sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Como limpar ranho do nariz da criatura

Ora vamos lá agora a um momento daqueles de fino recorte como eu tanto gosto. "Ranho? Ai que nojo! O meu filho não tem disso!" Pois, a Isabel deve ser uma porcalhona porque tem bastante, de todas as cores e feitos (isto é mentira, mas não vos vou estar a descrever cada macaquinho, isso seria ainda mais estúpido).

Como está a fazer fisioterapia respiratória para tentar recuperar da pneumonia, aproveitei para tentar aprender umas coisas e uma delas é a limpar ranho.
Já sabia que devia esguichar o soro para a narina com a cabeça deitada. Cara virada para a esquerda, narina da direita. Cara para a direita, narina na esquerda. De vez em quando lá se via o ranho a sair, mas às vezes ficava ali a fazer bungee jumping e regressava à narina. Com o próximo método, garanto-vos que resulta. Se não resultar, é porque não consegui explicar bem.

1. Cara da criatura (que parece que já está a adivinhar e esperneia, bate-nos e guincha) virada para a esquerda, soro individual para a narina da esquerda.
2. Logo depois, esguichar soro para a narina da direita.
2. Tapar imediatamente a narina direita com o indicador.
3. Tentar fechar a boca da criatura, com o polegar, para obrigá-la a expulsar o ranho na narina esquerda, já que é a única via disponível para a criatura respirar.
4. Ver um rio de ranho a sair. Limpar, já agora.

Repetir para o outro lado. Garanto-vos que resulta. É chato? É. Eles queixam-se? Queixam. Mas ficam ali limpinhos, limpinhos que até dá gosto.

Boa sorte!

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Restaurantes onde ir com os filhos #2 - Las Brasitas (Docas)

Se são como nós, se andam sempre à procura de restaurantes onde se coma bem, onde haja lugar para estacionar facilmente, onde haja cadeiras para bebés, onde os bebés possam fazer "estrilho" sem ficarmos muito envergonhados, aqui está mais uma sugestão: 

Las Brasitas, nas Docas. 

Sim, ao que parece ainda há la restaurantes. Pensei que as Docas tivessem morrido durante a minha adolescência, mas não. Eu é que deixei de lá ir. 

Além de ter um espaço enorme para crianças maiores poderem gastar as pilhas à vontade (o caso de um dos meus irmãos que foi a este almoço), é óptimo para se fumar uns cigarros cá fora depois da refeição (para quem fume, para quem fume, mas não fume desde que engravidou, fica só a ver e a chorar para dentro). 

Têm fumadores e não fumadores, óptima vista, boa comidinha, preços aceitáveis, boa vista, já tinha dito? E empregados muito simpáticos. Há um que até faz teatrinho para os bebés (o que pode ser um pouco sinistro quando se empolga demais). 

 Vista: muito agradável, são as docas, acho que toda a gente conhece a vista.

 Estacionamento: parque aberto dos dois lados das docas, não precisam de apanhar muito frio, a não ser que estacionem no lado oposto por serem totós como eu.  

 Comida: eu cá gostei, mas quando voltar não será por isso. 

 Preço: quanto menos se comer, menos se paga.

 Crianças: bem recebidas e com cadeiras do Ikea para os bebés, zona para não fumadores no andar de cima (têm de levar o carrinho lá para cima, mas os senhores ajudam porque, como disseram, "já estão habituados". 

✔  Serviço: simpáticos, o normal, à excepção do senhor do bigode que fazia o tal teatrinho para a Irene. 

O "após-almoço" dá boas fotos! :)