Mostrar mensagens com a etiqueta planos em casa. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta planos em casa. Mostrar todas as mensagens

domingo, 16 de abril de 2017

Tipo Montessori (#01) - Corantes e garrafas de água.



Agora, com o bom tempo que tem estado, mal nos apetece fazer coisas em casa. Por cá, tentamos sempre que uma das partes do dia (ao fim-de-semana) seja em casa para que a miúda não frite a cabeça e para que também tenhamos umas horas"mais juntos". 

Desde que fui fazer um Workshop de Introdução ao Montessori (com a Ludmilla - com um nome destes, nem é preciso escrever o apelido ;)) fiquei ainda mais motivada para fazer coisas divertidas e, ao mesmo tempo, didáticas. Percebi também que o medo de sujar tudo tem de ser resolvido adaptando as condições para que tal aconteça e não restringido boas ideias. 

Podem ler algumas das minhas resoluções montessorianas aqui. 

Aproveitei que um dia tinha pedido à minha sogra para nos comprar corantes alimentares para fazer plasticina caseira  (vale a pena abrir nem que seja para ver o cabelo da Irene) e decidi juntar-lhes as garrafas de água que tínhamos para ir para o lixo.

Assim posso ensinar-lhe:
  • as cores (o que dá quando se mistura e não só)
  • precisão com o número de gotas dos corantes

Divertimo-nos IMENSO e claro que todas as garrafas ficaram com cores muito perto do preto que isto não parou por aqui! 


Materiais sugeridos: 


  • Garrafas de água ou recipientes de vidro (se quiserem que eles se apercebam do peso e das consequências de usar vidro
  • Corantes alimentares ou qualquer coisa que dê cor à água
  • Funil (eles adoram funis e facilita a tarefa) 



 

 


 

Outras coisas que poderão ler sobre Montessori aqui no blog:



...............

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.

domingo, 9 de outubro de 2016

Tenho uma deficiência neste campo.

A paciência não é o meu forte. Artes manuais sempre me fizeram sentir que tinha luvas muito grossas sempre calçadas. Felizmente não tive de lidar muito com isso depois de ter Educação Visual Tecnológica para aí no sexto ano. Obrigada planos curriculares por me permitirem evitar este campo no qual tenho mesmo um deficiência. Porém, isso não me impediu de tentar acudir a Irene. Há 2 dias que anda a dizer que quer andar de submarino com os pais e quando viemos das compras com algumas caixas, pensei que podia tentar endrominá-la com um pseudo submarino. Correu mal. Ou, então, correu muito bem, conforme a perspectiva. 

Contexto: domingo, seis e meia da manhã.


Eram 6h40 da manhã quando começamos a pensar no submarino que íamos fazer. 

Quando me apercebi que cola líquida branca e penas não é a coisa mais esperta de sempre. 

Quando me arrependi da ideia.

Quando voltei a gostar.

Quando ambas percebemos que não era submarino nenhum e decidimos mudar o nome ao projecto para... 

O carro do Crafty Rafty (um desenho animado que dá na BabyTv que tem coisinhas do género para colar).

E aí começa a magia: a Irene sugerir coisas como um volante, uma buzina, rodas, a chave, uma porta... 

Durou pouco tempo até ela começar a achar graça estragar o carro do Crafty Rafty.

Um vídeo publicado por Joana Gama (@joanagama) a
                 

                   Sigam-me no instagram @JoanaGama e ao blog também @aMãeéqueSabe