'a Mãe é que sabe :)
a Mãe é que sabe Instagram

20 comentários:

  1. oh boa, eu nem sabia que vinha outro livro a caminho :-)

    ResponderEliminar
  2. Que a Nossa perfeição é a mais perfeita de todas. Não sabemos nada, somos de uma "horribilidade" maternal...perfeita! Afinal sabemos tudo (o que precisamos)

    ResponderEliminar
  3. Olá.
    Por aqui mãe de uma menina de 14 anos e de um menino com 2 anos.
    O que sempre digo a futuras ou recém - mamãs : para ler e ouvir todas as opiniões de outras pessoas, mas para fazerem sempre o que o coração delas mandar. Pois cada mãe e cada bebé é único ��
    Beijinhos e boa sorte ��

    ResponderEliminar
  4. Nunca desistir de nós,do nosso bebé e acreditar sempre em ambos. O nosso corpo,esforço e capacidade de ultrapassar tudo é inimaginável. Só temos de dar tempo ao novo bebé e nova mãe que acabaram de nascer também😍Elia cavaleiro

    ResponderEliminar
  5. Não te iludas que ser mãe é perfeito, um mar de rosas, que sentes o amor desde o primeiro instante. É maravilhoso mas muito dificil. A vida leva uma volta de 160 º mas é verdade que não há melhor no mundo 😊 Raquel Mota

    ResponderEliminar
  6. O melhor conselho que posso dar é q confiem no instinto, realmente a mãe é q sabe melhor q ninguém se o nosso bebé está ou não bem... Podemos n saber logo distinguir se é fome ou sono, mas pelo menos comigo o instinto funcionou na perfeição nos momentos importantes... E com isto ter calma, respirar fundo e lembrar q aquela riqueza precisa de nós ;)

    ResponderEliminar
  7. Eu diria (e digo) que tudo é uma fase. As noites sem dormir, a recusa em comer a sopa, as dores de dentes, as cólicas, a sensação que não temos tempo nem de lavar os dentes quanto mais de tomar banho. Tudo isto acaba porque é tudo uma fase. Por isso mais vale respirar fundo, ver o lado bom que também existe nessas fases (até porque algumas destas coisas boas infelizmente também acabam) e esperar que essa fase acabe (e comece outra, ahah). :)

    ResponderEliminar
  8. Confia no teu instinto! ❤️

    ResponderEliminar
  9. Quando tiveres dúvidas e não souberes o que fazer, olha para o teu filho com olhos de ver, ouve com atenção, escuta com o coração. Eles têm a resposta, mesmo antes de saberem falar. Lê todos os livros que quiseres e informa-te o melhor que puderes, mas as duas únicas pessoas no mundo que sabem qual é a melhor solução para vocês em particular são tu e o teu filho (ou filha, bem entendido).

    ResponderEliminar
  10. Dormir muito... O meu conselho, sobre a minha experiência, é dormir! Dormir sempre junto com o bebe e descansar... e tudo será melhor, mais fácil, com a cabeça e corpo mais "descansados". No primeiro mês aproveitei para fazer sempre tudo enquanto ela dormia... no segundo arrependi-me.. :) andava exausta e cansada... aprendi que devia dormir sempre um pouquinho com ela... e desde então tudo fluiu melhor.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Nunca esquecer que a mãe tem sempre razão, o instinto maternal nunca falha!
    Que ter um bebê é a coisa mais linda e romântica do Mundo? Não, não é. É muito, muito bom, mas muito desgastante emocional e fisicamente.
    Desfrutem de tudo, do bom e do mal, um dia vão ter saudades! 😁
    (Dina Rodrigues)

    ResponderEliminar
  12. Yupi!!! Parabéns!!! Fico muito contente por este vosso novo desafio ;)
    Ouçam todos os conselhos do Mundo e arredores, mas sigam apenas o vosso instinto, nem sempre o que resulta à vizinha do lado resulta connosco.
    A maternidade é um turbilhão de emoções e "gerir" tudo nem sempre é fácil mas fiquem com a certeza que o tempo é nosso amigo e companheiro.
    Dancem, riam e se sentirem chorem também, mas sobretudo divirtam-se com o vosso bebé, pois é o melhor que têm.

    ResponderEliminar
  13. Nem tudo é fácil,vais ter dias que só te apetece chorar,a privação do sono é tramada e dá cabo da cabeça!Mas a cada sorriso,cada gracinha, cada abraço do teu bebé,não vais duvidar nunca de que foi a melhor coisa que te aconteceu na vida :)

    ResponderEliminar
  14. O melhor conselho é o título deste blog: a mãe (e o pai) é que sabe (m). Mesmo que nos digam o contrário, que devia ser de outra maneira, que estamos erradas, o nosso instinto é a melhor forma de sobrevivência dos nossos filhos.

    Cisca
    istoaquiloeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Borrifem-se para a casa que tem que estar sempre impecavel!Durmam isso sim!(sou mae, gravida do segundo e isto e para mim tambem)

    ResponderEliminar
  16. Perborato de sódio para as nódoas de cocós e comidas

    ResponderEliminar
  17. o meu melhor conselho, foi o mesmo que me deram a mim, tu és a pessoa que melhor sabe o que o teu filha precisa, nada nem ninguém substitui o teu instinto!

    ResponderEliminar
  18. Eu dou sempre o mesmo conselho “aproveitar MUITO cada fase, porque passa tudo tão rápido! Um dia temos saudades de quando só queriam colo, de quando dormiam na nossa cama, de quando acordavam de noite... depois já são crescidos e tudo deixa saudade! Por isso temos que aproveitar a fundo todos os momentos.

    ResponderEliminar
  19. O apoio familiar, não havendo distância geográfica, eliminem a distância emocional, poucas coisas me custaram tanto a ultrapassar no crescimento dos meus 3 filhos do que não ter apoio familiar. Aquele apoio da mão no ombro, do ombro para encostar só no mimo, aquela alegria de vermos os nossos filhos gozarem da experiência quase diária de uma avó, avô, tio, primos...

    ResponderEliminar
  20. "é uma fase!" É o meu melhor conselho 😉!

    ResponderEliminar