terça-feira, 29 de maio de 2018

As duas coisas que mais me custam nisto da maternidade

1. SONO
Muito, muito. Um bocadinho menos, desde que a miúda começou com a pancada de querer dormir no chão (falei-vos da última aqui). A verdade é que - até tenho medo de falar - a miúda agora só tem acordado duas vezes por noite e numa delas eu ainda estou acordada. Sim, sortudas que dormem a noite toda desde sempre e que ainda se gabam disso, quando eles acordam (SÓ!) duas vezes por noite, já é uma bênção.
Mas sim, é sem dúvida a maior privação por que já passei na minha vidinha. Tenho superado, dado a volta e sobrevivido. Caso estejam desesperadas, peçam mesmo ajuda (há o Centro do Bebé, com a maravilhosa Constança, por exemplo). 

2. FILHAS À PORRADA
Deve ser normal, que eu e o meu irmão tínhamos a mesma diferença de idade e andávamos muitas vezes engalfinhados, mas custa muito ver as discussões constantes e aqueles "arrancares de olhos". Amam-se e odeiam-se as minhas filhas e eu nem sempre tenho paciência. Embirram mesmo uma com a outra, sabem? Disputam as mesmas coisas, põem pés nas caras uma da outra, fazem aquela coisa irritante do "ai, ai, ai, ai" e fazem muitas queixinhas. Há dias em que tenho a cabeça em água. Temos sobrevivido. Yeah!

E vocês, quais são as coisinhas que às vezes vos fazem sentir saudadinhas daquele sofá disponível e silencioso depois de um dia de trabalho?




Sigam-nos também no Instagram:
E nos nossos pessoais:

14 comentários:

  1. O cansaço constante... nunca me sinto com energia suficiente!

    ResponderEliminar
  2. Gerir a relação dos irmãos é muito cansativo. Sim, vai passar. Faz parte. Eu já sei. Mas não é por isso que custa menos. É um desgaste gigante. Nada até hoje na maternidade me deixa tão em baixo ( e comecei com gemeos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos não foi por opção...

      Eliminar
    2. Ahah essa da opção é boa :)
      Sim, é desgastante essa gestão!

      Eliminar
  3. Não dê espaço às queixinhas...
    Elas têm de aprender a ser solidárias uma com a outra e a resolverem em conjunto os seus conflitos e problemas (na medida do possível em crianças desta idade, bem entendido); isso só fortalecerá a relação delas como irmãs.

    ResponderEliminar
  4. As queizinhas e emborrarem uma com a outra é o que mais me enerva! Tem diferença de 2 anos, agora tem 18M e 3 anos e meio e eo Deus me acuda! A pequena está sempre a levantar a mão a mais velha e a mais velha sempre a tirar os brinquedos a bebê! Ufa!

    ResponderEliminar
  5. O eles andarem sempre engalfinhados é desesperante, mas felizmente não é sempre e passa rápido. Mais vezes andam a brincar juntos. O que me tira do sério é desarrumar em Tudo 3 nunca querem arrumar. É o ter de gritar (berrar?) mil vezes para arrumar em alguma coisa e já levar com olhares de pré adolescente (o de 4 anos) e de gozo (o de 2)!
    Felizmente já dormimos a noite toda há algum tempo, se bem que temos a visita diária do mais novo a meio da noite. Antes chamava por nós, agora já vem sozinho! Menos mal :)
    Eu como vou fazendo umas viagens de trabalho amiúde, vou descansando e deixando as lides domésticas por uns dias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, as viagens devem ser boas para recuperar um bocadinho! É desesperante quando eles se engalfinham mesmo!

      Eliminar
  6. O quê?? Tudo!!! Como eu adorava poder voltar a chegar a casa e simplesmente cair no sofá...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também tenho saudades, não nego! Pelo menos ter isso uma vez por mês já era bom 😂

      Eliminar
  7. http://www.ahaparenting.com/parenting-tools/helping-siblings-get-along

    ResponderEliminar